Ninhos descobertos na Mongólia mostram que os dinossauros protegiam seus ovos

Um novo estudo canadense descobriu que dinossauros faziam ninhos em grupos e protegiam seus ovos como os pássaros de hoje em dia fazem.

“Os dinossauros costumam ser retratados como criaturas solitárias que faziam seus ninhos sozinhas, enterraram seus ovos e depois iam embora. Agora mostramos que alguns dinossauros eram muito mais gregários. Eles se uniam e estabeleciam uma colônia que provavelmente protegia [seus ovos]”, explica François Therrien, paleontólogo do Museu Real Tyrrell de Paleontologia, no Canadá.

Os pesquisadores descobriram um grupo de 15 ninhos com mais de 50 ovos com cerca de 10 a 15 centímetros de diâmetro em um local do Deserto de Gobi, na Mongólia. Estima-se que os ovos tenham 80 milhões de anos.

Os cientistas também puderam identificar o tipo de dinossauro que os colocou, por conta de sua aparência exterior: provavelmente um terópode não aviário, grupo que inclui velociraptors e tiranossauros.

Pouco mais da metade dos ninhos teve pelo menos um ovo chocado, estimativa feita com base nos fragmentos de cascas encontrados no local. Essa taxa de sucesso relativamente alta é parecida com a de aves e crocodilos modernos que protegem seus ninhos, em comparação com espécies que os abandonam.

Por enquanto, essa é a mais antiga evidência da existência deste tipo de comportamento antes da evolução dos pássaros modernos, 66 milhões de anos atrás.

Os paleontólogos já teorizavam que a “nidação coletiva” poderia ter surgido como comportamento entre os dinossauros, mas provar isso sempre se mostrou um desafio – mesmo quando ninhos de dinossauros eram encontrados juntos, ficava difícil dizer se haviam sido postos ao mesmo tempo, ou em épocas diferentes no mesmo local.

Já o local de nidificação da Mongólia ofereceu uma oportunidade inédita. No meio das camadas da formação desértica de 286 metros quadrados, havia uma fina faixa de rocha vermelha brilhante conectando todos os 15 ninhos relativamente intactos. Uma vez que tal faixa vermelha liga todos os ovos, é provável que os dinossauros os tenham colocado juntos, durante uma mesma época de reprodução.

Isso indica que os animais se juntavam e guardavam seus ninhos a fim de proteger seus ovos de predadores e outras ameaças.

Embora o paleontólogo Daniel Barta, da Universidade Estadual da Califórnia em Los Angeles (EUA), concorde que essa taxa de sucesso possa indicar que os dinossauros estavam provavelmente cuidando de seus ovos, é preciso levar em conta que ovos chocados e atacados por predadores têm aparências muito parecidas. Assim, essa é uma possibilidade a ser descartada.

Um artigo sobre o estudo foi publicado na revista científica Geology.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …

OMS alerta para situação "muito preocupante" da Covid-19 no Brasil

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse nesta segunda-feira que a situação da pandemia de Covid-19 no Brasil é "muito, muito preocupante". A declaração foi dada durante uma entrevista …

NASA detecta 150 objetos voadores não identificados orbitando a Terra

Para além de qualquer especulação vaga ou teoria da conspiração, os famosos Objetos Voadores Não-Identificados – mais conhecidos como OVNIs – são uma realidade, cada vez mais documentada e tornada publica por agências espaciais como …

Reino Unido aprova vacina da Pfizer para uso já na semana que vem

O governo do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (02/11) a aprovação da vacina para covid-19 produzida em parceria pela Pfizer e pela Biontech e adiantou que ela estará disponível já na próxima semana. O governo comunicou …