Trump assina ordem executiva que repõe sanções contra o Irã

O presidente dos Estados Unidos assinou a ordem executiva que prevê a reposição de várias sanções contra o Irã, afirmando que o objetivo político de Washington é impor uma “máxima pressão econômica” sobre Teerã.

A ordem executiva é assinada três meses depois de Washington ter saído do acordo nuclear com o Irã e as sanções previstas no documento entrarão em vigor a partir da meia-noite (hora local em Washington).

O acordo nuclear foi assinado em 2015 entre o Irã e o grupo 5+1 (EUA, Rússia, China, França, Reino Unido e Alemanha).

Com exceção de Washington, os restantes continuam comprometidos com o protocolo, que previa o congelamento do programa nuclear iraniano em troca do levantamento de sanções econômicas.

Em comunicado, o chefe de Estado norte-americano reiterou nesta segunda-feira (6) que o acordo de 2015 foi “horrível e unilateral”, salientando que o protocolo acabou por proporcionar ao governo iraniano o dinheiro necessário para promover um clima de conflito no Oriente Médio.

“Instamos todas as nações a tomar medidas que deixem claro que o regime iraniano enfrenta uma escolha: ou mudar seu comportamento ameaçador, desestabilizador e a se reintegrar na economia global, ou continuar em um caminho de isolamento econômico”, frisou Trump.

O presidente advertiu igualmente que aqueles que não abandonarem os respectivos laços econômicos com o Irã “correm o risco de sofrer severas consequências” à luz das sanções agora repostas.

Trump reiterou igualmente a sua disponibilidade de firmar um novo acordo, “mais amplo”, com o Irã, um texto que não se limite ao programa nuclear iraniano.

Estou aberto para alcançar um acordo mais amplo, que aborde todo o conjunto de atividades malignas do regime, incluindo seu programa de mísseis balísticos e seu apoio ao terrorismo”, disse Trump, citado em comunicado divulgado pela Casa Branca.

Antes da divulgação da nota, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, já tinha assegurado que as novas sanções contra o Irã vão ser impostas de forma rigorosa e que serão mantidas até que o governo iraniano altere sua política.

Em declarações aos jornalistas no regresso aos EUA, após uma deslocação ao sudeste asiático, Pompeo disse ainda que o restabelecimento das sanções constitui um importante pilar da política norte-americana frente ao Irã.

Um alto funcionário da administração norte-americana afirmou que a ordem executiva firmada por Trump volta novamente a penalizar o comércio do ouro, de metais preciosos e outros, incluindo alumínio e aço, mas também repõe sanções ao setor automobilístico iraniano.

O decreto presidencial proíbe igualmente transações financeiras relacionadas com o sistema ferroviário, impede a aquisição de dólares por parte de Teerã e prever a imposição de sanções a todos que comprarem ou facilitarem a emissão de dívida soberana iraniana.

Rohani responde

O presidente do Irã, Hassan Rohani, respondeu ao homólogo norte-americano, afirmando ser insensato associar negociações a sanções e classificando a postura de Washington como “contraditória”. “Não se pode negociar ao mesmo tempo que há sanções”, disse.

Associar negociações a sanções é insensato. Impõem sanções às crianças iranianas, aos doentes e à nação”, disse o chefe de Estado iraniano, em entrevista à televisão estatal iraniana, algumas horas antes da entrada em vigor das sanções norte-americanas.

“Aquele que fala em negociações tem que demonstrar que quer solucionar algo com as negociações”, destacou Hassan Rohani.

Na mesma entrevista, o chefe de Estado acusou ainda os EUA de quererem promover uma “guerra psicológica” contra o país. “Querem lançar uma guerra psicológica contra a nação iraniana e provocar divisões” entre os iranianos, disse o representante.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas encontram maior e mais antigo monumento da civilização maia no México

Pesquisadores da Universidade do Arizona (EUA) descobriram a mais antiga construção monumental da civilização maia já encontrada até agora e a maior de toda a história pré-hispânica da região. O estudo, publicado na revista Nature, foi …

Herdeiro da Samsung pode voltar a ser preso

O herdeiro da Samsung, Lee Jae-yong, pode ter de voltar à prisão. Procuradores de justiça da Coreia do Sul pediram nesta quinta-feira (4) uma nova detenção do antigo diretor da gigante como parte de uma …

Escolas ao ar livre criadas para combater a tuberculose no início do século 20

Em 1904, surgia nas proximidades de Berlim a primeira escola ao ar livre do mundo. A Waldschule für kränkliche Kinder havia sido criada por Walter Spickendorff em conjunto com o pediatra Bernhard Bendix e o …

Fígados humanos foram criados em laboratórios e transplantados em ratos com sucesso

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores do Departamento de Patologia da Universidade de Pittsburgh (EUA) criou pequenos fígados através de engenharia genética utilizando células da pele humanas, e em seguida os transplantaram com sucesso em …

Governo alemão anuncia pacote de estímulo de 130 bilhões de euros

Merkel afirma que resposta "corajosa" é necessária para impulsionar a economia do país, abalada pela pandemia de covid-19. Medidas anunciadas incluem auxílios à indústria e às famílias e incentivos ao consumo. Os partidos que integram a …

Mark Zuckberg abre guerra contra seus funcionários ao não banir posts de Trump

E eis que Mark Zuckerberg terá semanas agitadas pela frente no que se refere à administração de seus funcionários. Isso porque o CEO e co-fundador do Facebook afirmou na última terça-feira que não fará nada …

Em 24 horas ocorrem 11 terremotos na área do Parque de Yellowstone

O parque nos EUA, conhecido por suas características geotérmicas e vida selvagem, está situado em cima de um supervulcão que, se entrar em erupção, pode causar enorme devastação na Terra. Em 24 horas, em uma área …

Mais uma vez os Simpsons previram tudo que está acontecendo nos EUA agora

Os roteiristas de “Os Simpsons ” ficaram conhecidos por prever diversos acontecimentos mundiais, da eleição de Donald Trump ao final de Game of Thrones. Parece que a bola de cristal da animação voltou a funcionar …

Brasil ultrapassa 30 mil mortes por covid-19

Em novo recorde, país registra 1.262 óbitos em um dia, elevando total para 31.199. Casos confirmados em 24 horas passam de 28 mil, chegando a 555.383. Apenas Reino Unido, Itália e EUA contabilizam mais de …

Suécia vai abrir “CPI da Covid-19” para saber se governo fez bem ao não isolar a população

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Suécia tem ido na contramão de seus vizinhos. O país escandinavo preferiu manter um ritmo quase normal em suas atividades e não impôs o confinamento …