Relatório secreto revela que pais de Madeleine McCann esconderam informação da polícia

Um relatório elaborado pelo Ministério do Interior britânico detalha a “relação turbulenta” entre Kate e Gerry McCann e as autoridades portuguesas e britânicas, no âmbito do desaparecimento da filha Madeleine, no Algarve (sul de Portugal).

O relatório considerado secreto, divulgado pela Sky News, destaca que o casal britânico, que desde cedo se considerou “mal tratado” pela polícia portuguesa, acabou também por se desentender com a polícia britânica.

Uma das principais conclusões do relatório é que os McCann “não compartilharam com a polícia informação recolhida pelos seus detectives privados” que investigaram o desaparecimento da filha.

O relatório teria sido solicitado pelo então Secretário de Estado Alan Johnson, segundo frisa a Sky News, destacando que ele “queria saber se valia a pena envolver a Scotland Yard depois de as autoridades portuguesas terem encerrado sua primeira investigação” sobre o desaparecimento.

Assim, o documento redigido pela Agência de Proteção à Criança britânica apurou que os McCann consideravam que havia “falta de clareza e de comunicação da parte da polícia portuguesa” e lamentavam que “foram levados, em mais do que uma ocasião, para a esquadra de polícia e deixados à espera, durante horas, para falar com alguém que nunca se materializou”.

“Claramente, os McCann tiveram uma relação turbulenta, tanto com as autoridades portuguesas como com as do Reino Unido”, refere o relatório, notando a “distinta falta de confiança entre todas as partes”.

O documento ainda evidencia que “é imperativo” que o casal McCann seja “encorajado e persuadido a compartilhar” a “grande quantidade de informação” recolhida pelos detetives privados que contrataram.

Investigação só avançou graças a manchete do The Sun

A conclusão final do relatório indicava que a Scotland Yard fizesse uma revisão da investigação portuguesa, mas o dossiê ficou na gaveta durante vários meses, conforme revela o ex-diretor da Agência de Protecção à Criança, Jim Gamble, à BBC, em um documentário do programa Panorama sobre o desaparecimento de Madeleine McCann.

A BBC informa que a Scotland Yard só se dedicou ao caso depois de uma manchete do jornal The Sun, em 2011, com uma carta dos McCann endereçada ao então primeiro-ministro, David Cameron, pedindo a revisão do caso.

Waerfelu / Wikimedia

-

Jornalista “foi aliciado para ser espião dos McCann”

No mesmo documentário da BBC, em um especial sobre o 10º aniversário do desaparecimento, o jornalista que lidera a investigação, Richard Bilton, assume que alguém dentro do seio dos McCann lhe propôs um acordo para que agisse como “espião” dentro dos elementos da imprensa que cobriam o caso.

“Me ofereceram acesso exclusivo a todos os novos desenvolvimentos no caso, uma pista interna para quaisquer novos avanços. Mas havia um preço. Era esperado que eu agisse como espião dentro do grupo da imprensa“, destaca Bilton no documentário.

O jornalista cita os advogados dos McCann garantindo que eles “não tomaram parte em nenhuma forma de intimidação ou de segmentação” e que “não tinham conhecimento” desse tal acordo.

Bilton faz esta revelação, em primeira mão, a Robert Murat, enquanto entrevista, no documentário, o britânico que começou por ajudar a polícia no caso, como tradutor, mas que acabou se tornando suspeito do desaparecimento de Madeleine.

“Disseram que me dariam acesso a linhas da investigação, histórias novas, se eu reportasse o que o grupo de imprensa dizia sobre eles“, conta o jornalista a Murat que diz que fica “incrivelmente zangado” com a revelação.

“Retiraram o foco de tentar chegar ao fundo disto, de descobrir realmente o que aconteceu, e puseram os holofotes em outra pessoa. Fico incrédulo, me deixa simplesmente atordoado”, acrescenta Murat no programa da BBC.

Polícia portuguesa ofereceu acordo para Kate confessar

No documentário da BBC, fica ainda a revelação do porta-voz dos McCann, Clarence Mitchell, que garante que, quando o casal foi considerado suspeito pela justiça portuguesa, e depois de Kate ter se recusado a responder às perguntas da Polícia Judiciária (PJ) portuguesa, recebeu um acordo.

A PJ teria garantido a Kate que, se confessasse a responsabilidade pela morte acidental de Madeleine, teria uma sentença mais leve e Gerry poderia voltar ao Reino Unido com os filhos gêmeos, segundo Mitchell.

A PJ acreditaria, na época, que Madeleine teria morrido devido à administração de medicação, por parte de Kate, que era anestesista, e que o casal teria escondido o cadáver da criança para congelá-lo e cremá-lo em seguida.

O programa da BBC inclui ainda declarações do diretor-adjunto da Polícia Judiciária, Pedro do Carmo, do ex-presidente do sindicato dos oficiais da polícia, Carlos Anjos, do ex-Chefe de Alojamento do resort da Praia da Luz, Vítor dos Santos, da jornalista Sandra Felgueiras, da RTP, que entrevistou os McCann, e até de José Sócrates, político português.

O ex-primeiro-ministro português é entrevistado no âmbito de declarações de Gonçalo Amaral, ex-inspetor da PJ responsável pelo caso, que diz que foi afastado do mesmo devido a “pressões políticas” do Reino Unido.

Confrontado pela BBC se recebeu um ultimato do ex-primeiro-ministro Gordon Brown para afastar Amaral, Sócrates assegura que “não é verdade” e que o ex-PJ “considera-se em alto nível”.

// ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …