Novo golpe promete conta grátis na Netflix

Cibercriminosos se aproveitam de internautas que querem ter acesso ao serviço de streaming sem custo, para roubar seus dados e pedir resgate por eles.

Já ouviu aquele ditado “o barato pode sair caro”? Ele se aplica perfeitamente em um novo golpe que circula pela internet com a promessa de permitir o acesso à Netflix de graça.

A ameaça virtual, chamada de RANSOM_NETIX, foi detectada nas últimas semanas pela Trend Micro e, em vez de possibilitar o acesso ao serviço de streaming sem a necessidade de se ter uma conta, ele “sequestra” os dados do usuário salvos no computador e pedem um resgate.

O software malicioso se apresenta como uma espécie de aplicação cracker, geralmente um arquivo executável, capaz de gerar senhas para acesso grátis ao serviço. Segundo a Trend Micro, o programa é encontrado facilmente em sites de download de filmes ou músicas.

Porém, em vez de fazer o prometido, ele se aproveita para roubar os dados do usuário e criptografá-los. Quando o internauta roda o arquivo do gerador de senhas da Netflix no computador, pouco tempo depois aparece uma tela mostrando que os dados foram encriptados.

Arquivos encriptados pelo RANSOM_NETIX:
.ai, .asp, .aspx, .avi, .bmp, .csv, .doc, .docx, .epub, .flp, .flv, .gif, .html, .itdb, .itl, .jpg, .m4a, .mdb, .mkv, .mp3, .mp4, .mpeg, .odt, .pdf, .php, .png, .ppt, .pptx, .psd, .py, .rar, .sql, .txt, .wma, .wmv, .xls, .xlsx, .xml, .zip

No tempo em que o usuário vai e volta em telas do software, a aplicação maliciosa trabalha nos diretórios de usuário do Windows, e tranca 39 tipos diferentes de arquivos.

Após isso, a vítima recebe uma mensagem dos cibercriminosos, na qual é instruída a pagar US$ 100 (ou 0,18 bitcoin) para receber a chave para tirar a encriptação dos dados. O pagamento, obrigatoriamente, deve ser feito em bitcoin, prática comum em casos de ransomware, já que é extremamente difícil rastrear o destino da moeda virtual.

Os dados são criptografados com um algoritmo de grau militar, o AES-256, sendo que é muito difícil de conseguir quebrá-lo. Uma curiosidade é que o software malicioso só consegue operar em computadores com sistema operacional Windows 7 ou 10, se for outro ele se autodestrói.

Quando afetada, a única opção da vítima acaba sendo pagar pelo “resgate” de seus dados, se quiser tê-los de volta — o que sai mais caro do que pagar uma conta na Netflix, que hoje possui mensalidades de R$ 19,90 a R$ 29,90 e ainda há a ~possibilidade~ de dividir a conta com mais pessoas.

Além disso, há o risco de o usuário pagar para ter seus dados desbloqueados, mas não os ter de volta. Não há garantia disso, conforme pontua a empresa de segurança.

Esta não é a primeira vez que cibercriminosos utilizam o nome da Netflix para aplicar golpes. Em outro caso também era ofertada a possibilidade de ter acesso ao serviço sem desembolsar nada. Para evitar cair neste tipo de golpe, vale levar em conta aquele outro ditado que diz “quando a esmola é de mais, até o santo desconfia“.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …

Covid-19: Médicos pressionam governo francês para aumentar controles de pessoas vindas do Brasil

Especialistas acreditam que medidas do governo francês para frear entrada de variante P1 no país são insuficientes e pressionam para aumento de controles de passageiros provenientes do Brasil nos aeroportos ou pela suspensão dos …