O mistério das centenas de elefantes encontrados mortos em Botsuana

A morte “totalmente sem precedentes” de centenas de elefantes em Botsuana nos últimos meses está cercada de mistério.

O biólogo e ativista Niall McCann afirmou que colegas no país do sul da África identificaram mais de 350 carcaças desde o início de maio no Delta do Okavango (ou Delta do Cubango). Não há nenhuma conclusão oficial até agora sobre as causas das mortes, e os resultados de análises de laboratório devem demorar semanas, afirmou o governo.

Botsuana é o habitat de um terço da declinante população de elefantes da África.

McCann, da filantrópica National Park Rescue, afirmou à BBC que conservacionistas da região alertaram as autoridades ainda em maio, após um sobrevoo da região do delta. “Eles avistaram 169 animais mortos em três horas de voo. Conseguir enxergar e contar tantos em tão pouco tempo é espantoso.”

Segundo ele, o número subiu para 350 no mês seguinte após novas investigações na região. “É algo totalmente sem precedentes em termos do número de elefantes mortos em um único evento sem relação com a seca.”

Em maio, o governo de Botsuana descartou que o motivo fosse a caça ilegal, já que as presas de marfim ainda estavam nos animais, segundo o portal Phys.org. Alguns elementos apontam para algo que não seja a caça.

Só elefantes estão morrendo, e nenhum outro animal. Se fosse cianeto usado por caçadores, haveria outras espécies mortas.”

McCann, da National Park Rescue, também descartou por ora um envenenamento natural por antraz — doença causada por ingestão de uma bactéria encontrada no solo —, como o que matou pelo menos 100 elefantes em Botsuana em 2019.

Mas ainda há outras hipóteses em estudo, como envenenamento ou doença. A maneira com que os elefantes parecem estar morrendo, caindo de cara no chão, e avistamentos de outros transitando em círculos pode indicar algo que esteja afetando o sistema neurológico dos animais, afirmou McCann.

De todo modo, sem conhecer a origem do problema, é impossível também descartar a possibilidade de ser uma doença que em algum momento possa chegar aos humanos, principalmente se a causa estiver ligada a recursos hídricos ou ao solo.

“Sim, é um desastre de conservação da natureza, mas também tem o potencial de ser uma crise de saúde pública.”

Cyril Taolo, diretor do departamento de vida selvagem e parques nacionais de Botsuana, afirmou ao jornal britânico The Guardian que o governo já confirmou oficialmente a morte de 280 elefantes dos mais de 15 mil que vivem na região do Delta de Okavango. Mas o número tende a subir.

Questionado sobre as possíveis causas, Taolo disse, sem levantar hipóteses, que as análises de laboratório que podem esclarecer as mortes misteriosas devem ficar prontas nas próximas semanas.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …