Sepultura de piratas é descoberta com os restos do famoso “Robin Hood dos Mares”

(dv) Whydah Pirate Museum

Réplica do navio pirata Whydah Gally no Museu dedicado a ele em Massachusetts, EUA

Foi descoberta “a maior sepultura em massa nos EUA”, com os restos mortais do famoso pirata Samuel “Black Sam” Bellamy e do seu bando de 100 homens, no local onde seu navio naufragou, há mais de 300 anos.

Arqueólogos descobriram vestígios humanos que correspondem a mais de 100 pessoas numa sepultura localizada em uma área isolada de Cape Cod, ao largo da costa de Massachusetts, nos EUA.

Os corpos seriam da tripulação de piratas do famoso Capitão Black Sam Bellamy, que ficou conhecido como o pirata mais rico do mundo. Entre os vestígios estariam também partes do próprio Bellamy.

Os corpos teriam ficado sepultados naquela região após o naufrágio do navio onde viajavam, o Whydah Gally, em 1717, no seguimento de uma violenta tempestade.

Foi no Whydah Gally que Bellamy e seus piratas roubaram mais de 54 navios, ao longo da costa dos EUA e do Caribe. Feitos que levaram Black Sam a se tornar o “pirata mais rico do mundo”, com uma fortuna de 131 milhões de dólares, segundo um estudo de 2008 da Forbes (e o câmbio daquele ano).

Testes de DNA

Os primeiros destroços do Whydah foram descobertos em 1984, pelo explorador Barry Clifford. Mas só em 2016 é que Clifford conseguiu, finalmente, encontrar os primeiros vestígios do tesouro do barco pirata.

Em fevereiro deste ano, os arqueólogos liderados por Casey Sherman, que têm explorado a área do naufrágio do Whydah, encontraram os restos mortais do que seria o corpo do Capitão Black Sam. Entretanto, chegaram à vala comum de piratas, onde seus homens estariam sepultados.

“Acreditamos ter encontrado a maior sepultura em massa nos EUA“, revela Casey Sherman em declarações ao jornal The Telegraph. E entre os vestígios agora detectados, teria também sido encontrado um fêmur que pode pertencer a Black Sam.

O próximo passo é tentar comparar o DNA retirado do esqueleto com um descendente vivo do capitão pirata que reside no Reino Unido. Cientistas forenses da Universidade de New Haven, Connecticut, nos EUA, lideram os testes genéticos.

“A prova de que é [o corpo de] Bellamy é extremamente convincente. Estava imediatamente ao lado de uma pistola que ficou provado ser de Bellamy sem qualquer sombra de dúvidas”, salienta ao Telegraph o professor Timothy Palmbach, da Universidade de New Haven.

“A pistola tinham algumas características únicas e símbolos e foi apresentada a ele envolta em uma fita de seda decorativa. É consistente com a pistola de Bellamy“, acrescenta Palmbach.

Um capitão democrático e justo

Black Sam tinha apenas 28 anos quando morreu ao lado de 140 piratas. Apenas dois sobreviveram, o índio John Julian, que fugiu, e o escocês Thomas Davis, que foi julgado em Boston, nos EUA, relatando muito do que hoje se sabe sobre as aventuras do Whydah, de Bellamy e seus homens.

“Ele era conhecido como o Príncipe dos Piratas devido à sua natureza gentil, mas severa, e era capaz de mitigar situações potencialmente violentas”, destaca Casey Sherman ao Telegraph.

Black Sam teria se tornado pirata por amor, para reunir dinheiro para casar com a mulher da sua vida. Ele era conhecido como um capitão democrático e justo, que distribuía as riquezas, o que valeu a ele o apelido de “Robin Hood dos Mares”, e que ouvia a opinião dos seus parceiros sobre as aventuras que deveriam viver na manhã seguinte.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …

Por que o príncipe da Arábia Saudita hackeou celular de Jeff Bezos, segundo investigação da ONU

Uma intriga internacional envolve, desde 2018, o homem mais rico do mundo e uma ditadura ultrafechada acusada de matar seus inimigos com requintes de crueldade. E, agora, o caso está sendo investigado por especialistas em …

Garoto de apenas 6 anos arrecada $270 mil para ajudar animais em incêndios australianos

Nos incêndios que devastaram algumas regiões da Austrália, mais de 1 bilhão de animais morreram. No esforço para salvar os animais resgatados e tentar, o mais rápido possível, lhes oferecer um novo lar, este garotinho …