Vacinação contra a Covid-19 será obrigatória em voos da companhia aérea australiana Qantas

A vacina contra a Covid-19 ainda não está pronta, mas as companhias aéreas já começam a se preparar. É o caso da australiana Qantas, que anunciou a futura exigência de um certificado de vacinação contra o coronavírus em seus voos internacionais.

A decisão da companhia aérea Qantas de, no futuro, aceitar em seus voos apenas passageiros vacinados contra a Covid-19 foi anunciada da noite de segunda-feira (23) por seu presidente, Alan Joyce. Segundo ele, a obrigatoriedade entrará em vigor logo que a vacina estiver disponível à população.

“Pensamos em mudar nossas condições de utilização para os viajantes internacionais, para informá-los que pedimos às pessoas que se vacinem antes de subir em nossos aviões“, afirmou, em entrevista ao canal de TV Channel Nine. “Para os voos domésticos, vamos ver o que acontecerá com a Covid-19. Mas para os passageiros internacionais que chegarem à Austrália e para as pessoas que deixam o país, pensamos que [a vacinação] é uma necessidade”, reiterou.

A companhia australiana pode ter sido a primeira a anunciar a exigência, mas não deve ser a única. Segundo Joyce, outras empresas devem tomar a mesma decisão em breve.

“Conversei com meus colegas de outras companhias aéreas pelo mundo e eu penso que essa será uma medida generalizada“, ratificou. “Estamos vendo se é possível ter uma espécie de passaporte eletrônico de vacinação, que certifica que tipo de vacina você recebeu e se ela é aceita no país para o qual você irá”, explicou o presidente da Qantas.

Devido ao impacto brutal que a pandemia teve no tráfego aéreo, a Qantas cortou 8.500 empregos e tem mais de 200 aeronaves em solo. Outras companhias aéreas, como a Virgin Australia, a Latam e a Flybe entraram em colapso.

No entanto, muitas empresas, como a Korea Air e a Japan Airlines, acreditam que ainda seja cedo para pensar em futuras exigências, quando a vacina contra a Covid-19 estiver disponível em larga escala. Por isso, preferem esperar antes de anunciar qualquer decisão.

Austrália pode exigir vacinação a quem chegar de fora

A Austrália, no entanto, prefere se preparar com meses de antecedência, já que o governo prevê que seus cidadãos poderão ter acesso à vacina a partir de março de 2021. Por isso, as autoridades já trabalham com a possibilidade de exigir a vacinação a qualquer um que chegar ao país.

Segundo o secretário australiano da Saúde, Greg Hunt, uma decisão oficial sobre a questão só será anunciada quando a vacina estiver pronta. No entanto, ele deixou a entender que o governo poderá exigir, no futuro, a vacinação ou um isolamento estrito de duas semanas para entrar no país.

A Austrália fechou suas fronteiras desde março para combater a pandemia do coronavírus. Dezenas de milhares de australianos estão bloqueados no exterior por causa disso: o governo só autoriza o retorno de um número limitado de seus cidadãos a cada semana.

Apesar de drástica, a política de luta contra a Covid-19 parece ter trazido bons resultados na Austrália. Desde que a epidemia foi declarada, o país registrou apenas 907 mortes e pouco mais de 27.800 casos da doença.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Xi deixa alerta para Biden: protecionismo norte-americano pode gerar 'nova Guerra Fria'

O líder chinês deixou um aviso para o presidente norte-americano, Joe Biden: os EUA arriscam entrar em uma nova Guerra Fria se continuarem com as políticas protecionistas do ex-presidente Donald Trump. Em um discurso virtual na …

Polícia prende ladrões que abriam túmulos e roubavam crânios para rituais nos EUA

A polícia do condado de Lake, no estado da Flórida, nos EUA, prendeu dois homens acusado de violarem sepulturas e roubarem crânios e ossos no cemitério Edgewood, na região. A investigação utilizou DNA encontrado em charuto, …

Instituto Pasteur abandona projeto de vacina contra Covid-19

O Instituto Pasteur da França anunciou nesta segunda-feira o abandono do seu principal projeto de vacina contra a Covid-19, após os resultados decepcionantes dos primeiros testes clínicos. "As respostas imunológicas induzidas foram inferiores às observadas …

Biden reimpõe restrições para passageiros procedentes do Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, restabeleceu nesta segunda-feira (25/01) a proibição da entrada no país de pessoas procedentes da União Europeia, Reino Unido e Brasil para conter a pandemia de covid-19. A nova …

Quem é 'el Chapo asiático' que foi preso acusado de controlar mercado de drogas de R$ 380 bilhões

A polícia holandesa prendeu o suposto chefe de uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas do mundo: Tse Chi Lop, apelidado de "El Chapo" da Ásia. O cidadão canadense nascido na China é apontado como …

Homem recebe primeiro transplante duplo de braço e ombro

A ciência cada vez mais evoluída. Um homem da Islândia foi o primeiro do mundo a receber um transplante duplo de braço e ombro. A cirurgia foi um sucesso e o paciente, o islandês Felix Gretarsson, …

Bolsonaro pode enfrentar um tribunal internacional por crimes contra a humanidade

Jair Bolsonaro pode enfrentar acusações no Tribunal Penal Internacional (TPI) depois de ser acusado de crimes contra a humanidade. Líderes indígenas no Brasil e grupos de direitos humanos estão pedindo ao tribunal que investigue o presidente …

Presidente mexicano López Obrador é diagnosticado com Covid-19

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, 67 anos, entrou para a lista dos líderes mundiais que foram infectados pela Covid-19. Ele informou nesse domingo (24) que testou positivo para o novo coronavírus, …

Desenterram em Jerusalém granada de mão britânica da 1ª Guerra Mundial

Em pleno centro da cidade de Jerusalém, foi desenterrada uma granada de mão britânica da Primeira Guerra Mundial. O artefato perigoso foi descoberto em uma antiga cisterna por Oscar Becherno, responsável pela escavação arqueológica em nome …

Portugueses reelegem presidente Rebelo de Sousa

Urnas em Portugal confirmam previsão de vitória do chefe de Estado de centro-direita, que ganha novo mandato de cinco anos. Combate à pandemia é prioridade. Como esperado, os portugueses reelegeram neste domingo (24/01) o presidente Marcelo Rebelo …