Solução? Cientistas criam vírus que poderia ser capaz de combater a COVID-19

Cientistas dos EUA realizam experimentos com ratos infectados com o coronavírus MERS que permitiriam obter solução eficiente no combate à COVID-19.

Até o momento não existe uma vacina que possa proteger as pessoas de infecções provocadas por coronavírus.

Contudo, em suas pesquisas, um grupo de cientistas americanos descreveu um método promissor que consiste na criação de um vírus artificial com fragmentos da proteína S, da qual são formados os espinhos dos coronavírus, pelos quais eles se conectam com os receptadores na superfície de células, permitindo ao vírus invadir as mesmas.

Para tanto, o vírus artificial foi feito com base no vírus natural PIV5, presente nos cães, mas inofensivo ao ser humano, cujo gene força as células infectadas a produzir a glicoproteína S, análoga ao conteúdo da que existe nos espinhos do coronavírus.

Uma vez criado, o vírus foi injetado em ratos e usado como uma vacina contra o coronavírus MERS, publicou a revista da Sociedade Americana de Microbiologia, mBio.

Sabe-se que tal coronavírus não infecta ratos, por isso, para o experimento foram criados animais modelos nos quais é liberada a proteína DPP4, usada pelo coronavírus MERS como ponto de entrada em células humanas.

Como resultado, os testes mostraram que uma única dose de vacina viral, introduzida pelo nariz, fazia com que as células infectadas produzissem a proteína S de maneira efetiva, o que, por sua vez, gerou reações imunológicas contra a proteína no animal portador.

Quatro semanas após receberem a vacina, todos os ratos que ficaram imunizados com o vírus modificado PIV5 sobreviveram ao coronavírus MERS. Ao contrário, todos os ratos imunizados com o PIV5 sem genes para produzir a proteína S morreram da infecção.

Além disso, os animais que receberam uma vacina intramuscular com vírus MERS inativo apresentaram altos níveis de granulócitos eosinófilos, o que aponta a presença de infecção e inflamação, o que traz reflexões sobre a segurança do uso de vacinas intramusculares com vírus inativos.

“A pesquisa demonstra que a vacina intranasal na base do PIV5 é eficaz contra o coronavírus MERS nos ratos e seu potencial deverá ser pesquisado contra outros coronavírus perigosos, incluindo o SARS-CoV-2 [o coronavírus da COVID-19]”, declarou um dos líderes da pesquisa, Paul B. McCray.

Ainda de acordo com McCray, a descoberta de uma vacina eficaz contra o SARS-CoV-2 é uma “questão de tempo”. Atualmente, sua equipe tenta usar o mesmo método para combater o coronavírus da COVID-19.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Esta massiva galáxia antiga não deveria existir, de acordo com astrônomos

Uma galáxia massiva similar à Via Láctea desafia a compreensão da formação de galáxias por astrofísicos. Estudo publicado na Nature revela que o sistema surgiu 1,5 bilhões de anos após o Big Bang, sendo o …

Pela 1ª vez, Twitter alerta para fake news em posts de Trump

Rede social marcou dois tuítes do presidente americano com sugestão para que usuários chequem os fatos, apontando que alegações "não têm fundamento". Em reação, Trump acusou plataforma de interferir em eleições. A rede social Twitter colocou, …

Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes

Equipe de arqueólogos australianos descobriu raros exemplares de arte rupestre detalhada e em pequena escala com recurso a estênceis, em um abrigo rochoso do povo aborígene Marra. O achado teve lugar em uma caverna que servia …

Costa Rica realiza primeiro casamento homoafetivo da América Central e celebra avanço social

Duas mulheres se casaram na manhã desta terça-feira na Costa Rica, que se tornou o primeiro país da América Central a legalizar o casamento entre pessoas homoafetivas. A pandemia de coronavírus restringiu as comemorações. …

Novo coronavírus não se propaga facilmente pelo contato com superfícies e objetos

Nós sabíamos que o novo coronavírus poderia sobreviver em superfícies por determinados períodos de tempo, e que há detergentes especiais para o manterem longe, mas essa não era a principal forma de transmissão. Agora o Centro …

Sistema do Twitter falha em rotular mensagens falsas

Com o propósito de ajudar seus usuários a não serem vítimas da desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o Twitter investiu em mecanismos com base na inteligência artificial para rotular postagens falsas e …

EUA antecipam veto a entrada de estrangeiros que passaram pelo Brasil

Restrição passa a valer às 23h59 desta terça-feira, dois dias antes do anteriormente anunciado. Medida atinge cidadãos não americanos que estiveram em território brasileiro nos últimos 14 dias, salvo algumas exceções. O governo dos Estados Unidos …

Coronavírus: por precaução, OMS suspende ensaios clínicos com hidroxicloroquina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira, que suspendeu "temporariamente" os ensaios clínicos com hidroxicloroquina que realiza com parceiros em diversos países, por medida de precaução. A decisão segue a publicação na sexta-feira …

Exoplanetas habitáveis poderiam ser identificados por 'código de cores', afirma estudo

As enormes distâncias até os exoplanetas teoricamente capazes de suportar vida impedem a observação direta e a exploração dessas possibilidades, levando cientistas a procurar soluções inovadoras. Uma equipe de astrônomos da Universidade Cornell, nos Estados Unidos, …

Remdesivir melhorou tempo de recuperação da covid-19

Um novo estudo envolvendo 50 pesquisadores da área da saúde descobriu que o remédio antiviral remdesivir, projetado originalmente para o tratamento do ebola, reduziu o tempo de recuperação em pacientes de Covid-19 de uma média …