Objetivo: Lua. Novo vaivém espacial russo pronto em 2019

airwingmedia.com

O programa espacial russo produziu um único vaivém espacial, o Buran, em 1983. O Buran foi ao espaço apenas duas vezes, a primeira em um voo sub-orbital em 1983, e a segunda em seu único voo orbital, não tripulado, em 1988. Na fotos, com o poderoso lançador Energia.

O programa espacial russo produziu um único vaivém espacial, o Buran, em 1983. O Buran foi ao espaço apenas duas vezes, a primeira em um voo sub-orbital em 1983, e a segunda em seu único voo orbital, não tripulado, em 1988. Na fotos, com o poderoso lançador Energia.

A nova espaçonave tripulada russa de transporte de nova geração vai servir para levar cosmonautas e carga para a Lua ou estações orbitais.

O programa espacial da Rússia já teve antes um vaivém espacial, o Buran 1.01, construído em 1983 para competir com os space shuttles dos EUA.

Mas o Buran foi ao espaço apenas duas vezes, a primeira em um voo sub-orbital em 1983, e a segunda em seu único voo orbital, não tripulado, em 1988, no qual fez duas órbitas à volta da Terra. O programa foi cancelado pelo presidente Boris Yeltsin em 1993.

Agora, a Rússia está de novo construindo uma nave espacial do tipo “vaivém espacial”.

O primeiro protótipo da nova nave espacial tripulada, a ser lançada rumo à Estação Espacial Internacional e à Lua num novo foguete lançador Angara A5V a partir do cosmódromo de Vostochny, pode ser desenvolvido até 2019.

A notícia foi comunicada à RIA Novosti pelo presidente da corporação espacial Energya, Vladimir Solntsev, durante o Salão Aeroespacial Internacional MAKS 2015.

airwingmedia.com

O space shuttle russo Buran

O space shuttle russo Buran

“Concordámos com os construtores que vamos apressar ou seja reduzir o prazo para desenvolver e produzir o primeiro exemplar desta nave espacial. Apesar do fato que anunciamos 2021 como a data da produção e do primeiro lançamento desta nave, planejamos fazê-lo já em 2019 e acho que conseguiremos fazer isso”, destacou Solntsev.

Segundo o presidente da Energya, a nave de transporte tripulada de nova geração que está em elaboração pela corporação vai servir para levar cosmonautas e cargas para a Lua ou estações orbitais.

“A nossa nova nave é de tipo vaivém. Serve pelo menos para 10 voos. Na sua produção são usadas tecnologias modernas, algumas delas não têm análogos na cosmonáutica mundial”, explica Solntsev.

“Há muitas diferenças entre a nova nave e a Soyuz que utilizamos hoje. Enquanto a Soyuz pode levar uma tripulação de 3 pessoas, a nova nave é capaz de transportar a bordo 4 pessoas. Além disso, o volume da cabina da nova nave é de 18 metros cúbicos, enquanto o da Soyuz é de 7 metros cúbicos”, continua.

“A duração de voo autónomo da nova nave pode atingir 30 dias”, concluiu Vladimir Solntsev.

O peso da nave em construção durante o voo para a estação orbital é de 14,4 toneladas e, durante o voo para a Lua, é de 19 toneladas. O peso da nave no regresso é de 9 toneladas. O comprimento da nave é de 6,1 metros.

Durante o voo para a Lua se planeja utilizar o novo foguete lançador russo de classe pesada Angara A5V.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …