Ártico esconde herança radioativa de projeto ultra secreto dos EUA

US Army / Wikimedia

Reactor nuclear transportável instalado em Camp Century, na Gronelândia

Reactor nuclear transportável instalado em Camp Century, na Gronelândiac

O aquecimento global e o derretimento das geleiras do Ártico levaram ao surgimento do chamado problema da “herança suja” da Guerra Fria enterrada sob a neve há décadas, segundo relata um artigo no jornal alemão Tagesspiegel.

Após o encerramento das bases militares dos EUA na Groenlândia, os resíduos radioativos e químicos perigosos para o ambiente não foram destruídos, uma vez que não se sabe quem deve pagar pelas tentativas dos EUA para controlar a URSS.

De acordo com o autor do artigo, o chamado “Projet Iceworm” (Projeto Verme do Gelo) é um legado da Guerra Fria.

O Camp Century, parte de um projecto militar ultra-secreto do tempo da guerra fria, e os resíduos nucleares que esconde, deveriam ficar enterrados para sempre debaixo de camadas de gelo na Gronelândia. Mas o aumento da temperatura global e o degelo das calotes polares ameaçam expo-lo ao mundo.

Segundo uma reportagem do The Guardian, o exército norte-americano criou em 1959 instalações militares subterrâneas na Gronelândia, então parte da Dinamarca.

O complexo militar, designado Camp Century, foi escavado a 200km da costa e era constituído por uma rede de 3 km de túneis subterrâneos que interligava laboratórios, um supermercado, um hospital, um cinema, uma capela e habitações para cerca de 200 soldados.

Nessa base se planejava instalar 600 mísseis nucleares.

No entanto, a base foi evacuada em 1967 depois de cientistas norte-americanos descobrirem que as geleiras da Groenlândia estavam se movendo mais rápido do que era esperado, colocando em risco o funcionamento do reator.

Segundo o Tagesspiegel, os militares dos EUA pensaram que o gelo iria esconder os restos da base para sempre, mas eles estavam errados.

O cientista canadense William Colgan, autor de um estudo publicado na Geophysical Research Letters, diz que o aquecimento global está a ameaçar trazer à superfície os segredos de Camp Century e que até o ano de 2090 o degelo não será compensado pela queda de neve.

“Em poucas décadas, o degelo na Gronelândia vai expor Camp Century“, diz Colgan.

De acordo com o especialista, na evacuação os militares norte-americanos levaram o reator nuclear deixando, no entanto, enormes quantidades de bifenilos policlorados tóxicos utilizados em trabalhos de construção, líquido refrigerante radioativo e 200.000 litros de combustível diesel.

De acordo com o cientista, esta substância cancerígena se acumula em peixes e a poluição pode ser encontrado até mesmo no leite materno.

O especialista adverte que a “herança radioativa” dos militares norte-americanos é capaz de se espalhar para outros países através dos mares e rios no futuro próximo, o que será muito perigoso.

Nunca foi boa ideia varrer o lixo para debaixo do tapete – mesmo que seja um tapete de 35 metros de gelo. E muito menos quando o lixo é radioativo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …

Gangorra que uniu imigrantes no muro da fronteira dos EUA ganha prêmio

Lembra das gangorras que permitiram que famílias mexicanas brincasse de lados opostos do muro da fronteira EUA-México? O projeto das três gangorras ganhou o prêmio “Design do Ano 2020” pelo Museu de Londres. O arquiteto norte-americano …

Irã diz ter batido recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções dos EUA

O Irã bateu recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos, declarou o ministro do Petróleo da República Islâmica, Bijan Zangeneh, nesta sexta-feira (22). Durante o 25º Show Petrolífero do …

A ameaça de epidemia que surge de nova espécie de mosquito Aedes detectada pela 1ª vez nas Américas

Durante a noite de 18 de junho de 2019, na base americana em Guantánamo, Cuba, um intruso foi pego por uma armadilha. A base é conhecida como um lugar onde os EUA aprisionam, por tempo indeterminado …

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa …

Astrônomos encontram "embrião" de planeta em formação a 330 anos-luz da Terra

Uma equipe de astrônomos encontrou algo que parece ser um planeta embrionário, girando em torno de sua estrela, bem pertinho dela, completando uma volta a cada mês. A estrela em questão é a HD 163296, que …

Físico propõe mega-satélite povoado por humanos orbitando Ceres

O físico Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico Finlandês, desenvolveu uma nova ideia para colonizar um lugar diferente da Terra, e não é a lua ou Marte. Em vez disso, Janhunen está sugerindo em um artigo publicado …

Biden promete "esforço de guerra" contra covid-19

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou nesta quinta-feira (21/01) o plano de resposta de seu governo à pandemia de covid-19, que inclui dez decretos. A estratégia amplia iniciativas que já haviam sido antecipadas …

'Não teremos escolha': Google adverte que pode bloquear seu mecanismo de busca na Austrália

Governo australiano trabalha em uma nova lei que deve governar as relações entre os meios de comunicação e as gigantes que dominam a Internet, entre as quais se destacam Google e Facebook. O Google anunciou nesta …