Anéis de Saturno podem ser bem mais jovens do que se imaginava

NASA

De longe, os anéis de Saturno parecem uma coisa sólida, homogênea e contínua

Os espetaculares anéis de Saturno podem ser mais jovens do que astrônomos imaginavam. Pelo menos em termos astronômicos. Dados enviados pela sonda Cassini, da Agência Espacial Americana (Nasa), sugerem que os famosos círculos ao redor do sexto planeta do Sistema Solar podem ter sido formados há “apenas” 100 milhões de anos – sendo que o planeta tem idade similar à da Terra.

A Cassini fará ainda outros dois voos mais próximos do planeta antes de um mergulho “suicida” na atmosfera de Saturno, no dia 15.

A sonda está quase sem combustível e será destruída antes que a missão perca o controle sobre ela – o objetivo é evitar que a Cassini se choque contra alguma das luas de Saturno e cause contaminações em ambientes capazes de abrigar formas microbiais de vida.

As aproximações “rasantes” da Cassini eram impensáveis quando a sonda chegou a Saturno, há 13 anos, mas o fim da missão principal agora permite que a sonda desbrave a região entre a atmosfera de Saturno e as centenas de anéis.

A sonda está enviando informações preciosas, como um mapa do campo gravitacional do planeta. A Cassini tenta ainda analisar a massa dos anéis, o que pode revelar novidades sobre sua formação.

Quanto maior for sua massa, mais velhos eles tendem a ser. Alguns cientistas acreditam que os anéis podem ter sido formados junto com o planeta. Eles precisariam de muita massa para resistir à erosão de forças como colisões com meteoritos.

Mas está que parecendo que o oposto é verdade: que a massa dos anéis é menor do que o estimado anteriormente. E, se isso for confirmado, sugere que os anéis podem ser resquícios de algum corpo celeste que se desmanchou em volta do planeta em um passado recente.

“No caso de anéis mais jovens, seriam necessários um cometa ou mesmo uma lua chegando muito perto de Saturno e sendo quebrado pela gravidade do planeta. Os detritos, então, formariam os anéis“, explica à BBC Linda Spilker, uma das cientistas da Missão Cassini.

“Talvez isso tenha acontecido mais de uma vez e as diferenças que vemos nos anéis venham de diferentes objetos quebrados. Mas se os anéis tiveram menos massa, eles não teriam sobrevivido ao bombardeio de micrometeoros que estimamos ter ocorrido desde a formação de Saturno”, explica.

No entanto, Spilker alerta que a análise dos dados está apenas na fase inicial.

A Cassini fará suas últimas imagens de Saturno no dia 14, incluindo fotos das luas Titã e Enceladus, a misteriosa nuvem hexagonal no polo norte do planeta, e a pequena lua Peggy, contida em meio aos anéis.

A partir daí, a sonda será reconfigurada para o mergulho na atmosfera do planeta, incluindo a calibração de instrumentos que podem captar as últimas informações antes do corpo derreter e se despedaçar enquanto viaja a 120 mil km/h.

O controle da missão saberá que a Cassini foi destruída quando houver a perda de contato por rádio – prevista para as 8h54min em Brasília.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Desde 1970 a NASA sabe que existe vida em Marte, diz ex-engenheiro da agência

Em um artigo publicado na terça-feira (15) na revista Scientific American, Gilbert Levin, um ex-engenheiro da NASA que trabalhou nas missões Viking, faz uma afirmação polêmica: a de que, desde a década de 1970, a …

Brexit: União Europeia e Reino Unido anunciam um acordo em Bruxelas

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou na manhã desta quinta-feira (17) que encontrou um "excelente novo acordo" para o Brexit com a União Europeia, a poucas horas da cúpula da UE para selar a saída …

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …

Barcelona se prepara para novos protestos, depois de noite tensa em aeroporto

A Catalunha se prepara para um novo dia de indignação, depois que milhares de ativistas pela independência cercaram o aeroporto de Barcelona, na segunda e terça-feira, para denunciar a condenação de seus líderes a sentenças …

Erdogan acusa militares sírios de bombardear posições turcas

Dois soldados turcos foram mortos na área de Manbij pelo Exército do governo sírio, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. No dia anterior foi noticiada a morte de mais dois soldados turcos durante um ataque …

Operação da PF amplia briga interna no PSL

A disputa pública pelo comando do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (15/10) quando agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão na casa …

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …