Sobrinho de Kim Jong-un está cansado de fugir

Ele está fora da Coreia do Norte e perdeu o pai em um ataque com uma arma química. Aos 21 anos, Kim Han-sol está cansado de fugir do que seria a perseguição do tio, Kim Jong-un, líder norte-coreano que teria envolvimento na morte do irmão, informou um canal sul-coreano.

De acordo com informações da TV Chosun, Kim Han-sol é filho de Kim Jong-nam, meio irmão mais velho de Kim Jong-un e que foi morto em um aeroporto da Malásia, em fevereiro – duas suspeitas são acusadas de utilizarem uma arma química, o VX, para assassiná-lo.

Após a morte do pai, Kim Han-sol vive agora sobre “proteção ferrenha” da mãe, Ri Hye-kyong, que também protege a filha de 19 anos, Kim Sol-hui, de acordo com a TV Chosun. “Isso o mantém seguro, mas também o deixa frustrado ao mesmo tempo”, explicou o canal.

O jovem teria ainda desenvolvido o hábito de ingerir bebidas alcoólicas durante o dia, um efeito da fuga vivida pela família desde a morte de Kim Jong-nam, que teria a participação direta de Kim Jong-un, segundo especulações da imprensa sul-coreana.

“Kim Han-sol tem dito às pessoas ao seu redor que ele está feliz que sua família esteja segura, mas o programa de proteção é sufocante. Ele também tem consumido álcool durante o dia, enquanto dizia que ele tinha mais liberdade trabalhando em Macau”, afirmou o canal de TV da Coreia do Sul.

Primogênito do ex-líder norte-coreano Kim Jong-il, Kim Jong-nam foi preterido em favor de Kim Jong-un. Antes de ser assassinado, ele vivia com a família em Macau, onde trabalhava em um hotel. O seu exílio da Coreia do Norte começou em 2001, segundo o jornal Korea Herald.

(cv) The New York times

Kim Han-sol, filho de Kim Jong-nam e sobrinho de Kim Jong-un, bisneto de Kim Il-sung

O interesse na morte de Kim Han-sol teria justificativa. Acredita-se que ele seja o último homem sobrevivente da descendência de “Baekdu”, a linhagem direta do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung, e do seu filho Kim Jong-il, o que poderia fazer dele uma ameaça potencial para seu tio Kim Jong-un.

Não por acaso, o atual líder norte-coreano tem consistentemente eliminado tais ameaças desde que ele subiu ao poder, após a morte do pai, em 2011.

Em uma entrevista à mídia finlandesa em 2012, Kim Han-sol criticou abertamente o regime norte-coreano e o governo do tio, dizendo que sempre sonhou que um dia retornará à sua pátria para “melhorar as coisas”. No momento da entrevista, Kim estudava em uma escola internacional na Bósnia e passou por uma experiência educacional na França.

O paradeiro do sobrinho de Kim Jong-un e da família é desconhecido, embora os governos da Holanda, China, Estados Unidos e um quarto país tenham oferecido asilo à família.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …