ALMA faz a melhor imagem real já registrada da estrela Betelgeuse – e desvenda sua superfície

ALMA (ESO/NAOJ/ NRAO) / E. O'Gorman / P. Kervella

Imagem real da estrela Betelgeuse

Imagem real da estrela Betelgeuse

A Alpha Orionis, também conhecida como Betelgeuse, é uma das estrelas mais brilhantes que pode ser vista da Terra. A gigante vermelha é mais jovem que o Sol, mas sua vida está correndo rapidamente: ela já atingiu um estágio que o Sol só deve atingir daqui a alguns bilhões de anos. Novas imagens da estrela podem ajudar a revelar alguns segredos dessa maturação acelerada.

O Atacama Large Millimiter Array Telescope (ALMA) foi o responsável por captar a primeira imagem da superfície da estrela. Isso significa que os astrônomos e entusiastas espaciais têm a imagem com maior resolução de todas da gigante vermelha, segundo informações do Observatório do Sul da Europa (ESO).

Além de ser fascinante pelo brilho avermelhado, a Betelgeuse também impressiona porque brilha tão forte mesmo sendo tão jovem. Ela tem apenas 8 milhões de anos, o que significa que ela é 500 vezes mais jovem que o Sol.

Seu raio é 1.400 vezes maior que o Sol. Se ela estivesse no sistema solar da Terra, sua gravidade seria forte suficiente para engolir todos os planetas até a órbita de Júpiter.

A estrela está a apenas 600 anos-luz da Terra, e em breve (em termos astronômicos) deve se transformar em uma supernova que será visível da Terra mesmo durante o dia.

Uma pesquisa anterior realizada pelo Very Large Telescope (VLT) da ESO mostrou que a estrela está envolta por uma grande quantidade de gases e que tem uma enorme bolha borbulhando em sua superfície, que frequentemente fica tão grande que chega a ter o tamanho aproximado da própria estrela.

O VLT captou informações que ajudaram a explicar a enorme liberação de gás e poeira do Betelgeuse, e agora o ALMA conseguiu detectar o aumento de temperatura localizado que torna a superfície da estrela desigual.

A sensibilidade do sistema de detecção do ALMA permite que informações mais refinadas sejam obtidas. Isso porque, ao contrário de vários telescópios que observam luzes visíveis, a coleção de 66 antenas que compõem o ALMA detectam comprimentos de onda de rádio e consegue penetrar nos gases e poeira que atrapalham outras observações.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A imagem que o ALMA capturou acima era a aparência que essa estrela tinha há 600 anos atrás. Essa luz partiu daquele sol por volta de 1.417!

    Tomara que nos próximos anos, as últimas tecnologias a equiparem os telescópios chamados “ultra large”, possam melhorar mais e mais essas imagens.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …

Covid-19: Médicos pressionam governo francês para aumentar controles de pessoas vindas do Brasil

Especialistas acreditam que medidas do governo francês para frear entrada de variante P1 no país são insuficientes e pressionam para aumento de controles de passageiros provenientes do Brasil nos aeroportos ou pela suspensão dos …

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …