Bicicleta vivencia boom na crise de coronavírus

Longas filas, estoque esgotado: mesmo os revendedores não esperavam tanta procura. Bicicleta é meio de transporte do momento na Alemanha e grande parte deste sucesso se deve à pandemia de covid-19.

Mats, de sete anos, sobe orgulhosamente em sua nova bicicleta, que com sua cor azul brilhante reluz tanto quanto o capacete fixado firmemente na cabeça do garoto. “Uma verdadeira bicicleta de polícia”, diz Mats, imitando uma sirene policial enquanto percorre a loja de bicicletas.

Mats teve sorte. Atualmente, bicicletas infantis estão escassas em muitas lojas de Colônia, no oeste da Alemanha. Também os adultos que procuram determinados modelos ou peças de reposição podem esperar longos prazos de entrega. Porque a demanda é enorme. “Nunca vou esquecer a segunda-feira em que abrimos a loja novamente”, comentou Christoph Hopp, da loja de bicicletas Radlager. “Foi como uma invasão.”

Durante semanas em toda a Alemanha, essas lojas tiveram que fechar devido à pandemia da coronavírus, ou seja, justamente quando as vendas normalmente se aquecem com o início da temporada de primavera. “No momento em que as primeiras florezinhas brotam do chão, as pessoas querem andar de bicicleta“, afirmou Hopp, acrescentando que esse é o caso todos os anos.

“É claro que, com os bloqueios deste ano, tudo ficou acumulado”, afirmou o vendedor. Agora a procura é “simplesmente alucinante”. Mas não é apenas o belo clima de primavera ou o desejo reprimido de consumo que está levando as pessoas a procurar a bicicleta.

O meio de transporte do momento

“Com a covid-19, as bicicletas são o meio de transporte do momento“, explicou à DW David Eisenberger, da Associação Alemã de Fabricantes de Bicicletas (ZIV). “Percebemos isso não apenas nas ruas, mas também pela corrida às lojas de bicicletas”.

Alguns sobem em suas bicicletas para escapar do isolamento caseiro e permanecer em forma. Outros se deixam da obrigatoriedade da máscara de proteção no transporte público. “É por isso que pessoas, que iam antes talvez trabalhar de metrô, estão agora subindo e descendo de suas bicicletas.” Além disso, em várias metrópoles alemãs, as ciclovias também foram ampliadas.

A avenida Hohenzollernring, na parte sul de Colônia, possui tráfego intenso na hora do rush. Ali, ciclistas precisam frear bruscamente porque grupos de pedestres atravessam a ciclovia sem olhar para a esquerda e para a direita. Um pouco atrás, vê-se uma jovem empurrando uma bicicleta para fora de uma loja. Ela, no entanto, não a comprou, mas acaba de alugá-la.

“Infelizmente não posso ir trabalhar com ela, para mim ainda vale o trabalho remoto”, disse Ines. Como sua academia de ginástica ainda está fechada, a jovem de 28 anos está planejando passeios de bicicleta ao longo do Reno. Para tal, era necessário um novo veículo de duas rodas.

Comprar – ou alugar?

Na empresa Swapfiets, os clientes podem alugar uma bicicleta por cerca de 20 euros (120 reais) por mês. Os consertos são gratuitos e a qualquer hora. Além disso, o contrato de aluguel das bicicletas pode ser cancelado mensalmente. “Ainda não sei quanto tempo vou ficar na Alemanha, então esse esquema combina com minhas necessidades”, disse Ines.

As bicicletas da Swapfiets podem ser reconhecidas pelos pneus dianteiros azuis, 3.500 delas estão agora nas ruas de Colônia. O número de clientes disparou novamente nas últimas semanas. “Tivemos um verdadeiro boom em março e abril deste ano, que não se deve apenas ao bom tempo e ao início da temporada de ciclismo”, falou à DW André Illmer, chefe da Swapfiets Germany.

Recuperar o prejuízo

Para saber mais sobre os motivos desse boom, a empresa entrevistou 741 novos clientes nas últimas semanas. 42% deles disseram que a pandemia de coronavírus influenciou sua decisão de mudar para a bicicleta. 45% dos entrevistados afirmaram que, atualmente, andar de bicicleta é simplesmente a melhor alternativa para se movimentar nas ruas – especialmente porque o transporte público precisou reduzir parcialmente seus serviços.

Não importa se comprada ou alugada: o negócio com bicicletas está indo muito bem. Agora cabe a revendedores e fabricantes compensar as perdas dos fechamentos de semanas e recuperar o atraso na produção. “Já estamos assumindo que podemos sair da crise apenas com um arranhão”, comentou David Eisenberger, da ZIV. “Mas apenas se o verão continuar tão bonito – e se não houver uma segunda onda de contágio.”

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Após Bolsonaro tirar máscara em entrevista, ABI entra com ação contra presidente no STF

A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) apresentou nesta quinta-feira (9) uma queixa criminal ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Jair Bolsonaro, depois que ele tirou a máscara em uma entrevista em que anunciou …

A quantidade de nitrogênio emitida pela pecuária já ultrapassou os limites seguros

A quantidade de nitrogênio emitida pela criação de animais para abate é superior ao que o planeta pode aguentar. Cientistas alertam que é necessário diminuir o consumo de carne e laticínios. As principais fontes de nitrogênio …

França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os …

De 4.200 anos? Arqueólogos desvendam em Israel 'emoji' mais antigo do mundo

Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos. O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e …

Governo remarca Enem para janeiro e fevereiro de 2021

O Ministério da Educação anunciou nesta quarta-feira (08/07) as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, adiado em razão da epidemia de covid-19. As provas em papel serão aplicadas em 17 …

Steve Jobs dizia acreditar na eficiência do trabalho remoto já em 1990

Com a chegada da pandemia do novo coronavírus e, consequentemente o isolamento social, muitas pessoas conseguem continuar trabalhando normalmente de forma remota. Mesmo dentro de casa, felizmente, algumas empresas conseguem manter o contato com seus funcionários …

Viagem tripulada a Marte seria melhor com passagem por Vênus, afirmam astrônomos

De acordo com cientistas norte-americanos, cálculos das órbitas entre a Terra e Marte os levaram a concluir que tais viagens seriam mais rápidas, eficientes, e permitiriam estudar os dois planetas. Uma viagem da Terra a Marte …

EUA: Suprema corte autoriza a divulgação de documentos financeiros de Trump

A Suprema Corte dos Estados Unidos impôs uma grande derrota a Donald Trump, ao decidir que um procurador de Nova York tem direito de acesso a vários documentos financeiros do presidente, incluindo declarações de …

O fenômeno "água morta", observado a mais de cem anos, é finalmente explicado

Finamente uma equipe com especialistas de múltiplas áreas CNRS e da Universidade de Poitiers, ambas na França, decifrou a misteriosa ocorrência pela primeira vez. O estranho é fenômeno que desacelera navios ou faz que eles parem …

Pode mesmo haver vida nas nuvens de Vênus, dizem cientistas

Quem gosta de astronomia não deve saber que Vênus não é o mais habitável dos planetas. Com temperaturas em torno de 470ºC e com uma atmosfera formada por dióxido de carbono e nitrogênio noventa vezes …