A tinta das tatuagens acaba nos gânglios linfáticos

Partículas microscópicas – que não têm mais do que um milionésimo de centímetro – da tinta usada para fazer tatuagens conseguem “viajar” pelo corpo humano e acabam depositadas nos gânglios linfáticos, parte do sistema linfático que tem um importante papel no sistema imunológico humano.

De acordo com um estudo pulicado na Scientific Reports, nas pequenas partículas, de um milionésimo de centímetro, que viajam pelo corpo estão inclusos níquel, crômio, manganês e cobalto.

Outro componente presente na tinta das tatuagens é o dióxido de titânio (que também foi detectado nos gânglios), pigmento também encontrado nos aditivos colocados em alimentos, tintas e protetores solares e pode causar comichões, irritações na pele e atrasos no processo de cicatrizar feridas.

A tinta usada nas tatuagens é composta por vários pigmentos orgânicos e inorgânicos, sendo que eles podem ser contaminados por impurezas tóxicas.

Os cientistas avisam que, antes de se fazer uma tatuagem, verificar a composição química das tintas usadas seria tão importante quanto ter a certeza que o estúdio usa apenas agulhas esterilizadas.

“Ninguém verifica a composição química das cores, mas o nosso estudo mostra que talvez devessem fazê-lo”, disse ao The Guardian Hiram Castillo, coautor do estudo e pesquisador no European Synchrotron Radiation Facility, em Grenoble, França.

Os cientistas de Grenoble foram auxiliados por pesquisadores de um instituto de Berlim especializado na avaliação de risco para conseguirem identificar as partículas das tintas das tatuagens na pele e nos gânglios linfáticos, que se localizam no pescoço, axilas e virilhas.

Eles chegaram à conclusão de que apenas partículas muito pequenas – nanopartículas – chegavam aos gânglios linfáticos. Procuraram ainda mudanças nos tecidos próximos das partículas, como alterações ao nível molecular, e detectaram “provas fortes” da migração e depósito a longo prazo dos elementos tóxicos no corpo.

No estudo, ficou estabelecida a presença das partículas nos gânglios linfáticos, mas só a próxima fase da pesquisa permitirá entender se elas causam efeitos adversos, incluindo inflamação, resumem os autores da pesquisa.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …