Papa expressa vergonha por crimes sexuais na Igreja Católica da França

Mazur / Catholic Church England and Wales

Papa Francisco

Francisco afirma sentir vergonha, tristeza e dor pelos crimes cometidos por clérigos pedófilos. Mais de 300 mil menores, a maioria meninos, sofreram abuso ou agressão sexual em instituições da Igreja francesa desde 1950.

O Papa Francisco expressou nesta quarta-feira vergonha pela “longa incapacidade da Igreja” de lidar com casos de padres pedófilos, após a publicação de um relatório que denuncia mais de 300 mil casos de abuso ou agressão sexual dentro da Igreja Católica da França num período de 70 anos.

“É um momento de vergonha”, disse Francisco durante a sua audiência geral semanal, expressando às vítimas a sua “tristeza e dor pelos traumas que sofreram”.

De acordo com o relatório publicado na terça-feira por uma comissão independente, desde 1950 mais de 300 mil menores de idade, a maioria meninos, sofreram abuso ou agressão sexual em instituições da Igreja Católica da França.

Segundo o documento, escrito após dois anos e meio de pesquisas, cerca de 216 mil crianças ou adolescentes foram vítimas de clérigos católicos ou religiosos entre 1950 e 2020.

O número de vítimas sobe para 330 mil se considerados os agressores leigos que trabalham em instituições da Igreja Católica, como professores de escolas, disse o presidente da Comissão Independente sobre os Abusos da Igreja (Ciase, na sigla em francês), Jean-Marc Sauvé, que é vice-presidente do Conselho de Estado da França.

“Infelizmente são números enormes”, disse o Papa, referindo-se ao relatório. “Desejo exprimir às vítimas a minha tristeza e a minha dor pelos traumas que sofreram, a minha vergonha, a nossa vergonha, pela longa incapacidade da Igreja em colocá-los no centro das suas preocupações”, afirmou.

Francisco também encorajou bispos, fiéis, superiores e religiosos a continuarem todos os esforços para que fatos semelhantes não se repitam e expressou apoio aos religiosos franceses para superar “esta provação”.

O Papa Francisco convidou também os católicos franceses a assumirem “suas responsabilidades para que a Igreja seja um lar seguro para todos”.

Números podem estar subestimados

Após a publicação do relatório, o Vaticano afirmou que o Papa expressava sua dor e dizia que os seus pensamentos se dirigiam “em primeiro lugar às vítimas, com grande dor, pelas suas feridas”, agradecendo pela coragem de denunciar os fatos.

O presidente da Confederação dos Bispos da França, Eric de Moulins-Beaufort, expressou vergonha e horror e pediu perdão às vítimas.

O líder da associação de vítimas Parler et Revivre, Olivier Savignac, que contribuiu com a investigação, sublinhou que a elevada proporção de vítimas por agressor é particularmente “aterrorizante para a sociedade francesa e para a Igreja Católica”.

O relatório teve origem no escândalo que envolveu o ex-padre Bernard Preynat, condenado, em 2020, a uma pena de prisão de cinco anos por ter abusado sexualmente de mais de 75 rapazes durante décadas.

Uma das vítimas de Preynat, François Devaux, líder do grupo de vítimas La Parole Libérée, considerou que “com esse relatório, a igreja francesa vai, pela primeira vez, à raiz desse problema sistêmico“.

Os responsáveis pelo relatório disseram que tanto o número de vítimas como o de agressores sexuais pode estar subestimado. “Algumas vítimas não ousaram falar ou confiar na comissão”, disse Devaux.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …