Descoberta de novos geoglifos pode reescrever a história da Amazônia

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Novos geoglifos descobertos no estado do Acre reforçam a ideia de que havia uma numerosa população milenar e hierarquizada na Amazônia 2.500 anos antes da chegada dos europeus. Dados podem “reescrever” a história da região.

“A Amazônia era estudada como tendo um passado inóspito, uma região com pouca população e essas estruturas arqueológicas que vemos aqui demonstram o contrário”, disse à EFE Ivandra Rampanelli, arqueóloga com mestrado e doutorado em pré-história e responsável pela mais recente descoberta de geoglifos no Acre.

Para a cientista, as escavações indicam que “poderia ter sido uma população densa, grande, organizada e hierarquizada e isso reescreve a história da Amazônia como um todo, está mudando o que antes era visto como um território vazio”.

Os geoglifos são figuras construídas em encostas ou planícies, utilizando a técnica de adição de terra ou pedras, com tonalidades escuras de origem vulcânica de forma a criar um mosaico.

Os pesquisadores descobriram nos últimos anos um total de 523 geoglifos no estado do Acre, no Brasil, que faz fronteira com a Bolívia e o Peru, país onde se localiza os famosos geoglifos de Nazca.

Segundo Ivandra Rampanelli, a responsável pelas escavações mais recentes, os novos “desenhos na terra” descobertos na planície de Acre estão associados a rituais dos povos indígenas que habitavam a região antes da chegada dos europeus.

squicker / Flickr

Com mais de 2 mil anos de antiguidade, as linhas de Nazca, no Peru, são Patrimônio UNESCO desde 1994

As primeiras descobertas datam de 1977, segundo a especialista, quando pesquisadores locais encontraram oito áreas arqueológicas.

Apesar de um trabalho contínuo posterior, foi somente a partir de 2005 que um estudo sistemático dos locais avançou, isto com a ajuda de ferramentas diferenciadas, como satélites.

A mais recente descoberta na Amazônia ocorreu em outubro do ano passado, em uma pesquisa coordenada por Ivandra Ramapanelli, do Instituto do Patrimônio Histórico do Acre, e com a participação dos espanhóis Agustin Diaz Castillo, da Universidade de Valência.

Em julho, os primeiros resultados da descoberta começaram a ser relatados. Para Rampanelli, por estarem no meio da vegetação, os geoglifos são melhor preservados “do que aqueles em áreas privadas e que hoje servem de pasto para o gado”.

“Nas escavações futuras, poderemos encontrar material que permanece bem preservado e estudos de inventário botânico, inventário florestal, estudos do solo, porque estão melhor preservados do que outras áreas abertas (…)”, acrescentou.

Os dois novos geoglifos estão localizados na região de selva da reserva Chico Mendes, sendo que um deles é um círculo de noventa metros de diâmetro e cerca de quatro metros de profundidade.

A região amazônica do Brasil e da Bolívia tem mais de 800 geoglifos, dos quais 523 estão no Acre, um dos estados mais pobres do Brasil.

Recentemente, uma expedição arqueológica britânica descobriu 81 aldeias no estado de Mato Grosso, com vestígios de cerâmica e ferramentas de povos antigos.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

França proíbe uso de hidroxicloroquina para tratar covid-19

Decisão foi tomada após parecer desfavorável do Conselho Superior de Saúde Pública. País é o primeiro a adotar proibição desde que OMS suspendeu testes com o medicamento no tratamento de pacientes com o novo coronavírus. A …

Netflix vai permitir reprodução de filmes e séries parcialmente baixados

Já faz um bom tempo que a Netflix liberou a função de baixar filmes e séries para ver offline e, agora, parece que a empresa trabalha em uma maneira de liberar a reprodução antes mesmo …

China revela 1ª apresentadora virtual desenvolvida por inteligência artificial e tecnologia 3D

Apresentada recentemente pela agência estatal chinesa Xinhua, a primeira apresentadora digital, feita com tecnologia 3D e inteligência artificial do mundo já está trabalhando. Batizada de Xin Xiaowei, a âncora humanoide replica à perfeição a aparência, feições, …

Esta massiva galáxia antiga não deveria existir, de acordo com astrônomos

Uma galáxia massiva similar à Via Láctea desafia a compreensão da formação de galáxias por astrofísicos. Estudo publicado na Nature revela que o sistema surgiu 1,5 bilhões de anos após o Big Bang, sendo o …

Pela 1ª vez, Twitter alerta para fake news em posts de Trump

Rede social marcou dois tuítes do presidente americano com sugestão para que usuários chequem os fatos, apontando que alegações "não têm fundamento". Em reação, Trump acusou plataforma de interferir em eleições. A rede social Twitter colocou, …

Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes

Equipe de arqueólogos australianos descobriu raros exemplares de arte rupestre detalhada e em pequena escala com recurso a estênceis, em um abrigo rochoso do povo aborígene Marra. O achado teve lugar em uma caverna que servia …

Costa Rica realiza primeiro casamento homoafetivo da América Central e celebra avanço social

Duas mulheres se casaram na manhã desta terça-feira na Costa Rica, que se tornou o primeiro país da América Central a legalizar o casamento entre pessoas homoafetivas. A pandemia de coronavírus restringiu as comemorações. …

Novo coronavírus não se propaga facilmente pelo contato com superfícies e objetos

Nós sabíamos que o novo coronavírus poderia sobreviver em superfícies por determinados períodos de tempo, e que há detergentes especiais para o manterem longe, mas essa não era a principal forma de transmissão. Agora o Centro …

Sistema do Twitter falha em rotular mensagens falsas

Com o propósito de ajudar seus usuários a não serem vítimas da desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o Twitter investiu em mecanismos com base na inteligência artificial para rotular postagens falsas e …

EUA antecipam veto a entrada de estrangeiros que passaram pelo Brasil

Restrição passa a valer às 23h59 desta terça-feira, dois dias antes do anteriormente anunciado. Medida atinge cidadãos não americanos que estiveram em território brasileiro nos últimos 14 dias, salvo algumas exceções. O governo dos Estados Unidos …