Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia.

Os cientistas sociais frisaram que os três ótimos indicadores são consequência direta da tolerância, e não o contrário. Eles utilizaram dados globais para mostrar que o secularismo e abertura em relação a minorias pode ser usado estatisticamente para prever o Produto Interno Bruto per capita, nível de educação e democratização.

O resultado mostra que valores culturais pré-existentes são fatores de previsão de níveis de crescimento econômico e prosperidade. Uma das conclusões da análise é que o planejamento de desenvolvimento de um país também deve levar em consideração os valores culturais.

Por exemplo, para promover a democracia em um país, é necessário não só realizar mudanças econômicas e de regime, mas também promover abertura e tolerância a minorias.

Os primeiros locais a observarem aumento dramático em riqueza, saúde, educação e democracia foram os países Ocidentais. É importante notar que neste estudo, são considerados Ocidentais os países da Europa, os Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, ou seja, países desenvolvidos e com alfabeto romano.

Quanto mais avermelhados, mais seculares são os países; quanto mais amarelos ou brancos, menos seculares são. O artigo chamado “Pré-requisitos culturais para o desenvolvimento socioeconômico” detalha a pesquisa e está disponível em inglês no portal da Royal Society.

“Esta pesquisa mostra que – pelo menos no século XX – locais que tiveram as principais melhoras também tenderam a ter culturas seculares e tolerantes pré-existentes”, diz nota da Universidade sobre o estudo.

O estatístico do estudo, Daniel Lawson, da Escola de Matemática da Universidade de Bristol, afirma que o método utilizado permitiu a eles apreender valores culturais a partir dos dados e compará-los com estatísticas históricas.

“Com acesso a bancos de dados gigantescos, a história está se tornando ciência. Nossa análise guiada por dados apoia a noção que uma ‘boa’ sociedade – que valoriza diversidade, tolerância e abertura – pode também ser uma sociedade ‘produtiva’, o que é motivo para se ter esperança sobre o futuro”, diz ele.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

OMS diz não ter conhecimento de mortes relacionadas ao uso da vacina da Pfizer

A OMS não tem conhecimento de qualquer morte relacionada ao uso da vacina contra a COVID-19 produzida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech, disse hoje (20) a diretora-geral adjunta da organização, a brasileira Mariângela Simão. "Temos uma …

QAnon ganha cada vez mais força na Alemanha

O ataque ao Capitólio nos EUA ilustrou o perigo que teorias da conspiração podem representar. Na Alemanha, o movimento tem cada vez mais adeptos – que se mantêm fiéis ao agora ex-presidente americano Donald Trump. A …

Coronavírus em Manaus: "Meu irmão morreu de covid em hospital particular, e a conta é de R$ 180 mil"

A tragédia familiar vivida pelo advogado Amaury Andreoletti ilustra o impacto emocional e também financeiro do colapso no sistema de saúde de Manaus (AM). Andreoletti, que chegou a ficar quatro dias internado e se recuperou, viu …

Biden reverte medidas de Trump e volta ao Acordo do Clima de Paris; entidades comemoram

Horas depois de assumir a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu a promessa de reverter uma série de medidas tomadas pelo antecessor, Donald Trump. No total, foram 17 decretos assinados …

Avião com vacinas contra covid-19 entra em rota de colisão com jato após curva errada

  Essa foi por pouco! Na manhã desta terça-feira (19), um avião monomotor com vacinas contra a covid-19 a bordo fez uma curva errada após a decolagem, e acabou entrando em rota de colisão com um …

Emaranhamento quântico é transmitido a drones separados por 1 km de distância

Fótons emaranhados foram transmitidos entre dois drones pairando a um quilômetro de distância um do outro, demonstrando tecnologia que poderia ser a base de uma internet quântica. Quando dois fótons são emaranhados quanticamente, você pode deduzir …

Joe Biden empossado 46.º Presidente dos EUA

Joe Biden tomou posse, esta quarta-feira, como Presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris foi empossada a primeira vice-presidente norte-americana. No seu discurso, Biden disse que "este é o dia da América, da democracia …

Covid-19: Brasil deve enfrentar pior fase da pandemia nas próximas semanas

Nos últimos dias, a pandemia no Brasil foi marcada por imagens de dor e de esperança. De um lado, a falta de oxigênio em Manaus mostrou a tragédia causada pela falta de coordenação contra a …

Após meses, Jack Ma reaparece publicamente via vídeo em evento no interior da China

Sem aparecer publicamente desde o fim de outubro de 2020, Jack Ma faz sua primeira aparição em evento de bem-estar social para professores em área rural da China. O bilionário cofundador do grupo Alibaba, gigante do …

Donald Trump perdoa Steve Bannon e outros aliados

Nas suas últimas horas no cargo, o presidente dos EUA concede perdão a vários aliados e também políticos condenados por corrupção. Entre os perdoados está seu ex-estrategista-chefe. O presidente dos EUA, Donald Trump, usou suas últimas …