Primeira vacina experimental dos EUA contra covid-19 entra em fase final de testes

PAHO / WHO

No total, 30 mil voluntários participarão dos estudos clínicos de fármaco desenvolvido pela empresa Moderna. Governo americano investiu quase 1 bilhão de dólares no projeto.

A farmacêutica americana Moderna começou nesta segunda-feira (27/07) a terceira e última fase de testes de uma vacina experimental contra a covid-19, com a participação de 30 mil voluntários. A empresa, que recebeu quase 1 bilhão de dólares do governo americano para financiar o projeto, é a primeira do país a entrar na fase final de testes.

De acordo com o diretor executivo da Moderna, Stéphane Bancel, os dados “alentadores” da primeira fase levam a empresa a pensar que é possível “ajudar a lidar com a pandemia e prevenir futuros surtos”.

Os voluntários receberão aleatoriamente doses de 100 microgramas de um placebo ou do fármaco, com o objetivo principal de comprovar se este é capaz de prevenir os sintomas de covid-19, a infecção pelo coronavírus e os casos graves. Segundo a empresa, as primeiras doses foram aplicadas em Savannah, Geórgia, um dos mais de 70 locais de teste espalhados pelos Estados Unidos.

Os voluntários não saberão se estão recebendo a vacina real ou o placebo. Após duas doses, os cientistas acompanharão qual grupo foi mais infectado, à medida que os participantes sigam suas rotinas diárias, especialmente em áreas onde o vírus ainda está se alastrando descontroladamente.

A fase 3 de testes, com um número alto de voluntários, só foi possível graças a novos repasses de verbas do governo americano. No domingo, a Moderna anunciou em comunicado que conseguiu dobrar o financiamento governamental do projeto para US$ 955 milhões, modificando o contrato com a Autoridade de Pesquisa e Desenvolvimento Avançado de Biomedicina (Barda, na sigla em inglês) para ampliar em US$ 472 milhões a quantia inicial destinada ao desenvolvimento da vacina mRNA-1273.

“Após conversas com a Administração de Alimentos e Fármacos (FDA) e com a Operação Warp Seed nos últimos meses, a empresa decidiu executar uma terceira fase do teste clínico significativamente maior, fechando uma lacuna no financiamento da Barda graças a esta modificação no contrato”, explicou a empresa.

A Moderna comunicou que, ao iniciar nesta segunda-feira a terceira fase do teste, dirigido pelo Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA, se torna a primeira empresa da corrida americana pela vacina a entrar nesta etapa avançada. Ela disse que continua a caminho de poder fornecer cerca de 500 milhões de doses da vacina em 2020, e possivelmente até 1 bilhão de doses por ano a partir de 2021.

Os Estados Unidos já registraram 4,2 milhões de casos de covid-19 e mais de 146 mil mortes, segundo estatística independente realizada pela Universidade Johns Hopkins.

Em todo o mundo, outras quatro candidatas à vacina estão na fase 3 de estudos clínicos: três da China e uma do Reino Unido de acordo com um balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na terceira semana de julho, voluntários brasileiros começam a testar a vacina desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac Biotech. Os primeiros 890 participantes receberam doses no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em parceria com o Instituto Butantan de São Paulo. Os pesquisadores do hospital vão analisar os voluntários a cada duas semanas, e estima-se que as primeiras análises estarão concluídas em até três meses. No total, participarão dessa fase 9 mil voluntários brasileiros, todos profissionais da saúde.

Além da vacina chinesa, o Brasil também está participando da fase 3 da vacina experimental desenvolvida pela Universidade de Oxford e a empresa farmacêutica AstraZeneca. De acordo com resultados preliminares divulgados recentemente, ela é segura e induziu resposta imunológica, segundo resultados preliminares divulgados na semana passada. A terceira fase de estudos clínicos, que inclui testes em 50 mil pessoas, está em andamento e inclui testes em 5 mil voluntários brasileiros, feitos em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …