Navio que encalhou no canal de Suez volta a flutuar

(h) Suez Canal Authority / EPA

Porta-contêineres Ever Given estava preso há quase uma semana na via marítima, deixando centenas de navios parados. Autoridades afirmam que trânsito pelo canal deve ser normalizado nos próximos dias.

O navio que encalhou no Canal de Suez há quase uma semana voltou a flutuar na madrugada desta segunda-feira (29/03), declararam autoridades responsáveis pela via. Com isso, aumentam as esperanças de que a passagem entre a Ásia e a Europa seja reaberta nas próximas horas

O navio Ever Given, de 400 metros de comprimento, com bandeira do Panamá, voltou a flutuar às 4h30 no horário local (23h30 no horário de Brasília). Um vídeo postado pelo jornal Daily News Egypt mostra o navio já parcialmente alinhado com a rota do canal, sem mais bloquear completamente a passagem.

Segundo as autoridades egípcias responsáveis pelo Canal do Suez, as equipes envolvidas na operação conseguiram corrigir a orientação do navio em 80%, tendo afastado a embarcação 102 metros da margem.

A embarcação, que tem o comprimento do edifício Empire State, de Nova York, havia ficado presa atravessada no canal na última terça-feira.

Mais de 350 barcos ficaram ancorados nas duas extremidades do canal, a espera de poder transitar, enquanto prosseguiam os trabalhos para desencalhar o navio. Doze rebocadores participaram da operação para soltar o gigante porta-contêineres, que tem capacidade de carga de 224 mil toneladas. No domingo, as autoridades locais afirmaram que já haviam sido dragados 27 mil metros cúbicos de areia da parte da costa onde a proa do navio estava presa.

Ventos fortes, combinados com uma tempestade de areia, foram inicialmente apontados como as causas do incidente, mas o chefe da Autoridade do Canal de Suez apontou posteriormente que fatores climáticos não foram os principais motivos para o encalhe. “Pode ter havido erros humanos ou técnicos”, afirmou Osama Rabie.

A armadora Maersk, a principal operadora no canal, afirmou que, mesmo depois de liberado, demorará entre três e seis dias para que o tráfego no canal seja normalizado.

O Canal de Suez fornece uma das principais fontes de renda do Egito, ao lado do turismo e remessas de expatriados. Em 2015, o Egito inaugurou uma extensão de 35 quilômetros paralela ao canal histórico, inaugurado em 1869.

A expansão ampliou o tráfego de um para dois sentidos e foi feita para reduzir o tempo de espera dos navios para atravessar a hidrovia. A passagem conecta os mares Mediterrâneo e Vermelho, fornecendo a rota de transporte mais curta entre a Ásia e a Europa.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …