A famosa caixa de papelão para bebês da Finlândia vai mudar de nome

(dr) Kela

Grande maioria das finlandesas opta por receber a caixa e seus produtos, em vez de uma compensação em dinheiro

Entregue gratuitamente pelo governo a todas as famílias de recém-nascidos, a caixa de papelão recheada de produtos para bebês se tornou um símbolo da igualdade na Finlândia e foi copiada em diversas partes do mundo.

A caixa, que é parte de uma política social que completa 80 anos no país nórdico, contém produtos usados nos primeiros meses dos bebês – roupas, fraldas, itens de higiene, livro e até brinquedos de morder -, serve também como berço, já que vem com um pequeno colchão.

Por esse motivo, a agência estatal Kela, responsável pela distribuição das caixas, decidiu lançar um desafio aos finlandeses.

Devemos mudar o nome da caixa, conhecida como Kit de Maternidade?”, questiona a Kela em seu site. “Será que esse nome discrimina os pais? Ou é um nome tão bom que não devemos substituí-lo?”

Enquanto a agência pede ao público sugestões de nomes alternativos para a caixa, o assunto gera um acalorado debate nas redes sociais.

Na página de Facebook do jornal Ilta-Sanomat, alguns leitores afirmam que mudar o nome seria “um desperdício de tempo e dinheiro”. Outros, porém, sugerem mudanças para nomes como “kit de bebê“, “kit de família” e até “kit de consequências pós-sexo”.

(dr) Milla Kontkanen

A caixa tem um colchão, para ser transformada em berço

Caixa ou dinheiro

As mães finlandesas podem escolher entre receber a caixa ou uma quantia em dinheiro, equivalente a cerca de R$ 650. Mas mais de 90% das mulheres optam pela caixa. A tradição começou em 1938, voltada a famílias sem recursos, e se generalizou em 1949.

A caixa teve um papel importante na redução da mortalidade infantil e no bem-estar dos bebês finlandeses, segundo observadores.

Isso porque, inicialmente, ela só era entregue às mães depois de uma visita médica, o que ajudou a aumentar o acesso das mães ao sistema de saúde finlandês nas décadas de 1930 e 40.

A ministra de Família da Finlândia, Annika Saarikko, disse ao Ilta-Sanomat que a ideia de mudar o nome da caixa surgiu ao debater-se um aumento de verbas para a iniciativa. “Uma mudança de nome certamente agradaria muitos pais”, afirmou a ministra.

Saarikko agregou que a ênfase será posta não necessariamente na igualdade de gênero, mas sim na família. “Todos sentem alegria ao receber a caixa, inclusive o pai. Por isso pensamos na mudança de nome.”

Mas as declarações de Saarikko geraram polêmica, em um país em que muitas crianças não necessariamente nascem em uma típica família nuclear.

O que você quer dizer com kit da família?”, disse um usuário em um comentário popular. “Nem todas as mães sequer têm uma família antes de o bebê nascer.”

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …