Há um “planeta destruidor” no Sistema Solar (e pode ser o misterioso Planeta X)

Jacob A. Kegerreis / Durham University

Imagem da simulação computorizada mostra um objeto colidir com Urano

Uma equipe de cientistas da Universidade de Durham, na Inglaterra, provou que há alguns bilhões de anos de anos um planeta desconhecido, duas vezes maior que a Terra, colidiu com Urano.

Essa colisão espacial pode explicar o motivo de o eixo do sétimo planeta do Sistema Solar ter ficado “de lado”, ao contrário de todo os outros planetas. Nesse sentido, esse corpo celeste que colidiu com Urano pode ser o nono planeta que os astrônomos têm procurado, relata a Phys.org.

A hipótese sobre a colisão de Urano com um grande planetesimal – um corpo rochoso ou de gelo que teria se formado nos primórdios do Sistema Solar – foi proposta há várias décadas, mas nem toda a comunidade científica aceitou essa teoria.

Foi apresentada uma versão diferente, segundo a qual o eixo de rotação de Urano foi “desequilibrado” por um grande satélite que depois desapareceu.

Os resultados das simulações realizadas pela equipe de cientistas mostraram que a colisão e a “remodelação” de Urano aconteceram em um pequeno espaço de tempo, apenas algumas horas.

De acordo com os cientistas, o planeta que atingiu Urano ainda pode estar pairando no Sistema Solar e estaria muito além da órbita de Plutão, longe demais para que possamos observá-lo. Essa hipótese explicaria alguma das órbitas do planeta, indo ainda de encontro com a teoria de que existe um planeta ausente, o Planeta X, orbitando o Sol.

A catástrofe planetária ocorreu há cerca de 3 a 4 bilhões de anos, possivelmente ainda antes dos satélites de Urano terem se formado.

Nessa altura, o gigante de gelo era um protoplaneta com um disco de gás e poeira, do qual surgiram subsequentemente suas luas. A inclinação do eixo de Urano afetou a inclinação das órbitas de rotação dos satélites e a orientação de seus próprios eixos.

A colisão levou também à formação de uma camada externa que mantém o calor dentro do planeta (a temperatura da tropopausa do gigante gasoso é de 216 graus Celsius negativos).

Os gigantes de gelo são uma classe de planetas compostos de amônia, metano e sulfeto de hidrogênio na forma de líquidos supercríticos. No Sistema Solar, esses planetas gigantes são representados por Urano e Netuno.

Os compostos de hidrogênio e hélio correspondem a 20% da massa, o que os distingue dos gigantes gasosos como Júpiter e Saturno (nesses a proporção de hidrogênio e hélio representa 80%).

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nosso sistema solar será destruído antes do que pensávamos

Embora o solo sob nossos pés pareça sólido e reconfortante (na maioria das vezes), nada neste Universo dura para sempre. Um dia, nosso sol morrerá, ejetando uma grande proporção de sua massa antes que seu núcleo …

Mãe em Estocolmo não é mais suspeita de aprisionar filho

Promotores suecos estão retirando seu caso contra uma mulher acusada de prender o filho por vários anos. De acordo com as últimas informações, não há provas suficientes de que ele havia sido detido contra sua …

Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado

As observações astronômicas apontam para forças de "maré" e comportamento "canibal" de uma galáxia vizinha, que explicariam a escassez deste componente invisível. Se alguma galáxia é pobre em matéria escura, pode ser devido a uma interação …

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …