Novo golpe promete conta grátis na Netflix

Cibercriminosos se aproveitam de internautas que querem ter acesso ao serviço de streaming sem custo, para roubar seus dados e pedir resgate por eles.

Já ouviu aquele ditado “o barato pode sair caro”? Ele se aplica perfeitamente em um novo golpe que circula pela internet com a promessa de permitir o acesso à Netflix de graça.

A ameaça virtual, chamada de RANSOM_NETIX, foi detectada nas últimas semanas pela Trend Micro e, em vez de possibilitar o acesso ao serviço de streaming sem a necessidade de se ter uma conta, ele “sequestra” os dados do usuário salvos no computador e pedem um resgate.

O software malicioso se apresenta como uma espécie de aplicação cracker, geralmente um arquivo executável, capaz de gerar senhas para acesso grátis ao serviço. Segundo a Trend Micro, o programa é encontrado facilmente em sites de download de filmes ou músicas.

Porém, em vez de fazer o prometido, ele se aproveita para roubar os dados do usuário e criptografá-los. Quando o internauta roda o arquivo do gerador de senhas da Netflix no computador, pouco tempo depois aparece uma tela mostrando que os dados foram encriptados.

Arquivos encriptados pelo RANSOM_NETIX:
.ai, .asp, .aspx, .avi, .bmp, .csv, .doc, .docx, .epub, .flp, .flv, .gif, .html, .itdb, .itl, .jpg, .m4a, .mdb, .mkv, .mp3, .mp4, .mpeg, .odt, .pdf, .php, .png, .ppt, .pptx, .psd, .py, .rar, .sql, .txt, .wma, .wmv, .xls, .xlsx, .xml, .zip

No tempo em que o usuário vai e volta em telas do software, a aplicação maliciosa trabalha nos diretórios de usuário do Windows, e tranca 39 tipos diferentes de arquivos.

Após isso, a vítima recebe uma mensagem dos cibercriminosos, na qual é instruída a pagar US$ 100 (ou 0,18 bitcoin) para receber a chave para tirar a encriptação dos dados. O pagamento, obrigatoriamente, deve ser feito em bitcoin, prática comum em casos de ransomware, já que é extremamente difícil rastrear o destino da moeda virtual.

Os dados são criptografados com um algoritmo de grau militar, o AES-256, sendo que é muito difícil de conseguir quebrá-lo. Uma curiosidade é que o software malicioso só consegue operar em computadores com sistema operacional Windows 7 ou 10, se for outro ele se autodestrói.

Quando afetada, a única opção da vítima acaba sendo pagar pelo “resgate” de seus dados, se quiser tê-los de volta — o que sai mais caro do que pagar uma conta na Netflix, que hoje possui mensalidades de R$ 19,90 a R$ 29,90 e ainda há a ~possibilidade~ de dividir a conta com mais pessoas.

Além disso, há o risco de o usuário pagar para ter seus dados desbloqueados, mas não os ter de volta. Não há garantia disso, conforme pontua a empresa de segurança.

Esta não é a primeira vez que cibercriminosos utilizam o nome da Netflix para aplicar golpes. Em outro caso também era ofertada a possibilidade de ter acesso ao serviço sem desembolsar nada. Para evitar cair neste tipo de golpe, vale levar em conta aquele outro ditado que diz “quando a esmola é de mais, até o santo desconfia“.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …

Vênus tinha oceanos? Cientistas refutam hipótese popular usando modelagem

Cientistas da Suíça e França refutaram a hipótese de que anteriormente Vênus era coberta por oceanos. Um novo estudo revela que mesmo no início, quando o Sol era mais fraco do que agora, a superfície …

Suspeito de ataque na Noruega era fichado na polícia por radicalização

Convertido ao islã e conhecido da polícia, dinamarquês de 37 anos teria usado outras armas além de arco e flecha em ataque que matou cinco pessoas em Kongsberg. Ele está preso e reconheceu envolvimento no …

Oposição manobra para destituir Piñera no Chile por citação nos Pandora Papers

Deputados de todos os partidos da oposição chilena apresentaram uma acusação no Congresso nesta quarta-feira (13) para destituir o presidente Sebastián Piñera pela controversa venda de uma mineradora em um paraíso fiscal, revelada no escândalo …

Fatores externos influenciam, mas não justificam inflação a dois dígitos no Brasil

A recuperação do impacto brutal da pandemia de coronavírus leva a inflação a subir na maioria dos países do mundo, mas a conjuntura internacional não explica o nível chegar a dois dígitos no Brasil. …

UE anuncia 1 bilhão de euros em ajuda ao Afeganistão

União Europeia justifica que é preciso evitar "colapso" no país e fornecer ajuda humanitária aos afegãos. Paralelamente, representantes do bloco europeu e dos EUA se reúnem com membros do Talibã em Doha, no Catar. O Talibã …