Twitter suspende 70 mil contas ligadas aos apoiantes de Trump e QAnon

A rede Twitter anunciou ter “suspendido permanentemente” desde Sexta-feira 70 mil contas ligadas aos apoiantes do Presidente cessante do Estados Unidos, Donald Trump, e ao grupo complotista de extrema-direita QAnon.

Isso acontece com o intuito de impedi-los de usar os seus canais para fins violentos, como sucedeu na Quarta-feira passada com a invasão do Capitólio por activistas pro-Trump, em plena sessão de certificação da vitória do democrata Joe Biden nas presidenciais, gerando tumultos que custaram a vida de 5 pessoas.

Já no final da semana passada, a plataforma tinha anunciado o bloqueio definitivo da conta do Presidente cessante, acusado de ter incentivado os seus apoiantes a invadir o Capitólio. Nas últimas semanas, as mensagens de Trump, utilizador assíduo da rede social, vinham crescentemente acompanhadas de avisos por parte do Twitter sobre a sua veracidade, nomeadamente quando colocava em questão a sua derrota nas presidenciais do passado mês de Novembro.

Com a supressão de 70 mil contas, a Twitter transpôs um novo patamar por considerar que “estavam a partilhar conteúdos perigosos associados ao Qanon em grande escala. Elas dedicavam-se basicamente à propagação de teorias da conspiração por toda a rede”, a plataforma referindo ainda ter suprimido um número elevado de contas porque muitos utentes tinham mais do que uma.

Boa parte das principais plataformas tomou medidas do mesmo género nos últimos dias em reacção à invasão violenta do Capitólio. Para além do Twitter, a rede Facebook também encerrou no final da semana passada o espaço de Donald Trump na sua plataforma.

Para justificar esta decisão, ambas as empresas referiram-se ao risco de violência durante a cerimónia de investidura de Joe Biden prevista para o dia 20 de Janeiro. “Planos para futuras manifestações armadas estão a proliferar no Twitter e noutros lugares, incluindo um segundo ataque ao Capitólio no próximo dia 17 de Janeiro de 2021”, indicou o Twitter na passada Sexta-feira.

Paralelamente, nesta segunda-feira, a rede social conservadora “Parler”, uma aplicação que vinha conhecendo um sucesso fulgurante junto das franjas mais à direita da sociedade americana, ficou ontem fora de serviço depois dos operadores Google e Apple terem cortado o acesso desta rede aos seus servidores. Uma decisão motivada, segundo estas empresas, pela proliferação nesta rede de mensagens de apoio à invasão do Capitólio e de incitação a novas violências.

Muito embora tenham havido nos últimos anos apelos de vários líderes mundiais para uma maior moderação dos conteúdos das redes sociais, a decisão de encerrar as contas de Donald Trump foi acolhida com algum cepticismo, nomeadamente pela chanceler alemã Angela Merkel ou ainda pelo ministro francês da economia Bruno Le Maire bastante críticos sobre a “omnipotência” das redes sociais em termos de liberdade de expressão.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …