Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância.

A usuária da rede social Madison Mora (@madisonnoellemoran), graduanda da Michigan State Uni, foi uma das primeiras a lançar a tendência, que já coleciona milhões de visualizações na plataforma de vídeos curtos.

Por conta do isolamento social devido à pandemia de coronavírus, centenas de instituições de ensino em todo o mundo optaram por continuar o cronograma de forma remota. Contudo, a nova rotina de aulas muitas vezes acaba se tornando impessoal em razão de câmeras desligadas por parte dos alunos, o que contribui para o mal-estar e desconforto de docentes.

No vídeo divulgado por Madison, por exemplo, é possível ver a mudança imediata de semblante da professora ao notar que a aluna ligou a câmera para assistir à aula.

“Se ela [professora] vir pelo menos um rosto [na chamada de vídeo], ela pode se comunicar com alguém sem sentir que está apenas falando para uma tela em branco”, explicou a jovem ao “Insider“.

Em outro vídeo, a usuária @arianadaneshmand mostra o exato momento em que um professor explica que aulas remotas com todos os alunos de câmeras desligadas tornam-se um fardo emocional, já que não há interação suficiente “cara a cara”.

Logo em seguida, uma aluna resolve ligar a câmera, e o professor imediatamente sorri e elogia o suéter da estudante como um gesto de simpatia e agradecimento.

Atitude parecida aconteceu em agosto deste ano, quando alunos do primeiro ano do ensino médio de um colégio de Sorocaba, São Paulo, se uniram para abrir as câmeras em homenagem aos esforços dos professores durante as aulas à distância.

O vídeo se tornou viral no e coleciona mais de um milhão de visualizações nas redes sociais.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …

Não é mais 90%? AstraZeneca assume erro de eficácia da vacina da COVID-19

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford, que estão desenvolvendo juntas uma vacina contra a COVID-19, revelaram na última quarta-feira (25) que houve um erro no momento da divulgação dos resultados dos testes da vacina …

6G colocaria China em posição de liderança 'inatacável' sobre EUA, diz analista

Enquanto os padrões de tecnologia 5G para redes celulares de banda larga ainda estão sendo implementados em vários países, a China recentemente lançou um satélite 6G em órbita. Descrito como o primeiro satélite 6G do mundo, …

Sri Lanka escava fosso para manter elefantes longe de lixão

Um fosso está sendo cavado ao redor de um lixão no Sri Lanka para impedir que elefantes invadam o local à procura de comida entre montes de resíduos plásticos. Os animais vão regularmente até o …

Pela primeira vez, Trump admite deixar a Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou pela primeira vez que deixará a Casa Branca caso o Colégio Eleitoral vote no democrata Joe Biden, embora mantenha sua tese de que houve fraude na eleição …

Mutação da Covid-19: Premiê da Dinamarca chora e se desculpa por massacre de visons

A primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen, 43 anos, se desculpou pessoalmente nesta quinta-feira por sua gestão da pandemia. Enxugando as lágrimas, ela reconheceu que seu governo errou ao determinar o massacre de milhares de …

Herdeira da Disney diz que "tinha vergonha do sobrenome" ao falar de doação milionária

Abigail Edna Disney cresceu com muita vergonha do sobrenome que ostentava. Desde pequena, mais precisamente depois que completou dez anos, percebeu que o tamanho do patrimônio da família não condizia com a realidade da maioria …

Arqueólogos revelam restos mortais de cachorro de 8.400 anos descoberto na Suécia

Após vários meses de meticulosos trabalhos de escavação, foram finalmente revelados os restos mortais de um cachorro, de uma raça há muito tempo desaparecida, enterrado há mais de 8.400 anos na Suécia ao lado de …

“Cogumelos mágicos” são 4x melhores do que antidepressivos, descobre estudo

Quando a psilocibina, a molécula psicodélica descoberta nos cogumelos mágicos (Psilocybe cubensis), é usada durante a psicoterapia, parece possuir efeitos antidepressivos rápidos, substanciais e duradouros contra a depressão maior, de acordo com um novo ensaio …

Sem Trump, Putin e Bolsonaro ensaiam aproximação

Moscou sabe que a troca de poder na Casa Branca abre brecha na política externa brasileira. O elogio do presidente russo às "qualidades masculinas" de Bolsonaro pode ser apenas o primeiro sinal de uma aproximação. "O …