Serviço de “proteção” do Facebook espiona internautas

O Facebook está incluindo no seu aplicativo para celulares uma nova opção intitulada “Protect” que, afinal, serve sobretudo para espionagem empresarial, permitindo à rede social roubar ideias e ganhar vantagem sobre a concorrência.

O alerta é lançado pelo site de tecnologia TechCrunch que explica que a opção “Protect” (Proteger, em português) direciona os utilizadores do aplicativo para celulares do Facebook para a App Store, desafiando-os a instalar o serviço Virtual Private Network (VPN) chamado Onavo.

A Onavo surge, assim, como uma ferramenta VPN, ou seja, um sistema de proteção de dados e de privacidade que permite encriptar as informações dos utilizadores quando eles visitam sites, de modo a não serem rastreados.

Embora “mascarem” a atividade dos utilizadores, não permitindo a terceiros a recolha de dados dos mesmos, as VPNs podem registrar tudo o que seus clientes fazem online. E é precisamente isso que a Onavo faz, mas sob a “máscara” da proteção e com um intuito que passa precisamente pela recolha de dados para uso próprio – já que o Facebook não é uma empresa de segurança informática.

Na App Store, nota-se que a Onavo “guarda com segurança os logins de websites e informações pessoais, como contas bancárias e números dos cartões de crédito”, protegendo as “informações privadas dos websites móveis maliciosos, de phishing e não seguros, que podem ver e compartilhar suas informações privadas”.

Aquilo que não se explica é que a Onavo permite ao Facebook saber tudo o que as pessoas fazem nos celulares, mesmo fora do âmbito da rede social. A ferramenta permite à empresa monitorar os hábitos no uso da internet global, conseguindo rastrear informações sobre outros aplicativos e sobre a forma como os utilizadores interagem com ela.

É, assim, uma ferramenta preciosa em termos de espionagem empresarial. A Onavo “permite ao Facebook monitorar a atividade dos utilizadores entre aplicativos”, o que dá à rede social “uma grande vantagem em termos de detectar novas tendências em todo o vasto ecossistema móvel“, explica o TechCrunch.

O Facebook pode, através da ferramenta, entender em primeira mão quais “aplicativos estão se tornando grandes sucessos”, quais crescem mais lentamente e que “características novas” desses aplicativos resultam melhor com os utilizadores, refere o site tecnológico.

Onavo permitiu “esmagar” rede social em crescimento

A rede social de Mark Zuckerberg já teria tirado partido dos dados da Onavo para obter vantagem relativamente à concorrência, como na “batalha com o Snapchat”, segundo o TechCrunch.

Um artigo de agosto de 2017 do Wall Street Journal mencionava precisamente este dado, realçando que o Facebook conseguiu perceber antecipadamente que o lançamento da funcionalidade “Stories” no Instagram, rede social de que é proprietária, estava  afetando negativamente o crescimento do Snapchat, a rede social focada nos celulares que se baseia na criação de mensagens instantâneas para Android e iOS.

O TechCrunch acrescenta que a Onavo também permitiu ao Facebook “esmagar” outra rede social, vocacionada para adolescentes, que não chegou a ser divulgada, integrando uma das suas funcionalidades que estaria tendo grande sucesso nos celulares.

A VPN do Facebook não estará disponível para os utilizadores de todo o mundo. A rede social confirma ao TechCrunch que a Onavo está neste momento disponível nos EUA em dispositivos iOS. Mas o site frisa que teria também utilizadores no Brasil e na Índia e que já teria sido detectada, em 2016, no Reino Unido.

O gestor de produto da Onavo, Erez Naveh, explica ao site tecnológico que “como outras VPNs”, esta “atua como uma ligação segura para proteger as pessoas de sites potencialmente perigosos”.

Naveh também reconhece que “o aplicativo pode recolher dados de tráfego móvel para ajudar a reconhecer táticas que maus agentes utilizam”, destacando que isso “ajuda a ferramenta a funcionar melhor” ao longo do tempo, mas não confirmando os aspectos maliciosos da Onavo.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …