Afinal, aprender inglês desde cedo não é tão positivo como se pensava

As crianças que começam a aprender inglês no primeiro ano da Escola Primária alcançam resultados piores do que aquelas que só começam a estudar o idioma no terceiro ano. Esta é a conclusão de um novo estudo científico realizado na Alemanha.

Pesquisadores da Universidade Ruhr (RUB), em Bochum, e da Universidade Técnica de Dortmund, ambas na Alemanha, analisaram dados recolhidos em um estudo de grande escala, realizado no país entre 2010 e 2014, e concluíram que começar, desde cedo, a aprender uma língua estrangeira na escola, como o inglês, pode não acarretar tantos resultados positivos como o esperado.

“Começar aulas de língua estrangeira em idade prematura é, muitas vezes, muito elogiado, embora quase nenhuma pesquisa suporte este mito“, destaca o pesquisador Nils Jakel, professor de Língua Inglesa na RUB e um dos autores do estudo, citado em comunicado sobre a pesquisa divulgado pela Universidade.

Foi com essa ideia em mente que os pesquisadores alemães analisaram informações de 5.130 estudantes de 31 escolas secundárias, comparando os dados dos que começaram a estudar inglês na primeira série com os daqueles que só iniciaram o ensino da língua no terceiro ano.

Os autores analisaram especialmente a capacidade de escrita e de audição em inglês nos quinto e sétimo anos, respectivamente, conforme se atesta no artigo científico publicado no jornal Language Learning.

“No quinto ano, as crianças que tiveram suas primeiras aulas de inglês muito cedo, na Escola Primária, alcançaram melhores resultados no que respeita a proficiência de leitura e de audição”, concluíram os pesquisadores.

Mas a realidade mudou no sétimo ano, época em que “as crianças que só começaram a aprender inglês a partir da terceira série foram melhores”.

“Nosso estudo confirmou resultados de outros países, por exemplo a Espanha, que mostram que aulas prematuras de inglês, com uma ou duas horas por semana, na Escola Primária, não são muito eficazes a alcançar competências linguísticas a longo prazo”, explica Nils Jakel.

Os pesquisadores vão, agora, avaliar resultados alusivos ao nono ano, com o intuito de apurar se o mesmo cenário se confirma ou não.

Nils Jakel acredita que os resultados do estudo refletem o fato de as aulas serem pouco extensivas. Com “uma maior imersão” no inglês poderiam se alcançar “resultados sustentáveis” a longo prazo, sustenta o pesquisador que, assim, sugere a introdução de mais aulas por semana a partir do terceiro ano.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

É isso que acontece com seu corpo quando você come muito apenas uma vez

Qual foi a última vez que você comeu tanto, mas comeu muito, a ponto de se empanturrar? No último churrasco de família? Na noite da pizza? No reveillón? No almoço de ontem? Inúmeros estudos investigaram o …

Reino Unido impõe quarentena a viajantes vindos da França. Paris contra-ataca

O Reino Unido impôs uma quarentena obrigatória para os viajantes que entram no território britânico vindos da França, Holanda e Malta, após um aumento dos casos de covid-19 nesses países. Os viajantes terão que ficar isolados …

Israel e Emirados Árabes chegam a acordo de paz histórico

Mediado pelos EUA, pacto visa normalizar relações diplomáticas entre os países. Israel se compromete a suspender anexações de territórios. Emirados Árabes são primeiro Estado do Golfo a estabelecer laços com Tel Aviv. Israel e Emirados Árabes …

Fortnite dá desconto por fora, é banido pela Apple e caso vai parar na justiça

A Epic está processando a Apple pela retirada de Fornite da App Store. Após um embate jurídico entre as duas companhias, o jogo foi bloqueado na loja do iOS, criando reação imediata da desenvolvedora. A história, …

Com 1000 anos, maior cidade pré-colombiana da região dos EUA fica sob a cidade St Louis

Por mais que tenhamos sido ensinados que a história do continente americano começa pela chegada por aqui dos navegadores europeus – e o próprio nome de tal território sublinha essa recorrente doutrinação – o fato …

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …