Surto de febre amarela pode ter relação com desequilíbrio causado por tragédia de Mariana

Corpo de Bombeiros / MG

Desde o início de 2017, casos de febre amarela voltaram a aparecer gradativamente na sociedade brasileira. A doença, que parecia superada, ganhou proporções maiores neste mês de janeiro, com casos em São Paulo, especialmente, assustando a população a provocando filas imensas nos postos de vacinação.

Há um ano, a bióloga Márcia Chame, do instituto de pesquisas Fiocruz, explicou que o fenômeno pode estar diretamente relacionado com a tragédia de Mariana, ocorrida em 2015. Na época, ninguém deu muita bola, mas agora parece valer a investigação.

O rompimento da Barragem do Fundão, controlada pela mineradora Samarco Mineração S.A., em conjunto com a Vale S.A. e a anglo-australiana BHP Billiton, provocou destruição na região pertencente ao estado de Minas Gerais.

A lama levou casas, deixou aos menos 25 pessoas desaparecidas e três mortos, além de provocar impactos até hoje incalculáveis no ecossistema da região.

A hipótese tem como ponto de partida o fato de os primeiros pacientes com sintomas da doença serem residentes de cidades na região próxima do Rio Doce, que foi invadido pelos dejetos da barragem e perdeu quase toda sua vida útil.

“Mudanças bruscas no ambiente provocam impacto na saúde dos animais, incluindo macacos. Com o estresse gerado pelos desastres e com a falta de alimentação adequada, eles se tornam mais suscetíveis a doenças, incluindo a febre amarela”, explicou Márcia ao Estadão.

Muito provavelmente, os macacos da região foram as primeiras vítimas do vírus. Diante do desastre, eles migraram para outras regiões, podendo ter sido a principal fonte de disseminação da doença.

Em 2018, a tragédia em Mariana completa 3 anos. Até hoje, as vítimas lutam para receberem indenizações das empresas responsáveis em processos que se arrastam na Justiça.

Mas, cuidado: os macacos não têm culpa nenhuma da transmissão do vírus. “Na verdade, os macacos, assim como os seres humanos, são vítimas da doença, que também pode matá-los, e não efetivos causadores, como muitos podem erroneamente pensar. Não há como vacinar os macacos que vivem em áreas de mata, contrariamente ao que ocorre com os humanos, que podem se vacinar”, conta Alexandre Rossi, zootecnia e cursa medicina veterinária, em texto publicado no Portal IG.

Ciberia // Hypeness

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …