Após visitas secretas a Portugal, polícia britânica pede mais dinheiro para procurar Madeleine McCann

Facundo Arrizabalaga / EPA

Kate e Gerry McCann, os pais de Madeleine seguram uma simulação de como a garota estaria aos 9 anos

A polícia britânica ainda acredita que pode desvendar o mistério do desaparecimento de Madeleine “Maddie” McCann e para seguir pistas que teriam sido detectadas em Portugal, em visitas secretas realizadas em 2017, pediu mais dinheiro ao governo para a investigação.

The Sun assegura que a Polícia Metropolitana de Londres pediu mais seis meses de financiamento ao governo britânico para continuar à procura de Maddie McCann, a menina inglesa que desapareceu em maio de 2007, no Algarve, sul de Portugal.

A polícia britânica acredita que pode estar perto de resolver o mistério, depois de ter estado em Portugal em 2017, em visitas mantidas em segredo, de acordo com a publicação.

A notícia de que os detetives da “Operação Grange”, que estão concentrados no caso, visitaram secretamente Portugal, no ano passado, foi divulgada pelo Daily Star. Este jornal nota que os agentes analisaram cerca de 40 mil documentos da investigação que foi arquivada pela polícia portuguesa.

O diário fala em cinco voos de ida e volta, citando documentos da polícia britânica e notando que estão em questão viagens a um preço individual de 1.240 libras (quase R$ 6.700).

Além disso, o jornal contabiliza ainda os custos de alojamento de 811 libras (quase R$ 4.500) para um detetive e gastos de 80 libras (R$ 440) com viagens de táxi de e para o aeroporto local.

O The Sun sustenta que as viagens a Portugal levaram os detetives à descoberta de pistas importantes para analisar.

É assim que se justificaria o novo pedido de dinheiro para a investigação que, em 11 anos, custou 11 milhões de libras (cerca de R$ 58 milhões).

Uma fonte da Polícia Metropolitana de Londres citada pelo jornal britânico refere que “a investigação continua” e que a autoridade está “em diálogo com o Ministério do Interior sobre mais fundos“.

Mas o Ministério do Interior britânico não confirma, notando que não recebeu qualquer pedido formal de mais dinheiro. Mas se o pedido for atendido, será “cuidadosamente considerado”, informa a fonte do ministério.

A possibilidade de atribuir mais fundos à investigação é uma esperança renovada para os pais de Maddie, Katie e Gerry McCann, que sempre defenderam que a filha está viva.

“A Kate e o Gerry estão gratos à Polícia Metropolitana por tudo o que fizeram durante estes anos, e claro que esperam que o inquérito sobre o rapto da filha continue, se mais fundos forem pedidos e disponibilizados”, salienta uma fonte próxima dos McCann em declarações ao Daily Mail.

Se estiver viva, Madeleine McCann tem atualmente 15 anos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …