Bebês guardam conhecimento de língua que ouvem no começo da vida

Kenny Louie / Wikimedia

-

O estudo da Universidade Hanyang, na Coreia do Sul, mostra que a língua nativa é um conhecimento que nunca se perde completamente

Os bebês constroem o conhecimento sobre o seu idioma já nos primeiros meses de vida. Por isso, mesmo que uma pessoa mude de país e esqueça a sua língua nativa, ainda assim será capaz de voltar a falá-la rapidamente, dizem os cientistas.

Uma pesquisa feita com adultos sul-coreanos que tinham sido adotados quando bebês por casais holandeses mostrou que estes superaram as expectativas na pronúncia de sua língua natal após receberem treinamento.

Os cientistas afirmam que os pais devem conversar o máximo possível com os bebês desde os primeiros meses.

A pesquisa foi chefiada pela dra. Jiyoun Choi, investigadora da Universidade Hanyang, de Seul, na Coreia do Sul.

Conhecimento precoce

Ela explica que o estudo é o primeiro a mostrar que o contato precoce de crianças adotadas com a sua língua nativa será importante décadas depois, mesmo quando elas acreditarem ter esquecido aquele idioma.

“Esta descoberta indica que o conhecimento da linguagem é armazenado nos primeiros meses de vida, ficando preservado mesmo quando não é usado e podendo ser revelado quando se reaprende a língua”, disse Choi à BBC.

No estudo, adultos sul-coreanos com idades em torno de 30 anos e que foram adotados ainda bebês por famílias holandesas, tiveram que pronunciar consoantes em coreano depois de fazer um curso rápido do idioma.

Em coreano, as consoantes são totalmente diferentes das existentes em holandês.

O grupo analisado foi comparado com adultos que não haviam tido qualquer contato com o idioma coreano na infância e ambos foram avaliados por coreanos nativos.

Antes de fazerem o curso rápido da língua, os dois grupos tiveram o mesmo desempenho. Mas, depois das aulas, os adultos que haviam sido adotados apresentaram resultados surpreendentes ao falar coreano.

Processo abstrato

Não houve diferenças entre as pessoas adotadas com menos de seis meses – ou seja, antes de aprenderem a falar – e as adotadas a partir de um ano e meio, quando já haviam aprendido a falar.

Isso indica que o conhecimento da linguagem é mais de natureza abstrata, em vez de depender apenas da experiência prática, segundo os cientistas. A Dra. Jiyoun Choi diz que o estudo traz ensinamentos práticos para os pais.

”Por favor, lembrem-se que o processo de aprendizado da linguagem começa muito cedo e que o conhecimento prático da linguagem é armazenado nos primeiros meses de vida, como mostra o nosso estudo”, afirma.

”Tente falar com o seu bebê sempre, porque ele está absorvendo e digerindo o que você está dizendo”.

O processo de aquisição da linguagem começa extremamente cedo, ainda quando o bebê está na barriga da mãe. Ao nascer, os bebês já conhecem a voz materna.

Há muito sabe-se que a base para falar e ouvir uma língua nativa é estabelecida muito cedo. Mas o que não se sabia até agora era que a aquisição precoce da linguagem é um processo abstrato.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coronavírus terá impacto no PIB chinês e na economia global

A nova epidemia de coronavírus é um balde de água fria na cabeça do mundo. A começar pelos chineses. Em 2003, o último vírus mortal se propagando pelo mundo inteiro – o SARS – …

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie

Consideradas os seres vivos mais importantes do planeta, as abelhas são animais insubstituíveis, dos quais dependemos para viver. No entanto, nas últimas décadas, devido ao aquecimento global e o uso execessivo de pesticidas, elas estão …

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …