“Não é atitude de presidente”, diz Macron sobre Bolsonaro

Bundesregierung / Kugler

Um programa da televisão francesa sobre os bastidores da cúpula do G7 em Biarritz, na França, flagrou um momento em que o presidente francês, Emmanuel Macron, critica duramente o presidente Jair Bolsonaro em conversa com o presidente do Chile, Sebastián Piñera, e a chanceler federal alemã, Angela Merkel, durante um encontro em agosto.

“Claro, eu tinha que reagir”, diz Macron, após Piñera interpelar o francês a respeito de Bolsonaro. O chileno dizia ser “inacreditável” algo aparentemente relacionado a comentários feitos pelo presidente brasileiro. “Você entende [que eu tinha que reagir]?”, pergunta o francês. O chefe de Estado chileno responde: “Sim, eu concordo.”

Macron continua: “Eu queria ser muito pacífico, ser construtivo com o cara e respeitar a sua soberania; tudo bem. Mas eu não posso aceitar isso.” Merkel, que estava ouvindo a conversa, balança a cabeça e concorda com o presidente francês.

“Você sabe o que ele fez quando o meu ministro do Exterior foi ao país dele?”, prossegue Macron, ainda falando com Piñera. “Ele deveria recebê-lo e cancelou no último minuto para cortar o cabelo. E filmou a si mesmo. Desculpa, mas isso não é atitude de um presidente”, completa o francês.

Macron se referia a uma situação ocorrida em julho, quando Bolsonaro cancelou um encontro com o ministro francês Jean-Yves Le Drian, em Brasília, e transmitiu uma live no barbeiro no mesmo horário em que a reunião deveria ocorrer.

A conversa entre Macron e Piñera é parte de um programa do canal francês CNews transmitido na semana passada. O vídeo foi compartilhado nesta segunda-feira (09/09) pelo blog do jornalista Jamil Chade no portal Uol.

O diálogo ocorreu num almoço durante a cúpula do G7 em 26 de agosto, logo após a entrevista coletiva conjunta de Macron e Piñera, na qual o líder francês lamentou comentários sobre sua mulher endossados em uma rede social por Bolsonaro. Na ocasião, ele disse esperar que os brasileiros “tenham logo um presidente à altura do cargo”.

“Ele fez alguns comentários extraordinariamente desrespeitosos sobre a minha esposa”, frisou Macron na coletiva em agosto. “O que posso dizer? É triste, é triste para ele, primeiramente, e para os brasileiros.”

Dias antes, Bolsonaro endossara uma postagem de um seguidor no Twitter com comentários ofensivos sobre a aparência de Brigitte Macron, sugerindo que o francês teria “inveja” de Bolsonaro. A postagem trazia uma foto de Macron com a primeira-dama e, logo abaixo, uma de Bolsonaro e sua mulher, Michelle, com a seguinte legenda: “Entende agora por que Macron persegue Bolsonaro?“.

O perfil oficial do presidente brasileiro respondeu ao seguidor afirmando: “Não humilha cara. Kkkkkkk.” O comentário em linguagem informal ganhou enorme repercussão, inclusive na imprensa francesa, que acusou Bolsonaro de sexismo.

“Penso que as mulheres brasileiras têm, sem dúvida, vergonha de ver isso de seu presidente. Penso que os brasileiros, que são um grande povo, têm um pouco de vergonha de ver esse comportamento. Eles esperam, quando se é presidente, que se comporte bem em relação aos outros”, disse Macron na ocasião.

Devido ao desmatamento e às queimadas na Amazônia, Bolsonaro se tornou nas últimas semanas alvo de pesadas críticas de políticos europeus e se envolveu numa prolongada troca de farpas com Macron, que acusou o brasileiro de mentir sobre suas políticas ambientais durante o G20 em junho, no Japão, quando foi concluído o pacto comercial entre o Mercosul e a UE.

Já Sebastián Piñera é um dos principais aliados de Bolsonaro na América do Sul. Na semana passada, entretanto, o presidente do Chile condenou os ataques de Bolsonaro a Michelle Bachelet, alta comissária da ONU para os Direitos Humanos e ex-presidente do Chile, e ao pai dela, um militar que foi preso, torturado e morto sob o regime de Augusto Pinochet.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E vice versa.
    Quem começou? Primeiro, o Macron chamou o Bolsonaro de mentiroso. Isso é atitude de presidente?
    Além disso, o Bolsonaro não disse que a sra. Macrona é feia. Nem o disse o sujeito que postou a mensagem que ele respondeu.
    É muito mimimi. É muita frescura. É muito francês fazendo biquinho.
    Tudo isso não passa de cortina de fumaça para as verdadeiras intenções.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ministra da Saúde de Macron vai disputar prefeitura de Paris em batalha de mulheres

O partido presidencial francês e seus aliados centristas encontraram neste domingo (16) na ministra da Saúde, Agnès Buzyn, 58, a sucessora ideal para Benjamin Griveaux. O candidato de Emmanuel Macron ao cargo de prefeito de …

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

Nesta sexta-feira, uma organização chamada Earnest Project passou a oferecer a chance de possuir amostras de DNA de alguns líderes mundiais e outras celebridades. O grupo alega que coletou clandestinamente itens descartados pelos participantes do Fórum …

Tribunal alemão suspende derrubada de floresta para fábrica da Tesla

Justiça ordena que gigante americana interrompa corte de árvores nos arredores de Berlim enquanto analisa pedido de associação ambiental. Empresa de Elon Musk planeja construir ali sua primeira "gigafábrica" da Europa. Um tribunal na Alemanha determinou …

Satélites podem facilmente ser manipulados por hackers, alerta pesquisador

Talvez você já esteja por dentro da confusão toda em relação aos problemas que os satélites Starlink, da SpaceX, estão causando na comunidade astronômica. Os relativamente poucos satélites lançados (cerca de 240, como parte de um …

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a …

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …