Nos EUA e no Canadá, pedidos por dados de usuários da Uber disparam

Cada vez mais governos e pessoas têm descoberto a importância dos dados coletados por empresas da área de tecnologia.

Afinal, os smartphones não saem do bolso das pessoas e, via de regra, acompanham seus usuários a todos os lugares. Mas as ordens judiciais para a acesso a esses dados levanta inúmeras discussões que passam por questões éticas, de privacidade e de segurança.

Nesse cenário, a Uber alega que o número de demandas policiais por dados de usuários, em 2018 aumentou 27% em relação ao ano anterior, de acordo com o relatório anual de transparência publicado pela empresa. No documento, a Uber avalia que o aumento das demandas se deve, em parte, à expansão de seus negócios, mas também a um “crescente interesse” dos governos em acessar dados de seus clientes.

Consta no relatório que a empresa recebeu 3.825 demandas, que implicavam nos dados de 21.913 usuários, somente do governo dos EUA. Dessas solicitações, foram entregues os dados em 72% dos casos, durante 2018.

Em comparação, o número é superior às 2.940 demandas de 17.181 contas feita no ano anterior, com uma taxa muito similar de entrega. Quanto ao governo canadense, em um número bem menor, as autoridades apresentaram 161 demandas por dados de 593 contas de usuários, em 2018.

Implicações das demandas

A Uber defende que o aumento da demanda por dados de clientes representa um desafio para a empresa, avaliada em US$ 82 bilhões, que concluiu seu IPO (abertura das ações na Bolsa de Valores) em maio neste ano.

“Nossa responsabilidade de preservar a privacidade do consumidor, ao mesmo tempo em que cumprimos as obrigações regulatórias e de segurança pública, se tornará cada vez mais complexa e desafiadora, à medida que atendemos a um número crescente de solicitações governamentais de dados a cada ano”, explica Uttara Sivaram, gerente global de políticas públicas de privacidade e segurança da Uber.

Ainda no relatório, a empresa de transportes também informou que divulgou informações sobre viagens de 34 milhões de usuários para reguladores dos EUA e 1,8 milhão de usuários para reguladores do Canadá.

Segundo a própria Uber, ela é obrigada a fornecer as informações solicitadas como parte dos “requisitos legais e regulatórios sob os quais estamos sujeitos”, que podem incluir locais de retirada e entrega, tarifas e outros dados que possam “identificar passageiros de forma individual.”

Mais empresas na mira do Governo

Nos últimos anos, a Uber não é a única empresa que atende a um número recorde de solicitações governamentais. A Apple, a Amazon, o Facebook e o Twitter já relataram um aumento nas demandasdo poder público ao longo do ano passado, à medida que sua base de clientes continua a crescer e os governos ficam cada vez mais interessados no potencial desses dados coletados.

Apesar do aumento nas solicitações pela lei, a Uber declara que “ainda não recebeu uma solicitação da segurança nacional” até o momento presente. Mas grande parte das demandas da Agência de Segurança Nacional (NSA), são acompanhadas por regras de sigilo que impedem as empresas de divulgar qualquer dado sobre a demanda.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …

Variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo

Um novo estudo confirma que a mutação do SARS-CoV-2 na Califórnia, EUA, é mais contagiosa e mais resistente a vacinas, embora a escala de sua ameaça ainda não esteja clara. Uma variante descoberta pela primeira vez …

Cheirinho de carro novo? Estudo alerta para risco de câncer em odor favorito de muitos

Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade da California Riverside mostrou que o cheiro de carro novo, tão amado por todo mundo que acaba de comprar o seu veículo, pode ser um risco para saúde. Mas …

STJ anula quebra do sigilo de Flávio Bolsonaro no caso das "rachadinhas"

Ministros apontaram falta de fundamentação do juiz de 1ª instância. Decisões da próxima semana determinarão chance de o processo contra o senador ir adiante ou voltar ao início. A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça …

Troca de comando na Petrobras: Bolsonaro repete interferência de Dilma na estatal?

As ações da Petrobras derreteram depois que o presidente Jair Bolsonaro decidiu mudar o comando da empresa. Na noite de sexta-feira (19/02), Bolsonaro anunciou o general da reserva Joaquim Silva e Luna para substituir o …

Uruguai, último país da América do Sul a receber vacinas, começa imunização em março

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, informou nesta segunda-feira (22) que as primeiras vacinas contra a Covid-19 chegarão nesta quinta-feira ao país, o único na América do Sul que ainda não possui doses …

Cada ponto brilhante neste novo mapa cósmico é um buraco negro supermassivo

A equipe internacional sinterizou um conjunto tão impressionante quanto inédito de sinais de rádio emitidos por buracos negros supermassivos. Se tivéssemos um telescópio capaz de mostrar quaisquer objetos do universo, independentemente de quão distantes eles estão, …

Desvendado enigma de inscrição na obra "O Grito" de Edvard Munch

Uma frase escrita sobre uma das obras de arte mais conhecidas do mundo foi, durante um século, motivo de conjeturas e controvérsias entre os especialistas de arte em todo o mundo. Uma análise com escâner infravermelho, …