Autores de estudo citado na ONU desmentem Temer sobre queda no desmatamento da Amazônia

Beto Barata / PR

O presidente Michel Temer na abertura do Debate Geral da 72ª Sessão da Assembleia Geral da ONU

“Trago a boa notícia de que os primeiros dados disponíveis para o último ano já indicam diminuição de mais de 20% do desmatamento naquela região. Retomamos o bom caminho e nesse caminho persistiremos”, afirmou o presidente Michel Temer, em seu discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira (19).

O problema é o que autores dos dados usados pelo presidente negam a informação. O governo cita levantamento do instituto de pesquisa Imazon, que realiza levantamentos mensais sobre tendências de crescimento ou queda do desmatamento na Amazônia.

À BBC, um dos pesquisadores do instituto disse que a informação apresentada a líderes mundiais por Temer é “imprecisa” e “inadequada”, e que políticas recentes do governo federal na realidade tenderiam a aumentar a destruição na Amazônia.

“Os dados que o Imazon mede mensalmente podem indicar uma tendência. Portanto, é possível que o desmatamento caia. Mas não podemos dizer 20% porque não temos a precisão que essa afirmação exige”, diz o engenheiro florestal Paulo Barreto, pesquisador associado do Imazon.

Estes não são dados oficiais. Os dados do governo ainda não foram divulgados e parece que o presidente está comparando dados oficiais do ano passado com os nossos, de agora, sendo que as metodologias são totalmente diferentes“, afirmou.

Além disso, Barreto aponta que uma eventual redução não seria fruto de políticas públicas para a preservação do meio ambiente, como sugeriu o presidente. “O governo mandou projetos de lei para o Congresso para reduzir áreas de conservação. Nossos estudos mostram que as taxas dobram com reduções como esta”, afirma o pesquisador.

“Vários fatores contribuem com o desmatamento, desde politicas públicas até a economia e o mercado. Há uma relação histórica entre o preço do gado e as taxas de desmatamento. O aumento de preço aumenta o desmatamento, e vice-versa. E a crise econômica vem gerando uma queda neste preço”, completou.

O desmentido também foi apontado por outros pesquisadores do Imazon consultados pela BBC. Procurada, a Secretaria de Comunicação da Presidência da República confirmou que Temer se baseou em dados do Imazon, mas não comentou as críticas até a publicação desta reportagem.

Estratégia

Em seu discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, Temer destacou o “desenvolvimento sustentável” do país e ressaltou a “preocupação do governo com o desmatamento”. Ao citar a suposta “diminuição de mais de 20% no desmatamento da Amazônia”, Temer afirmou que “nessa questão temos concentrado atenção e recursos”.

“Na verdade, o governo está fazendo coisas que vão gerar aumento futuro no desmatamento”, comentou o pesquisador do Imazon, usado como fonte por Temer na ONU.

A inclusão destes pontos no discurso na ONU, segundo fontes próximas ao presidente, seria uma estratégia para reverter a má impressão causada pela extinção da Reserva Nacional do Cobre e Derivados (Renca) e pelos cortes no financiamento de países como Dinamarca e Alemanha ao Fundo Amazônia, dedicado a financiar a preservação da floresta.

Em 2016, o desmatamento na região teve um aumento de 58%, o que levou países, personalidades e entidades internacionais a repreenderem publicamente o governo brasileiro.

Durante o pronunciamento a líderes de quase 200 países, Temer também reiterou o apoio brasileiro ao Acordo de Paris, que visa reduzir as mudanças climáticas e o aquecimento global.

Ciberia // BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …

Os distanciamentos do coronavírus mudaram a maneira como a Terra se move

As pessoas têm ficado em casa para diminuir a velocidade com a qual o novo coronavírus se espalha. Mas essa atitude pode significar que o planeta também está se movendo um pouco menos. Pesquisadores que estudam …

Facebook não quis investigar desinformação vinda de site norte-americano

“Facebook” e “transparência” são duas palavras que geralmente estão juntas em pautas mais espinhosas, e desta vez não é diferente: segundo uma reportagem veiculada pelo jornal norte-americano The New York Times, a rede social mais …

Maduro denuncia navio turístico 'pirata' português que afundou embarcação da Marinha venezuelana

O presidente venezuelano Nicolás Maduro denunciou o ataque e afundamento de um barco da Marinha da Venezuela por um navio turístico "pirata", a noroeste da ilha de La Tortuga. Na noite de segunda-feira (30), o navio …

Mundo do futebol tenta atenuar perdas financeiras com reduções de salários

O mundo do futebol, como qualquer actividade que gera dinheiro e emprega pessoas, começa a sentir os efeitos do confinamento visto que em quase todas as partes do mundo não se pratica futebol e os …