Ramadã volta à tona antes da Copa do Mundo mais muçulmana da história

O mês do Ramadã acaba de começar para os muçulmanos e será mais uma vez motivo de polêmica no esporte, já que os jogadores de países islâmicos, muitos deles convocados para a Copa do Mundo, enfrentam o dilema de fazer ou não o jejum em plena fase de preparação para a disputa do Mundial.

Nono mês do calendário lunar islâmico, o Ramadã começou na quinta-feira (17) na maioria dos países muçulmanos. A previsão é de que o período termine nos dias 14 ou 15 de junho, os dois primeiros dias de bola rolando na Rússia.

O tema ganha importância especial devido à quantidade de seleções que pode ser afetada pela prática religiosa, especialmente durante a fase de preparação. A atual edição da Copa do Mundo terá seis países com mais de 90% da população muçulmana: Marrocos, Tunísia, Senegal, Egito, Arábia Saudita e Irã.

A eles se unem a Nigéria, onde o Islã também é a religião majoritária, e os muçulmanos filhos de imigrantes, espalhados por seleções como França, Bélgica, Alemanha e Suíça.

Quatro dessas seleções estrearão nas duas primeiras rodadas do torneio, que podem coincidir com o fim do Ramadã. A Arábia Saudita, por exemplo, enfrenta a anfitriã Rússia no jogo de abertura do Mundial, no dia 14. O Egito encara o Uruguai no dia seguinte, mesma data do duelo entre Marrocos e Irã.

Durante o Ramadã, os muçulmanos ficam proibidos de comer, beber, fumar e manter relações sexuais do nascer até o pôr do sol. O jejum alimentar é o que mais preocupa treinadores e médicos, especialmente nesta época do ano, quando faz calor na Rússia.

O técnico do Egito, o argentino Héctor Cúper, expressou claramente sua preocupação ao jornal La Nación.

“Tenho um problema antes da Copa: o Ramadã. Meus jogadores fazem jejum do nascer do sol até que ele se ponha. Quando eu treino? Às cinco da manhã? Eu não posso treinar alguém que não faça a ingestão de líquidos ou não tenha calorias no corpo”, afirmou.

Já o técnico do Marrocos, o francês Hervé Renard, disse em recente entrevista à “France 24” que o Ramadã em 2017 foi a “experiência mais catastrófica” que ele viveu no comando da seleção.

“Nós administramos mal o nosso pessoal, na forma como nos organizamos no que diz respeito aos nossos jogadores. Teremos que fazer melhor“, reconheceu o treinador.

A imprensa do Senegal também entrou no debate e afirmou que o técnico Aliou Cissé pedirá aos jogadores que não façam jejum enquanto estiverem com a seleção do país.

Em alguns casos, o debate deixa as quatro linhas e chega às instituições que orientam sobre o cumprimento dos preceitos do Islã nos países muçulmanos, nos quais o Ramadã permeia o cotidiano.

Segundo o jornal egípcio “Al Masri Al Yaum”, a principal autoridade muçulmana do país, o grande mufti Shawki Alam, emitiu um “fawta” (decreto religioso islâmico) que permite que os jogadores do país escolham se farão ou não o jejum durante o Ramadã.

A Arábia Saudita aprovou uma disposição semelhante. No Marrocos há um precedente criado nos Jogos Olímpicos de 2012, quando o Conselho Superior de Ulemás do país permitiu que os atletas marroquinos “adiassem” o período do jejum.

Essas decisões decisões se baseiam na doutrina do Alcorão, segundo a qual os viajantes têm permissão para não jejuar desde que cumpram o período de abstinência quando voltarem para casa.

De qualquer forma, as flexibilizações não são regra e o costume do Ramadã é tão profundo nas sociedades muçulmanas que mesmo entre os “isentos” (doentes, grávidas, etc), há muitos que o cumprem rigorosamente, desconsiderando as ordens de seus médicos.

Portanto, em última análise, é uma decisão privada e pessoal, que colocará muitos jogadores convocados para a Copa do Mundo em uma posição difícil: ser fiel ao seu dever como muçulmano ou a sua responsabilidade como representantes de seus países.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Derrota histórica dos aliados de Angela Merkel põe em jogo estabilidade do governo alemão

Os aliados conservadores da chanceler Angela Merkel perderam a maioria absoluta no parlamento estadual da Baviera por larga margem na eleição regional que ocorreu neste domingo (14), um resultado que pode causar mais turbulência dentro …

Dia do Professor: Bolsonaro afirma que vai "resgatar o respeito em sala de aula"

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira (15), Dia do Professor, que pretende valorizar a categoria e resgatar o respeito em sala de aula. Lembrando que é formado em educação física, ele …

Tesla terá uma bebida própria (quando começar a ter lucro)

Carros elétricos, baterias, telhas fotovoltaicas e a Tesla não fica por aqui. Assim que começar a ter lucro, a marca vai começar a produzir uma bebida própria. A Tesla de Elon Musk não só produz automóveis elétricos, alimentados …

Fundador da Ethereum prevê uma crise financeira até 2021

Vitalik Buterin, fundador da Ethereum, não é um entendido em economia global, mas prevê uma crise financeira até 2021. Vitalik Buterin, o prodígio de programação de apenas 24 anos que inventou a plataforma Ethereum aos 19 anos, …

Ossadas contam história de criança neandertal devorada por pássaro gigante da Era do Gelo

Arqueólogos descobriram os restos humanos mais antigos já encontrados na Polônia. Análises posteriores revelaram serem de uma criança neandertal que teria sido devorada por um pássaro gigante. Apesar de as ossadas terem sido recuperadas já há …

Haddad: liberdade religiosa deve ser garantida no país

O candidato à Presidência da República, Fernando Haddad (PT), disse neste domingo (14), em São Paulo, que a liberdade religiosa no país tem que ser garantida e que sua preocupação é manter o Estado brasileiro …

Menina de 10 anos sobrevive a ameba que "come cérebros"

Uma menina de 10 anos sobreviveu ao primeiro caso na Espanha de Meningoencefalite Amebiana Primária (MAP), uma doença mortal em 97% dos casos. Uma criança de 10 anos, de Toledo, na Espanha, conseguiu sobreviver a uma …

Brasil é ouro e prata na Olimpíada Internacional de Economia

Estudantes brasileiros trouxeram duas medalhas de ouro e duas de prata da Olimpíada Internacional de Economia (IEO, na sigla em inglês). Com o desempenho, a equipe conquistou o terceiro lugar no ranking geral. Os vencedores foram …

Trump diz que Putin está “provavelmente” envolvido em assassinatos e envenenamentos

As declarações do presidente dos Estados Unidos foram proferidas durante uma entrevista ao programa “60 minutos”, da CBS News. Donald Trump admitiu neste domingo (14) que o presidente russo Vladimir Putin está “provavelmente” envolvido em …

Samba-enredo da Mangueira fará homenagem a Marielle em 2019

A escola de samba Estação Primeira de Mangueira escolheu, na madrugada deste domingo (14), seu samba enredo para o carnaval de 2019. A letra faz uma homenagem à Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro …