Robôs ajudam a acelerar o processo de reciclagem de baterias de carros elétricos

Pesquisadores do Laboratório Nacional de Oak Ridge (ORNL), nos EUA, criaram um sistema de desmontagem automatizada para baterias usadas de veículos elétricos.

Eles utilizaram robôs para reciclar materiais existentes nas células de energia de maneira mais segura e eficiente, reduzindo a produção de lixo tóxico.

Segundo os engenheiros do ORNL, apenas uma pequena quantidade das baterias de íons de lítio de carros elétricos são recicladas atualmente e a maioria ainda passa por processos manuais de desmontagem, o que reduz o rendimento e aumenta os custos de reaproveitamento de cada unidade.

“Ao acessar a parte interna da bateria e recuperar cobalto, lítio, folhas de metal e outros materiais, é preciso fazer um diagnóstico primeiro para garantir uma desmontagem segura. Com nosso sistema, quando o robô pega a bateria e a coloca na linha de produção, é a última vez que um humano vai tocá-la até que esteja desmontada”, explica o engenheiro Tim McIntyre, autor principal do estudo.

Os robôs usados para desmontar as baterias de lítio removem parafusos e peças rapidamente, sem precisar se preocupar com possíveis descargas elétricas. A desmontagem automatizada reduz a exposição humana a produtos químicos tóxicos e a altos níveis de energia residual que podem chegar a 900 volts em veículos elétricos de última geração.

Além de tornar esse processo mais seguro, o sistema desenvolvido pelos pesquisadores pode ser reconfigurado para desmontar qualquer tipo de bateria. Com uma programação específica, é possível acessar os módulos individuais para reutilizá-los no armazenamento de energia estacionária ou desmontá-los para recuperação total dos materiais.

“A desmontagem automática de componentes contendo materiais críticos não apenas elimina um processo manual trabalhoso, mas fornece uma maneira eficiente para separar os componentes mais caros. Esse valor agregado é uma parte importante para o estabelecimento de um processo economicamente viável”, acrescenta o diretor do Instituto de Materiais Críticos do Departamento de Energia dos EUA, Tom Lograsso, que participou da pesquisa.

Segundo estimativas feitas pelos pesquisadores, com o mesmo tempo gasto por um ser humano treinado para separar os materiais presentes no interior de 12 baterias de íons de lítio, um robô consegue desmontar 100 ou mais células de energia, garantindo um reaproveitamento quase total de seus componentes mais valiosos.

A ideia agora é construir um sistema automatizado mais robusto em escala comercial, ampliando sua utilização na desmontagem de motores de veículos elétricos para a recuperação de materiais como ímãs de terras raras, cobalto, aço e peças eletrônicas reaproveitáveis.

“Se o mercado de carros elétricos acelerar conforme o esperado nos próximos 10 a 20 anos, precisaremos resolver o problema do fluxo de resíduos e transformar essas baterias e veículos usados em peças centrais para a criação de uma cadeia de abastecimento de materiais sustentáveis”, encerra Tim McIntyre.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …

Em Nova York, Bolsonaro vai se reunir com Boris Johnson

O presidente Jair Bolsonaro viajou neste domingo (19/09) para Nova York, nos Estados Unidos, onde participará nesta semana da Assembleia Geral das Nações Unidas e terá seu primeiro encontro bilateral com o primeiro-ministro do Reino …

Os softwares de home office mais importantes

A pandemia de COVID-19 obrigou muita gente a trabalhar a partir de casa. Nesse momento, se uma pessoa pode fazer seu trabalho em home office, ela deve seguir este caminho. Toda essa situação ajudou as empresas …