Bento XVI tenta culpar a revolução sexual dos anos 60 por casos de abuso na igreja

O papa emérito Bento XVI, que renunciou à liderança do Vaticano em 2013, publicou uma carta onde atribui os abusos sexuais de clérigos à “revolução sexual” dos anos 1960. Ele diz que mudanças históricas e culturais levaram à “dissolução” da moralidade no catolicismo.

A revolução sexual dos anos 1960 provocou a homossexualidade e a pedofilia em estabelecimentos católicos, disse Joseph Ratzinger no documento. A carta recebeu fortes críticas de teólogos, que dizem que ela é “cheia de problemas”. Casos de abuso sexual na Igreja Católica foram documentados bem antes dos anos 1960.

O especialista em Vaticano Joshua McElwee disse à publicação National Catholic Reporter que a carta não fala das questões estruturais que permitiram que os abusos fossem encobertos, nem comenta o fato de o próprio Bento ter sido por 24 anos chefe da congregação para a doutrina da Igreja Católica. Julie Rubio, teóloga católica, disse num tuíte que a carta era “profundamente perturbadora”.

É raro Bento XVI, que foi o primeiro papa a abdicar do cargo em quase 600 anos, intervir em assuntos clericais. Ele foi muito acusado de não conseguir proteger crianças de abusos cometidos por sacerdotes e abafar investigações, o que ele nega.

A única solução para o problema, dizia o papa, era “obediência e amor pelo Senhor Jesus Cristo”. A análise que ele fez dos escândalos sexuais que abalaram a igreja faz uma abordagem mais teológica e histórica do que a posição do papa Francisco, o atual líder do Vaticano. Num evento em fevereiro deste ano, Francisco clamou por “medidas concretas” para enfrentar o problema, e não apenas “condenações simplórias e óbvias”.

Como ele “atuou numa posição de responsabilidade, como um pastor da igreja” num momento em que muitos casos vieram à tona, Bento XVI disse que queria “colaborar com um novo começo”. Publicada na revista católica alemã Klerusblatt, a carta de 5.500 palavras é dividida em três partes.

Pedofilia ‘permitida e adequada’

A primeira parte apresenta “o contexto social da questão”, onde ele lamenta que os anos 1960 tenham sido uma época na qual “padrões de sexualidade se romperam totalmente”. Ele culpa filmes eróticos, imagens de nudez e “as roupas da época” pelo “colapso mental” e pela “violência”. Na época da revolução sexual, “a teologia moral católica tinha entrado num colapso que deixou a Igreja indefesa contra as mudanças na sociedade”, disse ele.

A revolução sexual fez a pedofilia ser “diagnosticada como permitida e adequada“.

Em seguida, a carta examina como esse período afetou a “dissolução do conceito cristão de moralidade”, principalmente em instituições educacionais católicas. Em alguns casos, bispos “tentaram criar um catolicismo novo, moderno”, e a revolução sexual gerou “grupos de homossexuais” nos seminários.

Ele diz que um bispo mostrou aos seus alunos filmes pornográficos para torná-los “resistentes a comportamentos contrários à fé”. “A questão da pedofilia, que me lembre, não se tornou aguda até a segunda metade dos anos 1980”, diz ele.

A carta conclui defendendo um retorno à fé. “Por que a pedofilia chegou a esse ponto?”, pergunta ele. “A razão fundamental é a ausência de Deus.” Ele diz que “a morte de Deus na sociedade” significa “o fim da liberdade” e a solução é “viver com Deus”. Ratzinger, então, agradece ao seu substituto, papa Francisco, “por tudo o que faz para nos mostrar a luz de Deus, que não desapareceu, mesmo hoje”.

O papa Francisco disse, numa carta publicada em 2018, que a igreja “não agiu rapidamente” em reação ao problema dos abusos e “não cuidou dos pequenos”. “Nós os abandonamos.”

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fortnite dá desconto por fora, é banido pela Apple e caso vai parar na justiça

A Epic está processando a Apple pela retirada de Fornite da App Store. Após um embate jurídico entre as duas companhias, o jogo foi bloqueado na loja do iOS, criando reação imediata da desenvolvedora. A história, …

Com 1000 anos, maior cidade pré-colombiana da região dos EUA fica sob a cidade St Louis

Por mais que tenhamos sido ensinados que a história do continente americano começa pela chegada por aqui dos navegadores europeus – e o próprio nome de tal território sublinha essa recorrente doutrinação – o fato …

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …