Da Austrália ao Reino Unido em 17 horas sem parar: sim, é possível

A primeira ponte aérea, sem escalas, entre a Austrália e o Reino Unido foi concluída na madrugada de domingo (25) com sucesso, depois de mais de 17 horas no ar, revelou a companhia responsável pela viagem, a Qantas.

Essa foi a primeira ligação sem escalas entre a Austrália e a Europa, feita entre as cidades de Perth e Londres, e foi efetuada pela companhia aérea Qantas, em um voo que percorreu 14.498 quilômetros no avião 787-9 Dreamliner.

Segundo a EFE, foram mais de 200 os passageiros transportados na ponte aérea, que começou na cidade de Perth, no oeste da Austrália, às 19h locais (7h em Brasília) de sábado e terminou às 5h02 do domingo no aeroporto de Heathrow, em Londres (1h02 em Brasília). O voo de volta partiu domingo às 13h15 (Brasília).

A nova rota é 24% mais extensa que o serviço mais longo oferecido até agora pelo Reino Unido, o voo operado pela empresa Garuda Indonesia entre Heathrow e Jacarta, uma rota sem escalas de 11.707 quilômetros.

A ponte aérea com Perth é cerca de três horas mais rápida do que as rotas que envolvem paradas no Oriente Médio para conexões ou reabastecimento.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Manaus suspende campanha de vacinação contra covid-19

Segundo prefeitura, medida visa redefinir a prioridade dentro de grupo que deve receber primeiras doses. Paralisação temporária ocorre em meio a suspeitas de desvios do imunizante para parentes de empresários. A vacinação contra a covid-19 foi …

"Estupendamente grandes": cientistas descobrem buracos negros maiores que os supermassivos

Estudo sugere a possível existência de "buracos negros estupendamente grandes", ainda maiores do que os buracos negros supermassivos já observados no centro das galáxias. Os astrônomos já estudam há algum tempo os buracos negros supermassivos (SMBHs, …

União Europeia quer acelerar vacinação contra Covid-19 em todo o bloco

Líderes europeus se reúnem em videoconferência nesta quinta-feira (21) para discutir como acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19 nos países-membros. Na agenda, os dirigentes da União Europeia também devem debater a cooperação …

Britânico não pode entrar na Holanda com sanduíche e ouve: ‘Bem-vindo ao Brexit’

Um simples sanduíche de presunto, feito em casa e devidamente embrulhado em papel alumínio, foi motivo suficiente para que um motorista britânico fosse parado, interrogado e por fim perdesse o alimento na alfândega localizada na …

Inclinação de Saturno pode ser explicada pela migração de suas luas; entenda

Em um novo estudo, cientistas do French National Centre for Scientific Research (CNRS) e da Sorbonne University perceberam que a inclinação de Saturno pode ser causada pela influência da migração de suas luas — principalmente …

A verdade sobre as pessoas que "ouvem" os mortos: estudo

Cientistas identificaram os traços que podem tornar uma pessoa mais propensa a afirmar que ouve as vozes dos mortos. De acordo com novas pesquisas, uma predisposição a altos níveis de absorção em tarefas, experiências auditivas incomuns …

OMS diz não ter conhecimento de mortes relacionadas ao uso da vacina da Pfizer

A OMS não tem conhecimento de qualquer morte relacionada ao uso da vacina contra a COVID-19 produzida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech, disse hoje (20) a diretora-geral adjunta da organização, a brasileira Mariângela Simão. "Temos uma …

QAnon ganha cada vez mais força na Alemanha

O ataque ao Capitólio nos EUA ilustrou o perigo que teorias da conspiração podem representar. Na Alemanha, o movimento tem cada vez mais adeptos – que se mantêm fiéis ao agora ex-presidente americano Donald Trump. A …

Coronavírus em Manaus: "Meu irmão morreu de covid em hospital particular, e a conta é de R$ 180 mil"

A tragédia familiar vivida pelo advogado Amaury Andreoletti ilustra o impacto emocional e também financeiro do colapso no sistema de saúde de Manaus (AM). Andreoletti, que chegou a ficar quatro dias internado e se recuperou, viu …

Biden reverte medidas de Trump e volta ao Acordo do Clima de Paris; entidades comemoram

Horas depois de assumir a Casa Branca, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, cumpriu a promessa de reverter uma série de medidas tomadas pelo antecessor, Donald Trump. No total, foram 17 decretos assinados …