Noruega sobre ajuda financeira à Floresta Amazônica: “se não há resultados, não há dinheiro”

A Noruega, país rico em petróleo que ajuda a conservar fauna e flora de muitos países do mundo, está ameaçando reduzir sua ajuda contra o desmatamento da Floresta Amazônica.

O ministro do Meio Ambiente da Noruega, Vidar Helgesen, está no Brasil e com ele trouxe um ar de suspense, pois tudo indica que não se trata de visita de cortesia e sim para trazer notícias desagradáveis.

Durante o ano passado, o desmatamento da Floresta Amazônica cresceu drasticamente, por volta de 30%. A maior parte da floresta brasileira foi cortada e queimada no intuito de abrir espaço para plantações da soja e criação pecuária.

“Isto não é uma tendência que pode continuar no futuro, pois a floresta brasileira é a maior do mundo e possui enorme significância para o clima em todo o planeta”, disse Vidar Helgesen à emissora nacional norueguesa NRK, comentando a sua visita ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Na última década, a Noruega, por sua vez, ajudou generosamente na conservação da floresta brasileira esperando resultados.

Vale ressaltar que a Noruega atrai a atenção para perspectivas tristes da Floresta Amazônica ao fundo do desenvolvimento ativo da agricultura brasileira. A incapacidade do Brasil de cumprir suas obrigações pode provocar grande dano às medidas de conservação que, basicamente, foram financiadas pela Noruega.

“Temos uma aproximação baseada em resultados. Isso significa que vamos financiar por resultados existentes. Se não houver resultados, não haverá dinheiro“, esclareceu Vidar Helgesen à NRK.

Enquanto isso, o desmatamento na Amazônia aumentou tão fortemente que até o próprio Fundo Amazônia se alarmou.

“Estamos trabalhando ativamente para salvar a floresta e iniciamos muitos projetos para que os moradores da região amazônica comecem a realizar uma atividade alternativa que não prejudique a floresta. Mas depois de anos de progresso estamos observando um desenvolvimento negativo que devemos parar a todo o custo”, disse a chefe do Fundo Amazônia, Juliana Santiago.

De 2004 a 2014 o desmatamento no Brasil diminuiu 70%. Quando o Brasil fundou o Fundo Amazônia em 2008, a Noruega contribuiu com uma generosa doação de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 3 bilhões) na tentativa de mudar radicalmente a tendência de desmatamento, incentivando o setor privado a assumir maior responsabilidade.

Além disso, a Noruega também tomou a iniciativa de criar a Aliança para florestas tropicais no intuito de aumentar atenção para o problema em questão.

A Floresta Amazônica cobre a maior parte da bacia amazônica da América do Sul, abrangendo 7 milhões de quilômetros quadrados. A maior parte da floresta pertence ao Brasil.

A Amazônia representa mais da metade das florestas tropicais da Terra, com 390 bilhões de árvores individuais divididas em 16 mil espécies.

A Noruega foi reconhecida como um dos líderes mundiais nos esforços globais contra o desmatamento, investindo mais de US$ 2,5 bilhões (mais de R$ 7 bilhões) para conservação das mesmas desde o ano de 2007.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ministério da Saúde recua e volta a recomendar vacinação de adolescentes

O Ministério da Saúde recuou nesta quarta-feira (22/09) e voltou a recomendar a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a covid-19, uma semana após ter recomendado a suspensão. "Concluímos que os benefícios da vacinação de adolescentes …

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …

Em Nova York, Bolsonaro vai se reunir com Boris Johnson

O presidente Jair Bolsonaro viajou neste domingo (19/09) para Nova York, nos Estados Unidos, onde participará nesta semana da Assembleia Geral das Nações Unidas e terá seu primeiro encontro bilateral com o primeiro-ministro do Reino …