Segunda onda no Brasil pode vir a qualquer momento, alerta especialista

António Lacerda / EPA

Apesar de diminuição dos casos, epidemia do coronavírus não acabou no Brasil e segunda onda da COVID-19 pode acontecer a qualquer momento, disse médica à Sputnik Brasil.

Na terça-feira (27), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou nota técnica alertando para “o aumento do número de casos nas últimas semanas, em algumas regiões do mundo, como em países da Europa e nos Estados Unidos”.

Segundo o órgão, esse fato ressalta a “necessidade de intensificação das medidas nacionais de prevenção e controle de novos casos de infecção” pelo coronavírus. Devido à chamada segunda onda da COVID-19, países como Espanha, França e Itália aumentaram as medidas de isolamento social para conter a disseminação da doença.

Segundo a pediatra Isabella Ballalai, ex-vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações, o alerta da Anvisa “chamando a atenção para que todos se preparem para uma possível segunda onda não é nada de novo”.

“No Brasil a gente ainda vive um platô de casos. A gente teve uma boa diminuição de casos, hospitalizações e óbitos pela COVID-19, mas esse platô se mantém”, disse a especialista.

Brasil registra 510 mortes e 28.629 casos

Segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira (29), o Brasil registrou mais 510 mortes pela COVID-19, fazendo total de óbitos alcançar 158.456. A pasta informou ainda que foram contabilizados 28.629 novos casos da doença. Total de infectados é de 5.468.270.

Ballalai diz que “só o tempo vai dizer se o Brasil vai seguir o mesmo padrão da Europa”, mas é “importante entender que a pandemia não acabou” no país.

“Ainda não estamos em pós-COVID-19, ou pós-pandemia, como muitos falam. A gente precisa ter cuidado, e a questão do preparo das autoridades e da estrutura de saúde é para que a gente não seja pego de surpresa mais uma vez”, afirmou a médica.

Guedes: Governo atuaria “da mesma forma”

Nesta quinta-feira (29), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que se houver uma segunda onda do coronavírus no Brasil o governo vai trabalhar “da mesma forma” que atuou ao longo dos últimos meses.

Segundo Ballalai, essa segunda onda, ou um aumento do número de casos, “pode acontecer a qualquer momento“.

De acordo com a nota técnica da Anvisa, “o serviço de saúde deve garantir que as políticas e as boas práticas internas minimizem a exposição a patógenos respiratórios, incluindo o SARS-CoV-2”.

“Desta forma, as medidas de prevenção e controle devem ser implementadas em todas as etapas do atendimento do paciente no serviço de saúde, desde sua chegada, triagem, espera, durante toda a assistência prestada, até sua a sua alta/transferência ou óbito”, continua o documento.

De acordo com a médica, a população também precisa estar consciente dos riscos do coronavírus e evitar o contágio.

“É importante ressaltar que os cuidados se mantêm. Sair de casa, para onde e porque deve ser uma decisão bastante responsável. Ainda estamos em situação de pandemia“, disse.

“Polarização política” da vacina

A pediatra se mostra confiante nas pesquisas para a produção de uma vacina, mas diz que é impossível saber quando teremos um imunizante aprovado, distribuído e aplicado na população.

Ela critica ainda o que chamou de “polarização política de assuntos da saúde”, o que, segundo a médica, gera “insegurança na população”.

“As pesquisas mostram que a população se sente segura e confia em vacina ou na saúde quando confia nas autoridades. Polarização só serve para deixar todos em dúvidas, todos com mais preocupação e medo nesse cenário que a gente vive, que é muito grave”, argumentou a especialista.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …