Amazon abre tecnologia da Alexa para montadoras de carros e outras empresas

A Amazon anunciou nesta sexta-feira (15) que dará a empresas terceiras a possibilidade de acessar a inteligência artificial central que sustenta a Alexa, a assistente de voz da marca.

E as montadoras de automóveis serão as primeiras a usarem a tecnologia de Inteligência Artificial da gigante do e-commerce. O objetivo é desenvolver assistentes digitais personalizados para seus carros.

As montadoras – e também outras empresas – acessarão o chamado Alexa Custom Assistant para ter mais controle sobre a experiência do software. Com o código em mãos, as empresas poderão criar suas próprias palavras de ativação e interação para o assistente, além de desenvolver recursos customizados. A Amazon também informou que esses assistentes personalizados coexistirão com a Alexa. Ou seja, a companhia de Jeff Bezos também terá seu software integrado nos futuros carros.

“O Alexa Custom Assistant reduz o custo e a complexidade da construção de assistentes inteligentes em automóveis, eletrônicos de consumo, aplicativos móveis, propriedades inteligentes e videogames”, afirmou a Amazon no blog oficial da Alexa. “Construir um assistente inteligente é complexo, demorado e caro. Além disso, a taxa de inovação e mudança está acelerando e os assistentes estão sempre melhorando e ficando mais inteligentes, exigindo investimentos contínuos substanciais. O Alexa Custom Assistant aborda esse desafio, permitindo que as empresas aproveitem a tecnologia de primeira classe da Alexa para criar seu próprio assistente inteligente sem o investimento, longos ciclos de desenvolvimento e recursos para construí-lo do zero e manter ao longo do tempo”.

O que a Alexa Custom Assistant oferece?

A Amazon explica que o Alexa Custom Assistant baseia-se no aprimoramento constante da compreensão da linguagem falada, roteamento de intenções e orquestração de respostas para fornecer uma interface / interação natural, inteligente e conversacional. Além disso, as empresas terão acesso às chamadas wake words personalizadas, que são criadas usando o mesmo processo de última geração utilizado para desenvolver a wake word da Alexa e implantadas por meio do mecanismo de alta precisão Alexa da marca.

Além disso, para criar respostas de voz naturais, cada marca pode escolher a sua própria voz, que será exclusiva. A Amazon afirma que disponibilizará especialistas em ciências da voz que trabalham na Alexa. Eles guiarão as outras companhias ao longo do processo de gravação e do desenvolvimento desta voz customiza. Para isso, usarão algoritmos avançados de aprendizado de máquina para criar a biblioteca de áudio. Por fim, os desenvolvedores podem aproveitar os recursos pré-construídos da Alexa, como pesquisa local, clima, cronômetros e alarmes, para acelerar ainda mais o tempo de lançamento no mercado.

Outra característica do Alexa Custom Assistant é que ele permite que o assistente da marca terceira e a Alexa cooperem para atender ao pedido do cliente. Esse recurso é habilitado por Inteligência Artificial para garantir que cada solicitação seja encaminhada ao assistente que seja mais capaz de fornecer a experiência mais relevante e agradável. Por exemplo, se um cliente pede a Alexa para abrir a janela de um carro ou pergunta como solucionar um problema de dispositivo, a solicitação será encaminhada para o assistente da marca. Se um cliente pedir ao assistente da marca para tocar um audiolivro, a solicitação será encaminhada para Alexa. E assim por diante.

Além disso, a presença da Alexa ao lado do assistente desenvolvido pela marca terceira também fornece aos clientes, acesso a dezenas de milhares de habilidades e integrações, como casa inteligente, entretenimento, curiosidades, jogos, compras, pedido de alimentos e bebidas, serviços de mobilidade e muitos outros. Na questão da sensibilidade das informações, a Amazon garante que gerencia os dados e aplica as mesmas políticas de privacidade e segurança em vigor para Alexa.

Fiat Chrysler será a primeira a usar a Alexa Custom Assistant

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou também nessa sexta-feira que será a primeira montadora a implementar a Alexa Custom Assistant. A solução será integrada diretamente no espaço da Alexa, dentro do sistema Uconnect da FCA e pode ser adaptada para a personalidade de cada marca do grupo.

A FCA afirma que aproveitará a capacidade de ter duas assistentes de voz no veículo, para que elas cooperem simultaneamente para atender às solicitações do cliente. Isso permite que a assistente inteligente da FCA atue como especialista do produto com recursos e capacidades específicos para o veículo, enquanto a Alexa ajuda o consumidor com o clima, controle da casa, música, entre outras necessidades diárias.

“Nossos clientes esperam se conectar facilmente com seus estilos de vida digitais onde quer que estejam e hoje respondemos com planos para oferecer novas experiências inteligentes construídas na tecnologia de IA de voz de classe mundial da Alexa”, disse Mark Stewart, presidente da FCA para a América do Norte. “Esperamos expandir a parceria com a Amazon e a integração da Alexa Custom Assistant em nosso sistema, o Uconnect, à medida que continuamos em nosso caminho para colocar as necessidades e expectativas do usuário no centro de tudo o que fazemos.”

A FCA afirma ainda que já iniciou o processo de planejamento para a integração da Alexa Custom Assistant em seus futuros modelos.

A exemplo de Apple e Google que já estão nessa área há mais tempo, a Amazon fechou alguns acordos com fabricantes de automóveis, mais recentemente com a Lamborghini e a startup de veículos elétricos Rivian, anunciados nessa semana, durante a CES 2021. Eles terão integrações diretas com a Alexa e a plataforma Echo Auto, também da Amazon, pode ser acessada através de um aplicativo móvel ou por um dongle que o usuário conecta ao carro.

Por fim, a Amazon diz que o Alexa Custom Assistant está disponível a partir desta sexta-feira em qualquer país onde a Alexa já atue: EUA, Canadá, Reino Unido, Áustria, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Espanha, Japão, Índia, Austrália, Nova Zelândia, México e Brasil. Outras nações serão adicionadas posteriormente.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Por que iceberg do tamanho do Rio de Janeiro que se desprendeu da Antártida anima cientistas?

Um iceberg gigante de cerca de 1.270 km² (a cidade do Rio de Janeiro tem 1.255 km²) quebrou e se desprendeu da Antártida, gerando euforia na comunidade científica. Na sexta-feira (26/2), instrumentos na superfície da plataforma …

Coronavírus: Por que vacinação sem lockdown pode tornar Brasil 'fábrica' de variantes superpotentes

O cenário atual no Brasil, que combina início da vacinação com transmissão descontrolada da covid-19, pode tornar o país uma "fábrica" de variantes potencialmente capazes de escapar por completo da eficácia das vacinas. Esta é …

Esquema de venda de vacinas falsas da COVID-19 é descoberto pela Interpol

Na última quarta-feira (3), autoridades da África do Sul apreenderam centenas de vacinas falsas da COVID-19, esquema que já havia sido alertado pela Interpol devido às disputas pelo imunizante no mundo inteiro. No país africano, foram …

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), …

Nova superterra encontrada pode dar pistas sobre vida fora do Sistema Solar

Um novo exoplaneta detectado orbitando uma estrela relativamente perto do nosso Sistema Solar, pode potencialmente ajudar a resolver enigmas sobre vida alienígena. Um exoplaneta com uma massa 2,8 maior do que a da Terra designado Gliese …

China anuncia meta de crescimento econômico mais modesta na abertura do Congresso Nacional do Povo

A reunião anual do Congresso Nacional do Povo da China foi aberta nesta sexta-feira (5), em Pequim, com o tradicional discurso do primeiro-ministro do país, Li Keqiang. O líder anunciou um objetivo de crescimento …

Análogo de Buraco negro de laboratório se comporta como Stephen Hawking previu

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Technion-Israel tentaram confirmar duas das previsões mais importantes de Hawking, que a radiação hawking surge do nada e que não muda de intensidade ao longo do tempo, o que significa …

SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança

A Rede de Observatórios da Segurança publicou seu relatório de dados sobre a violência contra a mulher do ano de 2020. O boletim, que traz números de cinco estados (SP, RJ, PE, CE e BA), mostrou …

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …