Ativistas veganos oferecem “churrasco de cão” na Torre Eiffel em ato de conscientização

Hostelworld.com

Torre Eiffel, Paris (Franca)

Um “churrasco de cão” acompanhado de espetinhos de legumes surpreendeu nesta sexta-feira (23) os turistas que visitavam a Torre Eiffel em Paris, uma ação da organização PETA para defender o veganismo.

“Cão ou porco: qual é a diferença? Torne-se vegano!”, afirmava um cartaz sobre o falso animal assado em uma churrasqueira.

“Quando se trata de sentir dor ou medo, um cão não é diferente de uma vaca, um porco ou um cordeiro”, explicou à AFP Marie-Morgane Jeanneau, porta-voz da PETA França (Por uma Ética no Tratamento de Animais), que montou a instalação na véspera do Dia Mundial pelo Fim do Especismo, que é a atribuição de valores ou direitos diferentes a seres dependendo da sua afiliação a determinada espécie.

Yves Lefébure, que viajou da Noruega para passar o fim de semana em Paris, parou atônito a poucos metros do cachorro falso, produzido nos Estados Unidos por um especialista em efeitos especiais para o cinema.

“É chocante porque eu associo o porco à comida e o cachorro a um animal de estimação”, disse. “Comer a carne sim, mas pouca e de boa qualidade, procedente de uma produção controlada, na qual os animais foram bem tratados durante sua curta vida”, defende.

“Cachorro é família”

Dave, britânico de passagem por Paris, permanece indiferente. “Eu como carne, não é um problema”, declarou. “Claro que não como cachorros. Todos os animais são diferentes“, completou.

Agustin, da Argentina, país que é grande produtor e consumidor de carne, fez uma foto na frente do churrasco. “O cão é considerado um membro da família, a espécie mais amada do mundo”, disse. “Comê-lo não está em nossa cultura”.

Aida Taoujni, que passeava com o cão pela área, parou diante da instalação e se declarou “horrorizada”. “Ainda não estou preparada para deixar de comer carne, mas começo a pensar na questão”.

O “cachorro” assado surpreendeu várias pessoas, como Deeksha. “Eu concordo com eles, já sou vegetariana”, explicou a adolescente de origem indiana.

Um terço dos 30 milhões de cães que são consumidos a cada ano no mundo estão na China, de acordo com o grupo de proteção animal Human Society International (HSI).

A cada ano, 65 bilhões de animais são abatidos (quase 2.000 por segundo) para acabar na mesa, segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO).

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China revela 1ª apresentadora virtual desenvolvida por inteligência artificial e tecnologia 3D

Apresentada recentemente pela agência estatal chinesa Xinhua, a primeira apresentadora digital, feita com tecnologia 3D e inteligência artificial do mundo já está trabalhando. Batizada de Xin Xiaowei, a âncora humanoide replica à perfeição a aparência, feições, …

Esta massiva galáxia antiga não deveria existir, de acordo com astrônomos

Uma galáxia massiva similar à Via Láctea desafia a compreensão da formação de galáxias por astrofísicos. Estudo publicado na Nature revela que o sistema surgiu 1,5 bilhões de anos após o Big Bang, sendo o …

Pela 1ª vez, Twitter alerta para fake news em posts de Trump

Rede social marcou dois tuítes do presidente americano com sugestão para que usuários chequem os fatos, apontando que alegações "não têm fundamento". Em reação, Trump acusou plataforma de interferir em eleições. A rede social Twitter colocou, …

Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes

Equipe de arqueólogos australianos descobriu raros exemplares de arte rupestre detalhada e em pequena escala com recurso a estênceis, em um abrigo rochoso do povo aborígene Marra. O achado teve lugar em uma caverna que servia …

Costa Rica realiza primeiro casamento homoafetivo da América Central e celebra avanço social

Duas mulheres se casaram na manhã desta terça-feira na Costa Rica, que se tornou o primeiro país da América Central a legalizar o casamento entre pessoas homoafetivas. A pandemia de coronavírus restringiu as comemorações. …

Novo coronavírus não se propaga facilmente pelo contato com superfícies e objetos

Nós sabíamos que o novo coronavírus poderia sobreviver em superfícies por determinados períodos de tempo, e que há detergentes especiais para o manterem longe, mas essa não era a principal forma de transmissão. Agora o Centro …

Sistema do Twitter falha em rotular mensagens falsas

Com o propósito de ajudar seus usuários a não serem vítimas da desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o Twitter investiu em mecanismos com base na inteligência artificial para rotular postagens falsas e …

EUA antecipam veto a entrada de estrangeiros que passaram pelo Brasil

Restrição passa a valer às 23h59 desta terça-feira, dois dias antes do anteriormente anunciado. Medida atinge cidadãos não americanos que estiveram em território brasileiro nos últimos 14 dias, salvo algumas exceções. O governo dos Estados Unidos …

Coronavírus: por precaução, OMS suspende ensaios clínicos com hidroxicloroquina

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira, que suspendeu "temporariamente" os ensaios clínicos com hidroxicloroquina que realiza com parceiros em diversos países, por medida de precaução. A decisão segue a publicação na sexta-feira …

Exoplanetas habitáveis poderiam ser identificados por 'código de cores', afirma estudo

As enormes distâncias até os exoplanetas teoricamente capazes de suportar vida impedem a observação direta e a exploração dessas possibilidades, levando cientistas a procurar soluções inovadoras. Uma equipe de astrônomos da Universidade Cornell, nos Estados Unidos, …