81 aldeias “perdidas” são descobertas na Amazônia; população chegava a 1 milhão de pessoas

Imagens de satélite revelaram a existência de 81 aldeias “perdidas” em uma extensão de 1.800 quilômetros na Amazônia. A descoberta desconstrói a ideia de que a região era uma floresta “intacta”.

Ao contrário do que se pensava até agora, a Amazônia foi um lugar de grande atividade humana e a casa de cerca de 1 milhão de pessoas, há 800 anos. Arqueólogos descobriram provas da existência de 81 aldeias na Amazônia.

Antigamente, pensava-se que as comunidades tinham ocupado as zonas perto dos rios – as zonas mais afastadas continuavam, assim, por explorar. No entanto, novas provas mostram agora que existiram dezenas de aldeias na floresta tropical, longe dos rios, que acolheram diferentes comunidades, que, por sua vez, falavam vários idiomas.

Segundo o estudo, intitulado “Pre-Colombian earth-builders settled along the entire southern rim of the Amazon”, publicado na terça-feira (27) na Nature Communications, revela que essas comunidades influenciaram de forma significativa a floresta amazônica através da agricultura e das suas próprias vivências.

Além disso, o artigo acrescenta que essas populações já existiam bem antes da chegada dos europeus. “Concluímos que as regiões entre rios e afluentes menores do sul da Amazônia mantinham elevadas densidades populacionais, exigindo uma reavaliação do papel dessa região nos desenvolvimentos culturais e no impacto ambiental na era pré-colombiana”, período temporal anterior à colonização europeia, lê-se na publicação.

Vilarejos, fortificações, objetos de cerâmica, machados de pedra e geoglifos foram encontrados por arqueólogos da Universidade de Exeter no estado de Mato Grosso, levando à conclusão de que um trecho de 1.800 quilômetros na margem sul da Amazônia foi ocupado por comunidades entre 1250 e 1500, explica o Público.

O geoglifo é uma figura geométrica de grandes dimensões, cuja percepção normalmente só é possível a partir do alto, e feita geralmente com rochas de cor diferente ou com desgaste de vegetação ou de material geológico.

O estudo mostra que há cerca de 1.300 geoglifos no sul da Amazônia, mas agora foram encontrados apenas 81. Além disso, as imagens de satélite mostram que a terraplanagem, movimentação do solo para a construção de caminhos, estradas e plataformas terrestres, aconteceu durante períodos de seca.

Apesar de neste período ser possível proceder ao desmatamento, as secas não comprometiam a fertilidade do solo, pelo que os agricultores podiam cultivar e plantar árvores de fruto.

Nature Cummunications

Vários geoglifos e caminhos construídos na era pré-colombiana.

“Existe uma ideia errada comum de que a Amazônia é uma paisagem intacta, lar de comunidades nômades dispersas. Algumas das populações que se encontravam longe dos principais rios eram muitos maiores do que se pensava anteriormente e essas pessoas tiveram um impacto no ambiente que ainda hoje podemos verificar”, disse o pesquisador Jonas Gregorio de Souza, do Departamento de Arqueologia da Universidade de Exeter.

O estudo chama ainda a atenção para a importância da Amazônia na biodiversidade e regulação do clima na Terra, pelo que ter isso em conta “é fundamental para tomar decisões políticas conscientes” sobre a sustentabilidade das florestas tropicais no futuro, lê-se no artigo científico.

Embora a maior parte da Amazônia ainda não tenha sido estudada, são trabalhos como esse que significam “que estamos gradualmente juntando mais e mais informações sobre a história da maior floresta tropical do planeta”, concluiu José Iriarte, da Universidade de Exeter e membro da equipe.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A China diz ter identificado uma nova doença muito mais mortal do que o Covid-19

A embaixada da China no Cazaquistão alertou sobre uma nova pneumonia desconhecida que seria ainda mais mortífera do que o coronavírus (Sars-CoV-2) causador Covid-19, de acordo com o South China Morning Post (SCMP). “A taxa de …

The Sims ganhará reality show para premiar jogadores em US$ 100 mil

A longeva franquia The Sims, onde gamers gerenciam todos os aspectos da vida de avatares virtuais, vai ganhar um reality show. Veiculado pela emissora norte-americana CBS, a atração se chamará “Spark’d” e deve ir ao ar …

Nudes de 100 anos encontrados dentro de parede são avaliados em milhares de dólares

O senso comum sugere que as gerações passadas eram mais conservadoras que as atuais, especialmente no que diz respeito à sexualidade. Basta escavarmos um pouco a memória – ou as paredes de nossas casas – para …

Presidente interina da Bolívia testa positivo para covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, revelou nesta quinta-feira (09/07) que foi infectada pelo novo coronavírus e que iniciará um período de quarentena. "Junto com toda a minha equipe, temos trabalhado pelas famílias bolivianas durante …

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …

A quantidade de nitrogênio emitida pela pecuária já ultrapassou os limites seguros

A quantidade de nitrogênio emitida pela criação de animais para abate é superior ao que o planeta pode aguentar. Cientistas alertam que é necessário diminuir o consumo de carne e laticínios. As principais fontes de nitrogênio …

França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os …

De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo

Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos. O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e …

Governo remarca Enem para janeiro e fevereiro de 2021

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (08/07) as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, adiado em razão da epidemia de covid-19. As provas em papel serão aplicadas em 17 …

Steve Jobs dizia acreditar na eficiência do trabalho remoto já em 1990

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus e, consequentemente o isolamento social, muitas pessoas conseguem continuar trabalhando normalmente de forma remota. Mesmo dentro de casa, felizmente, algumas empresas conseguem manter o contato com seus funcionários …