Nuvem de 2 mil sóis vai colidir com a Via Láctea a um milhão de km/h

(dr)

-

Em 1963, um estudante de astronomia chamado Gail Smith trabalhando em um observatório na Holanda descobriu algo estranho: uma nuvem massiva de gás orbitando a Via Láctea.

A nuvem continha gás suficiente para fabricar duas mil estrelas como o nosso sol, e estava viajando pelo espaço a mais de um milhão de quilômetros por hora.

Pelos próximos 40 anos, a nuvem de alta velocidade permaneceu apenas uma curiosidade: era uma entre tantas circundando a nossa galáxia. Ou seja, interessante, mas não especial.

Até que, nos anos 2000, o astrônomo Jay Lockman e seus colegas observaram a chamada “nuvem de Smith” mais de perto, usando o telescópio Green Back, nos EUA, e calcularam sua trajetória.

A surpresa? Ela está em uma rota de colisão com a Via Láctea.

Dado que estamos falando do espaço, o tempo das coisas não é nada comparado a uma vida humana. Somente daqui a mais ou menos 30 milhões de anos é que a nuvem deve colidir com o Braço de Perseus, o principal braço espiral da nossa galáxia.

O impacto vai comprimir nuvens de gás no espiral, causando uma explosão de formação estelar.

A boa notícia é que não há nenhum perigo para a Via Láctea: por maior que seja a nuvem, ela é pequena em relação ao tamanho gigantesco da galáxia.

Hipóteses

De acordo com Andrew Fox, do Instituto Científico do Telescópio Espacial, da NASA, não sabemos exatamente qual a origem da nuvem de Smith.

Há duas teorias principais: uma dita que ela foi soprada da própria Via Láctea, por um aglomerado de explosões de supernovas. A outra supõe que a nuvem é um objeto extragaláctico que foi capturada pela órbita da Via Láctea.

Usando o telescópio espacial Hubble, os cientistas espiaram a nuvem e encontraram o elemento enxofre, absorvendo luz do núcleo de três galáxias distantes. A abundância de enxofre na nuvem é parecida com a encontrada no disco exterior da galáxia. Isso indica que ela deve ter um parentesco conosco.

Ou seja, a nuvem provavelmente se descolou de nossa própria Via Láctea e agora está em uma rota de colisão com ela novamente.

No seu caminho, a nuvem está se desintegrando aos poucos. O que restar dela – se é que algo vai restar – deve formar novas estrelas no momento da colisão final. Esse evento será provavelmente muito ativo.

Ainda assim, algumas questões sobre o objeto espacial continuam um mistério, por exemplo, como ela permaneceu intacta após o evento que a “expulsou” da galáxia.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …

SP quer lei para incentivar uso de veículos híbridos e elétricos

Um novo projeto de lei apresentado em São Paulo pretende combater os problemas ambientais provocados pelos carros à combustão, que utilizam os tão poluentes combustíveis fósseis, através do incentivo ao uso de veículos elétricos ou …

Ataques iranianos teriam deixado 11 militares dos EUA feridos

Ao menos 11 militares norte-americanos foram retirados do Iraque para receberem tratamento médico em decorrência dos ataques iranianos contra as bases dos EUA. "Quando ficarem aptos para o serviço, estes militares regressarão ao Iraque", declarou à …

Evo recua e diz que não pretende mais criar milícias

Em carta pública divulgada nesta quinta-feira (16/01), o ex-presidente da Bolívia Evo Morales, que está refugiado na Argentina há mais de um mês, recuou da ideia de promover a formação de milícias no país. "Há alguns …

Dinossauros foram extintos por impacto de asteroide, defende pesquisa científica

O mistério que levou ao fim da era dos dinossauros motiva pesquisadores do mundo inteiro a debater o que teria provocado essa extinção. Um novo estudo busca descartar a teoria de que a atividade vulcânica …

Microsoft assume compromisso de ser uma empresa carbono negativo até 2030

A Microsoft fez uma transmissão ao vivo para contar ao mundo o seu engajamento com o meio ambiente, a fim de trazer um futuro mais sustentável. Em apresentação conduzida por Satya Nadella (CEO), Amy Hood (CFO) …

Marine Le Pen se lança em pré-campanha presidencial

A líder da extrema direita francesa, Marine Le Pen, anunciou nesta quinta-feira (16) o lançamento de sua campanha “pré-presidencial”. O pleito acontece apenas em 2022, mas a candidata derrotada no segundo turno em 2017, que enfrenta …

Bolsonaro é autor de mais da metade dos ataques a jornalistas em 2019

Em todo o ano foram registrados 208 casos de ataques a veículos de comunicação e jornalistas, um aumento de 54%. Presidente foi responsável por 121 deles, afirma a entidade. O presidente Jair Bolsonaro, sozinho, é responsável …