Primeira vacina experimental dos EUA contra covid-19 entra em fase final de testes

PAHO / WHO

No total, 30 mil voluntários participarão dos estudos clínicos de fármaco desenvolvido pela empresa Moderna. Governo americano investiu quase 1 bilhão de dólares no projeto.

A farmacêutica americana Moderna começou nesta segunda-feira (27/07) a terceira e última fase de testes de uma vacina experimental contra a covid-19, com a participação de 30 mil voluntários. A empresa, que recebeu quase 1 bilhão de dólares do governo americano para financiar o projeto, é a primeira do país a entrar na fase final de testes.

De acordo com o diretor executivo da Moderna, Stéphane Bancel, os dados “alentadores” da primeira fase levam a empresa a pensar que é possível “ajudar a lidar com a pandemia e prevenir futuros surtos”.

Os voluntários receberão aleatoriamente doses de 100 microgramas de um placebo ou do fármaco, com o objetivo principal de comprovar se este é capaz de prevenir os sintomas de covid-19, a infecção pelo coronavírus e os casos graves. Segundo a empresa, as primeiras doses foram aplicadas em Savannah, Geórgia, um dos mais de 70 locais de teste espalhados pelos Estados Unidos.

Os voluntários não saberão se estão recebendo a vacina real ou o placebo. Após duas doses, os cientistas acompanharão qual grupo foi mais infectado, à medida que os participantes sigam suas rotinas diárias, especialmente em áreas onde o vírus ainda está se alastrando descontroladamente.

A fase 3 de testes, com um número alto de voluntários, só foi possível graças a novos repasses de verbas do governo americano. No domingo, a Moderna anunciou em comunicado que conseguiu dobrar o financiamento governamental do projeto para US$ 955 milhões, modificando o contrato com a Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado de Biomedicina (Barda, na sigla em inglês) para ampliar em US$ 472 milhões a quantia inicial destinada ao desenvolvimento da vacina mRNA-1273.

“Após conversas com a Administração de Alimentos e Fármacos (FDA) e com a Operação Warp Seed nos últimos meses, a empresa decidiu executar uma terceira fase do teste clínico significativamente maior, fechando uma lacuna no financiamento da Barda graças a esta modificação no contrato”, explicou a empresa.

A Moderna comunicou que, ao iniciar nesta segunda-feira a terceira fase do teste, dirigido pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA, se torna a primeira empresa da corrida americana pela vacina a entrar nesta etapa avançada. Ela disse que continua a caminho de poder fornecer cerca de 500 milhões de doses da vacina em 2020, e possivelmente até 1 bilhão de doses por ano a partir de 2021.

Os Estados Unidos já registraram 4,2 milhões de casos de covid-19 e mais de 146 mil mortes, segundo estatística independente realizada pela Universidade Johns Hopkins.

Em todo o mundo, outras quatro candidatas à vacina estão na fase 3 de estudos clínicos: três da China e uma do Reino Unido de acordo com um balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na terceira semana de julho, voluntários brasileiros começam a testar a vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac Biotech. Os primeiros 890 participantes receberam doses no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em parceria com o Instituto Butantan de São Paulo. Os pesquisadores do hospital vão analisar os voluntários a cada duas semanas, e estima-se que as primeiras análises estarão concluídas em até três meses. No total, participarão dessa fase 9 mil voluntários brasileiros, todos profissionais da saúde.

Além da vacina chinesa, o Brasil também está participando da fase 3 da vacina experimental desenvolvida pela Universidade de Oxford e a empresa farmacêutica AstraZeneca. De acordo com resultados preliminares divulgados recentemente, ela é segura e induziu resposta imunológica, segundo resultados preliminares divulgados na semana passada. A terceira fase de estudos clínicos, que inclui testes em 50 mil pessoas, está em andamento e inclui testes em 5 mil voluntários brasileiros, feitos em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Detalhe microscópico revela segredos de retratos egípcios de 1.800 anos

Análise das partículas da tinta revelou novas informações sobre os retratos enterrados ao lado das múmias egípcias há mais de 1.800 anos. A pintura Retrato do Homem Barbudo foi feita entre 170 e 180 d.C. e …

Ação da polícia contra migrantes em Paris gera críticas

Forças de segurança desmontam de forma violenta acampamento improvisado no centro da capital francesa. Ministro do Interior diz que imagens são chocantes. Ação ocorre na véspera de votação de lei que favorece polícia. A ação da …

Pandemia gera escassez de matéria-prima e faz preços subirem no Brasil

Por três vezes ao longo do mês de outubro, Diogo Murrieta, dono da pizzaria La-Nápoles, em Belém do Pará, tentou comprar as embalagens de papelão nas quais suas pizzas são entregues aos clientes e não …

Quando as crianças dominaram o mundo: uma sociedade paralela que parece saída da ficção

Na virada do século XIX para o século XX, os jovens, aqueles que já não mais eram crianças mas ainda não haviam entrado para o mercado de trabalho e se tornado adultos, sequer eram vistos …

Sem reconhecer derrota, Trump autoriza início de transição para administração Biden

Mais de duas semanas após o anúncio da vitória de Joe Biden na eleição presidencial americana, Donald Trump autorizou nessa segunda-feira o início do processo de transição para a administração do democrata, mas não …

Os estados quânticos mais extremos são descobertos por cientistas

Pela primeira vez, físicos descobriram uma maneira de definir matematicamente o grau de quanticidade que qualquer coisa — seja partícula, átomo, molécula ou mesmo um planeta — exibe A partícula de luz é uma bola zunindo …

Itália supera a marca de 50 mil mortos por COVID-19

Primeiro país ocidental a registrar casos da doença torna-se o sexto do mundo a alcançar esta marca. País é o que mais teve mortes no continente nos últimos dias. O governo italiano informou nesta segunda-feira (23) …

Covid-19: EUA pretendem lançar campanha de vacinação em dezembro

O país, o mais atingido pela epidemia no mundo, espera vacinar sua população 24 horas após a concessão da autorização de emergência pelo FDA, a agência americana reguladora de medicamentos. A reunião pública de …

França quer punir delito de "ecocídio"

Membros do governo francês anunciaram neste domingo (22/11) que pretendem promover uma projeto de lei para punir o "delito de ecocídio" com o objetivo de combater danos graves e intencionais ao meio ambiente, com previsão …

Barco em formato de ziper “abre” os mares enquanto navega

Se na fábula bíblica Moisés abriu o Mar Vermelho, o designer japonês Yasuhiro Suziki decidiu tornar a metáfora quase literal, ao criar um barco no formato de um imenso zíper. O resultado é ao mesmo tempo …