Assassinato da atriz Daniella Perez completa 25 anos

(dv)

Daniella Perez

O final do ano de 1992 ficou marcado por uma tragédia: o assassinato de Daniella Perez, no dia 28 de dezembro, há exatos 25 anos. Filha da autora Glória Perez, ela brilhava em “De corpo e alma”, novela escrita pela mãe para o horário nobre da Globo. A atriz foi morta pelo companheiro de cena, Guilherme de Pádua, hoje pastor evangélico, e por sua então mulher, Paula Thomaz.

Aos 22 anos, Daniella era casada com o ator Raul Gazolla. Os dois se conheceram nos bastidores de “Kananga do Japão”, exibida em 1989 pela extinta TV Manchete, em que a atriz interpretava uma dançarina, atividade que também exercia na vida real.

Na Globo, ela estreou em “O dono do mundo” vivendo Yara, irmã da protagonista Stela, papel de Glória Pires. Daniella atuou ainda em “Barriga de aluguel”, de autoria de sua mãe. Logo depois, voltou à cena em “De corpo e alma”.

Após a tragédia, os autores Gilberto Braga e Leonor Bassères assumiram a novela. Uma semana após a morte da filha, Glória Perez retomou o trabalho, conduzindo a trama até o fim. No último capítulo, exibido em 5 de março de 1993, o ator Stênio Garcia leu uma emocionante carta escrita pela mãe.

Depoimento de Léo Vilhena, editor-chefe da Rede GNI

No dia do assassinato da atriz Daniela Perez, eu não estava de serviço (nessa época eu ainda estava na ativa da Polícia Civil do Rio de Janeiro). Mas fui avisado do crime pelo meu irmão e primo, ambos da Polícia Militar do Rio. O cabo foi encarregado de ir até a residência do ator Raul Gazolla para avisá-lo do crime. Como era previsível, ele entrou em profundo desespero, tendo a guarnição que ampará-lo. Ele fez questão de ir até o local do crime para ver a cena, pois não acreditava.

Ao chegar ao local do crime, tomado de profunda agonia e dor, ele foi “consolado” pelo ator Guilherme de Pádua, autor do crime brutal. Até aquele momento, não se fazia a mínima ideia do envolvimento dele no crime. Buscando informações no local do assassinato, com os moradores da região, uma moradora disse que viu um carro saindo em alta velocidade daquele local, e ela havia anotado a placa do veículo. Ao checarem a placa no sistema, os policiais que atendiam a ocorrência não podiam acreditar: o carro estava em nome de Guilherme de Pádua, que recebeu voz de prisão imediatamente, para revolta de todos os presentes no local do crime.

Os policiais que atenderam a ocorrência e os demais que chegavam inconformados (foi um crime que comoveu a opinião pública) tiveram que se controlar, pois TODOS estavam indignados e com sede de vingança contra o assassino perverso e dissimulado, Guilherme de Pádua. Ele se diz arrependido e até virou pastor recentemente, mas nada disso vai trazer a Dani de volta.

Ciberia // GNI

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …