Netflix anuncia licença de maternidade e paternidade ilimitada para seus funcionários

Netflix

-

A Netflix anunciou uma nova política empresarial que deve ser um verdadeiro sonho para seus funcionários: licença de maternidade e paternidade ilimitada.

Não é brincadeira. Poucas horas depois de bater um recorde para alta do preço de suas ações, a companhia mostrou que seu sucesso pode ter muito a ver com o fato de se importar com seus empregados.

Sem preocupações

Enquanto a maioria das mães costuma enfrentar problemas (e muitas vezes preconceito) para conseguir uma licença maternidade rápida, e os pais têm pouquíssimos dias para aproveitar seus recém-nascidos, a Netflix vai na contramão dessa tendência e garante que todos os seus funcionários tenham até um ano para fazer o que quiserem depois de ganharem um bebê.

De acordo com a chefa do escritório de talento da empresa, Tawni Cranz, a Netflix trabalha duro para “promover uma cultura de liberdade e responsabilidade” a fim de que seus funcionários tomem suas próprias decisões.

“Com isto em mente, hoje estamos introduzindo uma política de licença ilimitada para novos pais e mães, que lhes permita tirar o máximo de tempo que quiserem durante o primeiro ano após o nascimento ou adoção de uma criança”, afima Cranz. “Queremos que os funcionários tenham a flexibilidade e confiança para equilibrar as necessidades de suas famílias sem se preocupar com trabalho ou finanças”.

Flexibilidade

Os novos papais e mamães podem voltar a trabalhar parcialmente ou em tempo integral quando quiserem, e também podem voltar a trabalhar e parar de novo, conforme necessário.

“Nós vamos continuar a pagar seus salários normalmente, eliminando a dor de cabeça. Cada funcionário deve descobrir o que é melhor para eles e suas famílias e, em seguida, combinar com seus gerentes a cobertura de seus serviços durante suas ausências”, explica Cranz.

Decisão financeira boa

Muitas empresas devem estar pensando que o pessoal da Netflix endoidou e que esta é uma decisão péssima de negócios.

Muito pelo contrário. O que a Netflix fez foi perceber que, para continuar a ser uma companhia competitiva no mercado, precisa manter os indivíduos mais talentosos em sua folha de pagamentos.

As experiências e pesquisas mostram que as pessoas têm melhor desempenho no trabalho quando não estão preocupadas com questões domésticas. A nova política quer apoiar os empregados durante as mudanças em suas vidas, para que eles voltem às suas funções mais focados e dedicados.

Este é um marco vantajoso para os trabalhadores. Já passou o tempo em que as pessoas queriam se matar em seus empregos. Agora, elas buscam um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal, e a decisão da Netflix é um lembrete de que a empresa está em sintonia com a necessidade de seus funcionários, e quer que eles fiquem – e deem seu melhor.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …

Ministério da Saúde recua e volta a recomendar vacinação de adolescentes

O Ministério da Saúde recuou nesta quarta-feira (22/09) e voltou a recomendar a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a covid-19, uma semana após ter recomendado a suspensão. "Concluímos que os benefícios da vacinação de adolescentes …

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …