Ártico esconde herança radioativa de projeto ultra secreto dos EUA

US Army / Wikimedia

Reactor nuclear transportável instalado em Camp Century, na Gronelândia

Reactor nuclear transportável instalado em Camp Century, na Gronelândiac

O aquecimento global e o derretimento das geleiras do Ártico levaram ao surgimento do chamado problema da “herança suja” da Guerra Fria enterrada sob a neve há décadas, segundo relata um artigo no jornal alemão Tagesspiegel.

Após o encerramento das bases militares dos EUA na Groenlândia, os resíduos radioativos e químicos perigosos para o ambiente não foram destruídos, uma vez que não se sabe quem deve pagar pelas tentativas dos EUA para controlar a URSS.

De acordo com o autor do artigo, o chamado “Projet Iceworm” (Projeto Verme do Gelo) é um legado da Guerra Fria.

O Camp Century, parte de um projecto militar ultra-secreto do tempo da guerra fria, e os resíduos nucleares que esconde, deveriam ficar enterrados para sempre debaixo de camadas de gelo na Gronelândia. Mas o aumento da temperatura global e o degelo das calotes polares ameaçam expo-lo ao mundo.

Segundo uma reportagem do The Guardian, o exército norte-americano criou em 1959 instalações militares subterrâneas na Gronelândia, então parte da Dinamarca.

O complexo militar, designado Camp Century, foi escavado a 200km da costa e era constituído por uma rede de 3 km de túneis subterrâneos que interligava laboratórios, um supermercado, um hospital, um cinema, uma capela e habitações para cerca de 200 soldados.

Nessa base se planejava instalar 600 mísseis nucleares.

No entanto, a base foi evacuada em 1967 depois de cientistas norte-americanos descobrirem que as geleiras da Groenlândia estavam se movendo mais rápido do que era esperado, colocando em risco o funcionamento do reator.

Segundo o Tagesspiegel, os militares dos EUA pensaram que o gelo iria esconder os restos da base para sempre, mas eles estavam errados.

O cientista canadense William Colgan, autor de um estudo publicado na Geophysical Research Letters, diz que o aquecimento global está a ameaçar trazer à superfície os segredos de Camp Century e que até o ano de 2090 o degelo não será compensado pela queda de neve.

“Em poucas décadas, o degelo na Gronelândia vai expor Camp Century“, diz Colgan.

De acordo com o especialista, na evacuação os militares norte-americanos levaram o reator nuclear deixando, no entanto, enormes quantidades de bifenilos policlorados tóxicos utilizados em trabalhos de construção, líquido refrigerante radioativo e 200.000 litros de combustível diesel.

De acordo com o cientista, esta substância cancerígena se acumula em peixes e a poluição pode ser encontrado até mesmo no leite materno.

O especialista adverte que a “herança radioativa” dos militares norte-americanos é capaz de se espalhar para outros países através dos mares e rios no futuro próximo, o que será muito perigoso.

Nunca foi boa ideia varrer o lixo para debaixo do tapete – mesmo que seja um tapete de 35 metros de gelo. E muito menos quando o lixo é radioativo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ataques a tiros deixam mortos no oeste da Alemanha

Polícia alemã afirma que ao menos oito pessoas morreram após serem baleadas em dois incidentes em Hanau, perto de Frankfurt. Disparos teriam sido efetuados em bares de narguilé em partes diferentes da cidade. A polícia da …

Apple quer proibir lançamento de livro que revela segredos comerciais da empresa

O livro alemão App Store Confidential, de Tom Sadowski, é uma publicação temida pela Apple. Isso porque o autor foi o líder de desenvolvimento da loja de aplicativos da Gigante de Cupertino na Alemanha, Áustria …

Chineses acusam governo de usar epidemia de coronavírus para prender dissidentes

No momento em que a China enfrenta a epidemia do COVID-19 que já causou 2 mil mortes e infectou 74 mil pessoas no país, o mundo se pergunta se a crise reforça ou, pelo …

Suíça quer devolver dinheiro ganho com tráfico de escravizados para as Américas

O horror do tráfico de pessoas escravizadas entre os séculos XVI e XIX para os EUA, Caribe, América Latina e principalmente o Brasil teve mais responsáveis do que nos dita a história. E a Suíça …

Reino Unido pós-Brexit fecha portas para imigrantes pouco qualificados

No Reino Unido pós-Brexit, os estrangeiros que quiserem obter um visto de trabalho no país vão ter que provar muitas habilidades. Os candidatos receberão pontos de acordo com seu nível de inglês, diploma e profissão …

Síria realiza primeiro voo comercial entre Damasco e Aleppo desde 2013

Diretores de aeroportos da Síria mencionam o trabalho realizado no aeroporto de Aleppo para permitir o feito, realizado graças à vitória do Exército sírio e esforço dos operários. A Síria realizou seu primeiro voo comercial em …

Mudanças climáticas ameaçam futuro das crianças do mundo, diz ONU

Estudo de Nações Unidas, Unicef e revista 'The Lancet' aponta ações de sustentabilidade insuficientes. Países ricos fracassam em prover meio ambiente favorável, apesar de melhor ponto de partida. Países de todo o mundo estão fracassando em …

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …