Silêncio toma conta da cidade mais afetada por terremoto do século no México

Jorge Nunez / EPA

Hotel destruido em Juchitan, Mexico, depois do terramoto de 7 de setembro

Um silêncio espesso, como uma mistura de luto, trauma e incerteza, se apoderou de Juchitán de Zaragoza, a cidade mais impactada pelo potente terremoto, o maior desde 1932, que sacudiu o sul e o centro do México na noite de quinta-feira.

“É muito triste pelo fato e é talvez o evento mais catastrófico de Juchitán. A cidade está destruída e onde caminhamos está o amigo ou o vizinho que perdeu seu lar. É muito triste saber que, em qualquer lugar que se vá, Juchitán está em ruínas“, conta Edgar Mario.

Mario era um dos curiosos reunidos na noite de sexta-feira, 24 horas depois do tremor, ao redor dos soldados da marinha, do exército, da Defesa Civil e bombeiros voluntários que trabalham na busca de vítimas e na remoção de escombros do Palácio Municipal.

Este edifício, outrora símbolo nesta cidade do Istmo de Tehuantepec, no sulista estado de Oaxaca, é hoje uma triste imagem do grave impacto que teve neste humilde município o sismo de magnitude 8,2 na escala Richter.

Segundo a contagem oficial, neste município há 36 mortos, a maioria ainda sob os escombros, 7.000 casas afetadas e milhares de pessoas desalojadas.

Talvez por isso, as pessoas se amontoassem em frente ao Palácio Municipal com uma solenidade pouca habitual, sem dizer uma só palavra, e seguissem com interesse toda a ação das autoridades.

O silêncio e o espanto se destacam nesta localidade de cem mil habitantes e que registra 36 do total de 61 mortes causadas pelo forte terremoto, convertendo-se no epicentro da tragédia. A área mais afetada é o centro da cidade, onde a luz vai e vem e o serviço de água ainda não foi restabelecido.

Para os moradores, este é um problema menor, uma vez que passaram as últimas horas sentados em frente às suas casas ou em um albergue ao ar livre que as autoridades habilitaram e onde lhes são oferecidos colchões para poder descansar.

Nestes lugares apenas se fala e se respira tristeza e consternação. A população geralmente vive com pânico as réplicas do movimento sísmico, que se repetem muitas vezes por hora e se sentem com intensidade.

Ainda que nas ruas nesta noite houvesse certo movimento de pessoas, carros e mototáxis, quase todas as lojas estavam fechadas tanto neste município como nos vizinhos Salina Cruz e Tehuantepec.

O sismo fez com que se estilhaçassem as janelas e vitrines de muitos estabelecimentos, que hoje tampouco abriram por medo de saques perante a falta de água e mantimentos. Este é o palco de caos que se vive neste município de Oaxaca, um dos estados mais pobres do país, mas também reconhecido pela sua história, seu folclore e sua essência indígena.

Afortunadamente, nem toda a costa do Pacífico de Oaxaca se viu afetada da mesma maneira pelo sismo, que impactou em mais de dez estados de todo o país e foi sentido por 50 milhões de pessoas. A localidade de Huatulco e boa parte da estrada até Juchitán, com cerca de 200 quilômetros, encontrava-se em perfeitas condições.

No entanto, perto de Juchitán havia perigosos deslizamentos de terra e grandes rochas no meio da via, que não impediam que caminhões e ônibus de passageiros transitassem por elas.

“Graças a Deus, foi o nervosismo e o medo, nada mais”, conta Mario Luis, um motorista de táxis de Huatulco que hoje mudou suas rotas habituais para levar jornalistas até Juchitán de Zaragoza, protagonista involuntária deste terrível terremoto.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

'Estamos em guerra': França confiscou 1 milhão de máscaras destinadas à Espanha e Itália

Os dois países se envolveram em uma disputa diplomática depois que parte das máscaras com destino a outros países vindas da China foram retidas em cidades francesas. As autoridades francesas apreenderam milhões de máscaras que uma …

Sobrevivente da 2ª Guerra e Gripe Espanhola se cura do coronavírus ao 104 anos

Depois da Segunda Guerra Mundial e da pandemia de gripe espanhola, a nova inimiga do soldado aposentado William ‘Bill’ Lapschies, nascido em Salem em 1916, foi a Covid-19 – e ele venceu a batalha! Aos 104 …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

UE teme que política autoritária adotada na Hungria por causa do coronavírus tenha efeito dominó no bloco

Em nome da luta contra o novo coronavírus, a Hungria estabeleceu estado de emergência e concedeu poderes ilimitados ao governo de Viktor Orbán. A Europa condena o uso político da pandemia da Covid-19 e …

Grécia põe campo de refugiados em quarentena após infeção

Autoridades confirmam ao menos 20 infecções, todas sem sintomas. Exames foram feitos após uma mulher que deu à luz ter testado positivo para o novo coronavírus no hospital. A Grécia colocou em quarentena o campo de …

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …