Trump está proibido de bloquear pessoas no Twitter

Gage Skidmore / Flickr

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos está proibido de bloquear internautas no Twitter. A decisão é de uma juíza federal, que considera: Trump viola a primeira emenda da Constituição.

Uma juíza federal norte-americana proibiu, nesta quarta-feira (23), o presidente Donald Trump de bloquear internautas que são críticos em relação ao seu governo no Twitter. De acordo com Naomi Reice Buchwald, Trump viola a primeira emenda da Constituição: a liberdade de expressão.

“Como nenhum funcionário do governo está acima da lei, devemos presumir que o presidente e seu diretor de redes sociais, Dan Scavino, vão remediar o bloqueio que consideramos inconstitucional”, escreveu a magistrada no seu parecer de 75 páginas.

A juíza considerou que os utilizadores afetados foram “indiscutivelmente bloqueados como resultado de uma discriminação de ponto de vista”, o que é “inadmissível”. A decisão resulta de uma ação movida por um grupo de utilizadores da rede social que foram bloqueados pelo perfil de Donald Trump após terem criticado o governante.

Os utilizadores afetados alegaram que, como Trump usa o Twitter para uma série de anúncios políticos, sua conta particular é uma espécie de “fórum público” que não pode excluir pessoas em prol das suas próprias opiniões políticas.

A juíza acatou o argumento, e acrescentou que, mesmo que o presidente norte-americano tenha certos direitos de liberdade de expressão, não pode violar os direitos dos outros utilizadores.

“Embora tenhamos que reconhecer os direitos pessoais da Primeira Emenda, que também são sensíveis, do próprio presidente, ele não pode exercer esses direitos de forma a infringir esses mesmos direitos àqueles que os criticaram”, referiu a magistrada.

Nem a rede social nem a Casa Branca comentaram a decisão. O uso das redes sociais se tornou uma das principais excentricidades de Donald Trump, que fez do seu perfil no Twitter uma fonte de informação onde anunciou medida políticas do seu governo e mudanças no seu gabinete – além de insultar líderes de outros países.

Os escritores Stephen King e Anne Rice, a comediante Rosie O’Donnell, a modelo Chrissy Teigen, a atriz Marina Sirtis e o comitê de ação política dos militares veteranos VoteVets.org são algumas das pessoas que Trump bloqueou no Twitter.

A conta do presidente conta com mais de 52 milhões de seguidores.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Qual a idade em que somos mais infelizes, segundo a ciência

A chamada crise dos 40 deixou de ser um mito, pelo menos de acordo com uma ampla pesquisa realizada em 134 países pelo economista David Blanchflower, professor da universidade Dartmouth College, nos EUA, e ex-membro …

Trump fecha acordo e sinaliza fim da "guerra fiscal" com a China

Na última quarta-feira, os Estados Unidos e a China firmaram um acordo que pode ser o primeiro passo para o fim da chamada “guerra comercial” entre as potências. O pacto, que foi anunciado em dezembro do …

YouTube vincula anúncios em vídeos controversos sobre mudanças climáticas

Uma notícia deixou algumas empresas anunciantes do YouTube surpresas. Segundo estudo feito pela Avaaz, a plataforma de vídeos da Google tem vinculado anúncios de grandes companhias em vídeos que têm como propósito desinformar as pessoas …

Premiê renuncia após Putin propor reformas constitucionais

Líder russo propõe pacote de mudanças com as quais, segundo críticos, poderia permanecer no poder após fim do mandato. Premiê Medvedev renuncia com todo o gabinete para "abrir espaço" às reformas. O presidente da Rússia, Vladimir …

Musculação: detonando o grande mito da nutrição para ganhar massa muscular

Dietas com alto teor de carboidratos costumam ser recomendadas como parte de protocolos de exercícios para melhorar a recuperação e aumentar o desempenho. No entanto, pesquisas recentes tem mostrado que os carboidratos talvez não ajudem …

Austrália: aviões jogam alimentos para animais sobreviventes dos incêndios

Os incêndios que ardem por toda a Austrália desde setembro do ano passado vem atingindo e ameaçando a vida dos animais locais não só diretamente – mais de 500 milhões de animais já morreram por …

"Democracia em Vertigem", de Petra Costa, é indicado ao Oscar

A Academia de Artes e Ciências cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13) os indicados ao Oscar. “Democracia em Vertigem”, da brasileira Petra Costa, foi indicado ao prêmio de melhor documentário. "Dois Papas", o filme de Fernando Meirelles …

Arquivos sobre OVNIs poderiam 'danificar seriamente' segurança dos EUA, segundo Marinha americana

Marinha dos EUA considera que abertura de arquivos sobre OVNIs poderia causar sérios danos à Segurança Nacional, enquanto reconhece existência de OVNIs. Enquanto conspiracionistas acreditam que as Forças Armadas americanas utilizam tecnologia alienígena para o desenvolvimento …

Crise do 737 Max faz Boeing registrar perda de produção recorde

Pela primeira vez em décadas, a Boeing terminou o ano com pedidos negativos de produção de aviões comerciais. No final de 2019, a gigante aeroespacial registrou cancelamentos de 87 unidades, o que significa mais baixas …

Temperatura dos oceanos bate recorde em 2019, diz estudo

Calor absorvido pelos mares nos últimos 25 anos equivale ao gerado por 3,6 bilhões de bombas como a de Hiroshima. Aquecimento disparou nas últimas décadas, o que, segundo cientistas, é "prova do aquecimento global". Em 2019, …