Pegadas fossilizadas desafiam a teoria da evolução humana

A descoberta de pegadas fossilizadas na ilha de Creta, na Grécia, entra em conflito com a teoria que defende que a humanidade teve origem na África.

Um conjunto de pegadas com quase seis milhões de anos descobertas recentemente na ilha de Creta, na Grécia, pode pôr em causa a visão da África como “mãe” da raça humana. A descoberta foi publicada na revista Proceedings of the Geologists Association.

Até agora, a maioria dos pesquisadores situaram a origem geográfica dos hominídeos no continente africano. A teoria sobre a evolução da linhagem humana foi baseada no conhecimento dos primeiros restos fósseis de australopitecos no sul da África em 1924.

Na época, consolidou-se de imediato a descoberta das pegadas em Laetoli em 1976. De acordo com os especialistas, essas pegadas pertenceram a hominídeos que caminharam verticalmente há cerca de 3,7 milhões de anos.

A recente descoberta das pegadas tão antigas na ilha de Creta, realizada por uma equipe internacional juntamente com a Universidade de Uppsala, na Suécia, pode por à prova a popular teoria e apresentar uma realidade mais complexa.

As pegadas encontradas em Trajilos, na Creta ocidental, têm a inconfundível forma do pé de um hominídio precoce, especialmente na parte dos dedos, ainda que se trate de uma espécie ainda mais primitiva do que o de Laetoli, segundo o relatório da universidade sueca.

As pegadas de Creta foram marcadas sobre uma costa arenosa, possivelmente na foz de um rio, enquanto que a de Laetoli foram feitas sobre cinzas vulcânicas. “A controvérsia é a idade e a localização destas pegadas“, explica o professor Per Ahlberg, da Universidade de Uppsala e um dos autores da pesquisa.

Estas pegadas, de aproximadamente 5,7 milhões de anos, são mais jovens que o fóssil do hominídeo mais antigo conhecido, o “Sahelanthropus tchadensis“, mas quase um milhão de anos mais velho que o “Ardipithecus ramidis”, um primata com pés similares aos dos símios.

Assim, a descoberta entra em conflito com a hipótese de que o “Ardipithecus” seja um ancestral direto dos primatas posteriores. Até agora todos os fósseis de hominídeos com mais de 1,8 milhão de anos foram encontrados na África, o que levou a maioria dos pesquisadores a acreditar que o grupo tinha começado a evoluir naquele continente.

O professor Ahlberg assinala que a descoberta em Creta “desafia a narrativa aceita” sobre a evolução precoce da humanidade e que é provável que gere muito debate.

Basta agora saber se “a comunidade de pesquisadores da origem humana” aceita estas pegadas fossilizadas como “prova conclusiva da presença de primatas no mioceno, a quarta época da era geológica Cenozoica, e a primeira época do período Neogeno, de Creta”, conclui o acadêmico.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …