Voluntários brasileiros começam a testar vacina chinesa contra covid-19

Osnei Restio / Prefeitura de Nova Odessa

Voluntários brasileiros começam a receber nesta terça-feira (21/07) uma vacina contra a covid-19 desenvolvida pela China.

As doses fazem parte da terceira fase da pesquisa e serão aplicadas em 890 profissionais da saúde, no Hospital da Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo. Os pesquisadores do hospital vão analisar os voluntários a cada duas semanas. A estimativa é concluir as primeiras análises em até três meses.

Os outros 11 centros de pesquisa que participarão desta fase de testes no Brasil receberão as doses de forma escalonada. A terceira etapa é a última antes do registro e deve determinar se a vacina é realmente eficaz.

No total, participarão desta fase nove mil voluntários que trabalham em instalações especializadas para covid-19 no Distrito Federal e em cinco estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

A carga com 20 mil doses da vacina desenvolvida pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech desembarcou na madrugada de segunda-feira no Aeroporto Internacional de Garulhos. Entre os recrutados para os testes, metade receberá duas doses do imunizante num intervalo de 14 dias e a outra metade receberá duas doses de placebo, uma substância com as mesmas características, mas sem efeito.

Os testes serão acompanhados por uma comissão de pesquisadores internacionais, que terão acesso à plataforma científica para observar o andamento e garantir transparência em todo o processo. Se houver sucesso, a vacina será produzida a partir de 2021 pelo Instituto Butantan, que já está adaptando uma fábrica. A capacidade de produção é de até 100 milhões de doses. Além disso, se a vacina for realmente efetiva, o instituto vai receber da Sinovac, até o fim do ano, 60 milhões de doses para distribuição.

Em coletiva de imprensa na segunda-feira, o governador de São Paulo, João Doria, afirmou que, embora os primeiros testes sejam em São Paulo, a vacina será disponibilizada a todos os brasileiros. “Isso será feito através do SUS, Sistema Único de Saúde, universal e gratuito a todos os brasileiros. O Instituto Butantan terá todo o domínio da tecnologia, é isto que prevê o acordo com o laboratório Sinovac”, explicou Doria.

Os voluntários devem ser profissionais da saúde que estejam trabalhando no atendimento a pacientes com covid-19. Além disso, não podem ter sofrido infecção provocada pelo novo coronavírus, nem ter participado de outros estudos. As mulheres não podem estar grávidas ou planejarem uma gravidez nos próximos três meses. Outra restrição é não ter doenças instáveis ou que precisem de medicações que alterem a resposta imune.

A situação alarmante da pandemia no Brasil, que já contabiliza mais de 80 mil mortes por covid-19, torna o país um local propício para testes. Além da vacina chinesa, o Brasil também está participando da fase 3 de outra vacina experimental, desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, pela empresa farmacêutica AstraZeneca.

De acordo com pesquisadores, ela é segura e induziu uma resposta imune, segundo resultados preliminares divulgados na segunda-feira. Os cientistas informaram que testes em 1.077 pessoas com idades entre 18 e 55 anos mostraram que a vacina foi capaz de estimular a produção de anticorpos e células T (células do sistema imunológico que destroem outras células contaminadas por vírus ou bactérias).

Os resultados abordam as duas primeiras fases de testes. A terceira fase de estudos clínicos, mais ampla e que inclui testes em 50 mil pessoas, ainda está em andamento. Ela inclui testes em 5 mil voluntários brasileiros e está sendo feita em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Outra vacina, desenvolvida pela empresa chinesa estatal Sinopharm, entrou este mês na fase 3 nos Emirados Árabes Unidos. Entre as mais de 160 iniciativas para encontrar uma forma de imunização segura contra a covid-19, essas três pesquisas são as que estão em estágio mais avançado.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mandetta diz à CPI que Bolsonaro ignorou a ciência no combate à covid-19

Ex-ministro afirma que presidente queria alterar bula da cloroquina para que fosse indicada no tratamento contra o coronavírus. Falta de unidade nas ações do governo confundiu população e afetou combate à doença, avalia. O ex-ministro da …

Vacina EpiVacCorona tem eficácia de mais de 90%, segundo desenvolvedor

Especialista do centro desenvolvedor da EpiVacCorona informou que os estudos aleatórios em grupos imunizados mostram uma eficácia de mais de 90%. Os anticorpos contra o novo coronavírus, após a vacinação com o imunizante russo EpiVacCorona, se …

Covid: 5 motivos que explicam por que Índia recebe mais ajuda do mundo que Brasil

Hospitais em colapso. Pacientes sem vagas nas UTIs. Falta de oxigênio para quem precisa. O cenário devastador que assola a Índia agora durante a pandemia de covid-19 foi o mesmo do Brasil de algumas semanas atrás. …

Google tem sistema para busca de postos de vacinação contra covid

A partir de agora, o Google vai te ajudar a encontrar o lugar mais próximo para você tomar aquela dose tão sonhada da vacina contra a covid-19. A ferramenta se baseia em buscas do tipo ‘como …

Pessoas vacinadas serão isentas de restrições sanitárias na Alemanha

A Alemanha pretende suspender algumas restrições para as pessoas que já foram vacinadas contra o coronavírus. Quem já foi imunizado não será mais obrigado a apresentar um teste negativo para entrar em lojas que …

Com a tecnologia atual não teríamos nenhuma chance contra esse asteróide

Um asteróide fictício vindo em direção a Terra se mostrou mais poderosos que todos os cientistas. Um grupo de especialistas de agências espaciais dos EUA e da Europa participou de um exercício de uma semana liderado …

Divórcio de Bill e Melinda Gates: as dúvidas sobre o destino de fortuna de US$ 124 bilhões

Bill e Melinda Gates anunciaram na segunda-feira (03/05) que vão se divorciar após 27 anos juntos, pondo fim a um dos casamentos mais famosos do mundo dos negócios. Eles se conheceram na década de 1980, quando …

Atraso para tomar 2ª dose não prejudica imunização contra a COVID-19, explica infectologista

Pelo menos nove capitais brasileiras suspenderam a aplicação da segunda dose da vacina contra a COVID-19 fabricada pelo Instituto Butantan, a CoronaVac. Os municípios alegam que as mudanças nas regras do Ministério da Saúde prejudicaram …

Viaduto de metrô desaba no México e deixa mais de 20 mortos

Colapso de estrutura sobre movimentada avenida deixa 70 feridos na Cidade do México. Linha de metrô que trafegava pelo viaduto foi inaugurada há menos de dez anos. Ao menos 23 pessoas morreram e 70 ficaram feridas …

Converse abre loja virtual na famosa Ilha de Lixo do Pacífico

A Converse quer ajudar a limpar a ilha de Lixo do Pacífico por meio de uma campanha de conscientização que uniu criativos de todo o mundo. A marca de calçados juntou um grupo de jovens artistas …