Nova teoria sobre o Triângulo das Bermudas “desfaz” mistério e dá explicação básica

(dr) colourlush / Deviant Art

O Triângulo das Bermudas: Miami (na Florida), Porto Rico e as Bermudas

Há teorias para todos os gostos, desde fenômenos meteorológicos a raptos extraterrestres, mas o que é certo é que o Triângulo das Bermudas continua um mistério. Agora, um cientista divulga uma nova explicação – que pode desvendar os segredos da região.

A tese é do cientista australiano Karl Kruszelnicki. Ele acredita que o desaparecimento misterioso de aviões e navios na extensão de mar no Oceano Atlântico Norte, situada entre a Flórida, as Bermudas e Porto Rico, se deve simplesmente a erros dos operadores daqueles meios de transporte.

“O número de aviões que desaparecem no Triângulo das Bermudas, em uma base de porcentagem, é o mesmo que em qualquer outro lugar do mundo“, explica Karl Kruszelnicki ao news.com.au.

O cientista lembra também que o Triângulo das Bermudas se situa “próximo do Equador, perto de uma zona rica do mundo, a América”, o que implica que haja “muito tráfego” – o que aumenta a probabilidade de ocorrência de acidentes.

Pelo menos 20 aviões e 50 navios desapareceram na região, nos últimos 100 anos, vitimando mais de 1000 pessoas. “Em média, cinco aviões desaparecem na região todos os anos”, constata ainda a publicação.

A má reputação da região teria começado em outubro de 1492, quando Cristóvão Colombo notou que sua bússola não funcionava corretamente. O primeiro documento sobre os desaparecimentos no local foi divulgado em 1950, por E.V.W.Jones, jornalista da Associated Press, que deu a área o nome de “Triângulo do Diabo”.

Um dos casos mais famosos é o voo 19, uma das ocorrências mais documentadas na história do Triângulo das Bermudas, em 5 de dezembro de 1945, quando uma esquadrilha de 5 caças Grumman TBM Avenger da Força Aérea dos EUA desapareceu sem deixar rastros, 90 minutos após ter deixado a Base de Fort Lauderdale, na Flórida, em uma missão de treino.

Após o desaparecimento, dois hidroaviões PBM Mariner foram enviados ao local do último contato com as tripulações da esquadrilha desaparecida, mas também desapareceram.

Ao longo dos anos, foram formuladas diversas teorias para explicar o mistério. A mais recente foi divulgada em 2016 por um grupo de meteorologistas, que culpa os desaparecimentos à presença de “nuvens hexagonais” que podem originar ventos muito fortes ou “bombas de ar” capazes de destruírem ou afundar navios e aviões.

No passado, entre outras teorias, atribuiu-se o mistério a bolhas de gás metano do fundo do oceano, campos magnéticos, ou a explicações mais metafísicas, como dimensões alternativas, universos paralelos ou, a teoria mais popular, raptos por extraterrestres.

Mas até agora, ninguém conseguiu resolver o mistério do “Triângulo das Bermudas”.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …

Evangélicos fazem coro com Bolsonaro e negam riscos do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro gosta de copiar o seu ídolo americano, Donald Trump – da suposta inofensividade do coronavírus até os poderes de cura de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, passando pela teoria da conspiração …