Paleontologistas descobrem ‘última refeição’ de dinossauro que viveu há 110 milhões de anos

Alex Beynon / Flickr

Uma equipe de pesquisadores do Canadá reconstituiu o estômago de um dinossauro herbívoro, o melhor preservado de sempre.

Uma equipe de paleontologistas canadenses conseguiu reconstruir o conteúdo do estômago de um dinossauro herbívoro que viveu no final do período Cretáceo. Os restos fossilizados do nodossauro, pertencente à espécie Borealopelta markmitchelli, haviam sido descobertos por acaso em 2011 durante uma escavação mineira na cidade de Fort McMurray, Canadá.

Graças à umidade do solo da região, o corpo do réptil gigante está em muito bom estado de conservação. Pesquisadores do Museu Real Tyrrell de Paleontologia, da Universidade de Saskatchewan e da Universidade de Brandon, no Canadá, examinaram o conteúdo do estômago do dinossauro para descobrir qual foi sua última refeição.

“A descoberta do conteúdo estomacal de um dinossauro preservado é extraordinariamente rara, e este órgão recuperado do nodossauro mumificado pela equipe do museu é de longe o estômago de dinossauro melhor preservado encontrado até hoje“, disse Jim Basinger,da Universidade de Saskatchewan, um dos autores do estudo que foi publicado na revista Royal Society Publishing.

Analisando as amostras, os paleontólogos concluíram que o último banquete do animal consistiu em 88% de folhas de samambaia e 7% de caules e ramos.

Os pesquisadores também encontraram 48 tipos de microfósseis como pólen e esporos, e uma “quantidade notável de carbono” de plantas queimadas, o que sugere que o nodossauro estava aproveitando a abundância de samambaias que geralmente surge em uma paisagem queimada.

Os autores do estudo também compararam o conteúdo estomacal do réptil com as plantas mais comuns da região na época e concluíram que o animal era bastante seletivo, preferindo comer apenas um tipo de samambaia.

“Juntos, esses achados nos permitem fazer inferências sobre a ecologia do animal, incluindo o quão ele era seletivo na escolha das plantas que comia, e como ele pode ter explorado a regeneração dos incêndios florestais. Também ajudará a entender a digestão e fisiologia dos dinossauros”, disse o autor principal do estudo, Caleb Brown, do Museu Real Tyrrell.

https://br.sputniknews.com/ciencia_tecnologia/2020060415658581-paleontologistas-descobrem-ultima-refeicao-de-dinossauro-que-viveu-ha-110-milhoes-de-anos-fotos/ // Sputnik News

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …